Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

O batismo e a circuncisão

Imagem
Recentemente vi um debate entre um defensor do batismo infantil e outro que defende o lado contrário, do batismo consciente, a partir de quando a pessoa tem a capacidade de discernir entre o bem e o mal e que possa se arrepender de seus pecados. Meus argumentos contra o batismo infantil já foram sumariados neste artigo, de modo que não vale a pena repetir novamente os mesmos argumentos que já foram apresentados. Neste artigo, apenas me limitarei a comentar sobre toda a (única) base argumentacional do debatedor favorável ao batismo infantil, que admitiu que ele não se encontra explicitamente na Bíblia, mas crê que ele é dedutível a partir da tipologia entre circuncisão e batismo.

Dito em termos simples, na visão dele, como a circuncisão tipifica o batismo e as crianças eram circuncidadas ao oitavo dia segue-se necessariamente que os bebês devem ser batizados também. Essa lógica aparenta fazer algum sentido, e até certo ponto pode complicar a contra-argumentação de alguém que seja menos …

Liberdade de Expressão

Imagem
“Quando, porém, Sambalate, Tobias, os árabes, os amonitas e os homens de Asdode souberam que os reparos nos muros de Jerusalém tinham avançado e que as brechas estavam sendo fechadas, ficaram furiosos. Todos juntos planejaram atacar Jerusalém e causar confusão. Mas nós oramos ao nosso Deus e colocamos guardas de dia e de noite para proteger-nos deles” (Neemias 4:7-9)

Uma mensagem aos fanáticos que pensam que ainda estamos vivendo na Inquisição Medieval e que querem calar a liberdade de expressão religiosa:
É importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX , do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato” (inciso IV) e “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”(inciso IX). Além disso, cab…

Refutando os neo-gnósticos que negam a ressurreição da carne

Imagem
__________________________________________________________________ Este artigo é a continuação de “Refutando os neo-gnósticos que negam a ressurreição da carne – Parte 1” __________________________________________________________________
No capítulo da ressurreição, em 1ª Coríntios 15, Paulo também teria perdido uma ótima oportunidade de dizer que a ressurreição física não existe, mas apenas uma ressurreição espiritual, confirmando a incredulidade dos próprios coríntios; mas, ao contrário, reiterou a crença ortodoxa cristã na ressurreição física dos mortos. Isso porque alguns dentre os coríntios estavam pensando que não existia ressurreição física:
“Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?” (cf. 1ª Coríntios 15:12)
Como vemos, alguns falsos mestres na Igreja de Corinto estavam pervertendo a fé dos outros, ensinando que a ressurreição física não existe, assim como criam os gregos de sua época e posteriormente v…

Imortalidade da Alma ou Ressurreição dos Mortos?

Imagem
Uma das maiores declarações bíblicas que contrariam a ilusão da imortalidade da alma é o que o apóstolo Paulo escreve em 1ª Coríntios, no capítulo 15. Como veremos a seguir, o capítulo inteiro é uma refutação à doutrina de que a alma imortal se religa ao corpo por ocasião da ressurreição. Ele mostra que a ressurreição, longe de ser apenas uma religação entre corpo e alma, é o único meio pelo qual podemos viver em alguma existência futura, numa vida póstuma.
Para os imortalistas, se nenhuma ressurreição existisse nós já estaríamos assegurados no Céu de qualquer jeito com as nossas almas imortais, e a existência da ressurreição apenas implicaria em almas voltando do Paraíso e se religando ao nosso corpo morto, para depois retornarem novamente ao Céu "completos". Tal conceito é totalmente estranho à Bíblia e inconsistente com a teologia paulina. Na visão dualista, se a ressurreição não existisse nós ficaríamos como espíritos desencarnados durante toda a eternidade.
Já para a Bíb…