Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

As aberrações de Cris Macabeus e a volta do terceiro Tiago

Imagem
(Autoretrato do sujeito, para não dizerem que eu estou exagerando)

Não se sinta envergonhado caso nunca tenha ouvido falar de Cristiano Macabeus. Você não perdeu nada. Macabeus é do tipo de católico tridentino. Eu explico. O Concílio de Trento (no latim, Tridentum) determinou que o protestantismo tinha que ser perseguido, abolido, destruído e aniquilado, por se tratar de uma terrível seita satânica com um monte de doutrinas heréticas que levarão todos os “rebelados” ao fogo do inferno para todo o sempre. Daí surge o conceito de que fora da Igreja Romana não há salvação – outro pensamento explícito em Trento. Trata-se, é claro, de mais um argumento circular e evasivo (“Roma diz que só na Igreja de Roma há salvação”; “Como eu posso saber se isso é verdade?”; “Ora, porque Roma disse!”), como já expliquei neste artigo.
É claro que nem todos os católicos são do tipo tridentino. A maioria segue o espírito manso do ecumênico Concílio Vaticano II, e até consideram os evangélicos co-irmãos. Mas …

Pasme! Católico admite abertamente que Deus tem ESPOSA!

Imagem
(O judeu Jesus loiro, como os católicos imaginam que seja)
Ah, esses católicos... já houve uma época, há muito muito tempo atrás, que eles sabiam disfarçar melhor e não davam munição infinita ao adversário gratuitamente. Escrevi em 14 de maio de 2013 um artigo intitulado: "Expondo a mariolatria católica: nem disfarçam mais!", onde mostro citações extraídas direto do site oficial da Canção Nova (um dos movimentos mais populares e respeitados na Igreja Católica aqui do Brasil), onde um padre diz explicitamente que Maria é eterna, que ela é o nosso caminho para o Pai (onde foi parar Jesus?), que humilha mais o diabo do que Deus é capaz, dentre outras aberrações do gênero, colocando Maria acima de Deus.
Minha conclusão foi que os católicos já não estão conseguindo disfarçar tão bem quanto faziam antigamente. Sim, para quem não sabe, houve uma época remota em que os católicos não aceitavam ser chamados de idólatras ou mariólatras. “Adoramos só a Deus!”, diziam eles. “Maria é apenas…

Quando Jesus disse a Pedro: "em ti edificarei a minha igreja", ele estava se referindo à Igreja Católica Romana!

Imagem
Lembrei-me hoje do canal no YouTube do saudoso Carlos Alberto Durgam (já falecido), que promovia debates entre evangélicos e católicos pelo Skype há alguns anos, e postava os vídeos no YouTube. Um dos vídeos mais divertidos do canal dele é um que mostra a reação de certas pessoas à frase: “A Igreja Católica é a Igreja fundada por Cristo”:

O vídeo é, obviamente, uma brincadeira, mas tem um fundo de realidade. Isso porque os papistas que vociferam vez após vez dizendo que “a Igreja Católica é a Igreja de Cristo! É a Igreja de Cristo! É a Igreja de Cristo! É a Igreja de Cristoooooo!!!!! (...)” só fazem isso sob a premissa de que a Igreja de Mt.16:18 é uma “instituição”, e que esta “instituição” é a instituição “Romana”. É isso que faz o vídeo ficar mais engraçado, na parte em que ele diz que “quando Jesus disse a Pedro: ‘em ti edificarei a minha igreja’, ele estava se referindo à Igreja Católica Romana!!!”.
Eu nem vou entrar no mérito da questão se a pedra era Pedro ou sua confissão de fé …