Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

Breve refutação a cinco táticas dos revisionistas católicos sobre a Inquisição

Imagem
No artigo anterior refutei resumidamente dez calúnias contra a Reforma, e aqui irei escrever no mesmo estilo de comentários rápidos sobre as principais táticas e enganos praticados pelos revisionistas católicos e negacionistas da Inquisição, que suavizam o que ela de fato representou ou que, em outros casos, simplesmente negam descaradamente que a Igreja Romana tivesse alguma responsabilidade ao institucionalizar e legalizar o assassinato por razões religiosas. Mais uma vez, as fontes bibliográficas estarão no final do artigo, e também uma lista de artigos já publicados por mim sobre o tema, onde disserto sobre cada questão de forma aprofundada e com ampla documentação, enquanto o foco aqui é apresentar o mesmo conteúdo de forma resumida para quem quer uma resposta mais rápida e simples.

Breve refutação a dez calúnias católicas sobre a Reforma

Imagem
Estou redigindo um livro sobre a Reforma Protestante, que pretendo que fique pronto até o aniversário de 500 anos da Reforma, em 31 de outubro. Para esse fim, há meses venho lendo o máximo de livros possíveis sobre o tema, pois pretendo que o mesmo tenha pelo menos cem referências bibliográficas, que é o mínimo exigido em qualquer trabalho acadêmico sério em história (essa é a principal razão pela qual tenho atualizado tão pouco o blog ultimamente). Aqui eu não vou argumentar extensivamente em cima de cada ponto que os papistas sem estudo e nem formação distorcem e mentem descaradamente, o que deixarei para fazer em profundidade no livro, com capítulos específicos referentes a cada questão abaixo e a muitas outras.

Padre reconhece as atrocidades da Inquisição e pede perdão

Imagem
Em um mundo repleto de intolerantes, monstros morais, neonazistas negadores do Holocausto e defensores da Inquisição, ainda há vozes sensatas e honestas mesmo na Igreja Romana, que repugnam o revisionismo embusteiro e virulento pró-Inquisição e reconhecem abertamente suas perversidades, mazelas e aberrações cometidas especialmente contra o povo judeu. O vídeo abaixo é do padre Peter Hocken, que ao invés de pedir um “perdão” rápido e vago ou de dizer apenas que houve “erros” ou “excessos” genéricos cometidos pela Inquisição, faz questão de descrever a profundidade do que a Inquisição significou, com todos os seus horrores e atrocidades morais que qualquer pessoa com um pouco de estudo e honestidade é capaz de reconhecer, mesmo em se tratando de um padre. O vídeo é imperdível:

Novos artigos do Bruno Lima

Imagem
Depois de alguns meses inativo, o excelente blog "Respostas Cristãs", do apologista cristão Bruno Lima, está de volta. Ele postou três novos artigos imperdíveis, que vale a pena acompanhar pelo seu alto nível: