18 de janeiro de 2016

Extremistas católicos perseguem cristãos. Idade Média? Não: 2015



Intolerância religiosa: no México, católicos ameaçam queimar evangélicos que não negarem a fé
(Tiago Chagas)

Um conflito religioso entre cristãos católicos e evangélicos no México chamou a atenção da imprensa mundial, depois que o prefeito da cidade de San Juan Ozolotepec, Pedro González, ameaçou queimar e jogar os evangélicos da região de um penhasco.

Segundo o Noticia Cristiana, o pastor Leopoldo Alonso Silva, da Igreja Cristã Independente Getsêmani, disse que a perseguição religiosa se dá simplesmente pelo fato de que os evangélicos se recusam a tornarem-se católicos.

O município fica localizado no Estado de Oaxaca, conhecido pelo radicalismo dos fiéis católicos. Silva afirmou ao jornal La Reforma que o prefeito González e seu secretário, Salvador Rivera Cruz, são os dois principais responsáveis pelas ameaças.

O pastor pediu ajuda às autoridades estaduais, pois a prefeitura está ameaçando fechar os templos evangélicos e proibir os cultos. Entretanto, a resposta obtida pelo pastor do responsável pelos Assuntos Religiosos na Secretaria-Geral do Governo foi que seria melhor se os evangélicos pagassem uma multa de $ 7 mil pesos para obterem o direito de cultuar e não serem mais incomodados.

Outros conflitos entre católicos e evangélicos já ocorreram na região. Anos atrás quando um evangélico faleceu, o prefeito à época proibiu que seu corpo fosse sepultado no cemitério municipal. A situação voltou a se repetir em 2011, quando uma senhora evangélica morreu.

González, atual prefeito, argumenta dizendo que a proibição é resultado de uma determinação da Câmara Municipal, que proibiu o enterro no cemitério municipal de “qualquer pessoa que professa uma religião diferente do catolicismo”.

As crianças da igreja Getsêmani também têm sofrido perseguição nas escolas da cidade, e um dos meninos chegou a ser expulso depois de ser agredido por outras crianças de famílias católicas.

Os programas sociais governamentais passaram a ser negados aos evangélicos, que também estão sendo impedidos de trabalhar com agricultura, principal atividade econômica da região. Segundo o jornal La Reforma, as ações governamentais visam a expulsão de todos os evangélicos da cidade.

Há, segundo o pastor Silva, um forte sentimento de medo nos evangélicos de San Juan Ozolotepec: “Tememos pelo irmãos, porque as coisas desagradáveis no passado aconteceram e agora eles querem nos queimar.  Mesmo com as autoridades do México dizendo ‘não à intolerância religiosa’”, lamentou.

Fonte: Gnotícias

***

Famílias de evangélicos são perseguidas por católicos no México e têm suas casas incendiadas

Mais um grupo de famílias se tornou alvo de perseguição religiosa no México. Dez mulheres e quatorze crianças, além de nove homens, foram expulsos do vilarejo de Leyva Velásquez, na cidade de Las Margaritas.

A perseguição religiosa no interior do país é perpetrada por católicos fundamentalistas. Nesse incidente recente, as casas das famílias expulsas foram queimadas.

Não bastasse essa tragédia, as famílias voltaram a ser afligidas na última terça-feira, quando a população os expulsou do auditório municipal, onde haviam sido alojados temporariamente pelas autoridades.

A fúria dos católicos se deu pela recusa das famílias em abandonar a fé evangélica e se converter à tradição romana, segundo informações do site Zocalo.

O porta-voz para a Coordenação de Organizações Cristãs, Luis Herrera, disse que desde o ano passado um grande número de evangélicos passaram a ser assediados por líderes comunitários do vilarejo Leyva Velázquez.

Ele observou que o problema surgiu nos subúrbios vizinhos da Flórida, onde um membro da Igreja estava envolvido em um assassinato pelo qual foi preso e condenado pela autoridade competente. Isso fez com que os líderes do vilarejo exigissem o abandono à denominação evangélica. Diante da recusa, eles passaram a ameaçá-los de expulsão.

Quando concretizaram a ameaça, os aldeões católicos se armaram e forçaram a fuga dos evangélicos para as montanhas, temendo por suas vidas. Quando as coisas se acalmaram, os homens, mulheres e crianças caminharam por longas horas, sob frio intenso, sede e fome, até a sede da Câmara Municipal, onde pediram ajuda às autoridades.

A situação desses evangélicos permanece indefinida, vivendo em um novo abrigo temporário e ainda sob ameaça dos extremistas católicos. Ore pelos irmãos da Igreja Perseguida no México.

Fonte: CPAD News

***

Essa é para os católicos tridentinos que acham que a inquisição não perseguiu nem matou ninguém na Idade Média: se vocês fazem isso em pleno século XXI, mesmo sem ter mais nada da força política, do poder do Estado e do apoio de quase 100% do povo que tinha na Idade Média, imagina o que gente como vocês fazia no passado, quando ainda não havia mídia, quando o papa era um ditador com poderes totalitários mesmo fora do aspecto religioso, e quando matar os “hereges” era tido como obrigação social, como mostrei neste artigo sobre a inquisição.

Graças ao bom Deus, a Igreja Católica não tem mais hoje o poder político que tinha antes para perseguir e exterminar qualquer um que não compactuasse com suas idéias satânicas. Ela não pode mais fazer hoje aquilo que o Concílio de Tolosa, em 1229, prescrevia, dizendo:

“Proibimos os leigos de possuírem o Velho e o Novo Testamento... Proibimos ainda mais severamente que estes livros sejam possuídos no vernáculo popular. As casas, os mais humildes lugares de esconderijo, e mesmo os retiros subterrâneos de homens condenados por possuírem as Escrituras devem ser inteiramente destruídos. Tais homens devem ser perseguidos e caçados nas florestas e cavernas, e qualquer que os abrigar será severamente punido” (Concílio de Tolosa, Papa Gregório IX, Cânon 14:2)

Por isso, no mundo de hoje o máximo que ela consegue fazer é perseguir os cristãos, forçando conversões e incendiando casas em algum ponto isolado aqui ou ali, como nestes casos do México. Mas um monstro adormecido ainda é um monstro. Alimentem este monstro politicamente, dêem a ele a força e o poder que ele tinha nos tempos antigos, coloquem os extremistas católicos fundamentalistas para dentro do cenário político internacional, e então vocês estarão reavivando o ímpeto de gente que até hoje pensa assim:








Aos apologistas católicos: vocês estão conscientes do tipo de monstros morais que vocês estão criando ao defender uma aberração como a inquisição? É gente do naipe de vocês, os “cruzados” fundamentalistas do século XXI.

Leia também:

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,


-Meus livros:

- Veja uma lista de livros meus clicando aqui.

- Confira minha página no facebook clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros blogs:

LucasBanzoli.Com (Um compêndio de todos os artigos já escritos por mim)
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Artigos devocionais e estudos bíblicos)
Desvendando a Lenda (Refutando a imortalidade da alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)
Fim da Fraude (Refutando as mentiras dos apologistas católicos)

17 comentários:

  1. Que merda, hein. Desculpe o linguajar, mas só falando assim mesmo... :(

    ResponderExcluir
  2. Ae Lucas, você assistiu esse programa entre essas lendas do catolicismo ?(ironia, rs)

    https://www.facebook.com/escoladafe/photos/a.274665129289085.70103.243470565741875/957098467712411/?type=3&theater

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk graças a Deus não assisti, mas por alguma misteriosa razão tenho a forte impressão de que rolou revisionismo, revisionismo e mais revisionismo neste tal "programa"...

      Excluir
  3. Olhando os print fico tão emocionado com tanto "amor" cristão dos católicos que me pergunto como não alcançamos tamanha "iluminação" com o nosso "amai o próximo", "orai pelos seus inimigos", etc. Deve ser por causa de um espirito nada santo que governa a vida deles
    Ricardo Soares

    ResponderExcluir
  4. Lucas o que voce acha dos catolicos carismaticos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem a vantagem de serem mais tolerantes (a maioria), mas ainda seguem todos os dogmas romanos que conduzem quase irremediavelmente à idolatria.

      Excluir
  5. Lucas, vc acha q o cristianismo tem futuro na China?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É promissor, pois vem crescendo bastante mesmo com a perseguição. O problema é que o governo chinês é comunista e, por natureza, intolerante à qualquer religião formal, especialmente à cristã. Só quando a China abandonar definitivamente o comunismo é que haverá mais liberdade para o povo cristão poder pregar o evangelho abertamente e converter multidões à Cristo, como já está acontecendo na África.

      Excluir
  6. Muito triste essa situação,o pior é que pelo pude entender,não estão fazendo muita coisa para acaber com isso por lá.
    Parabéns por nos trazer essa informação muito importante.

    ResponderExcluir
  7. O pior é que eu já vi um fanático católico defendendo a Inquisição... Isso é simplesmente estarrecedor! Sem contar que eles sempre tentam justificar ou minimizar a inquisição... E pior, inventam até uma suposta "inquisição protestante".

    Ilustrando: O Papa Gregório IX inventa a "santa" Inquisição e recebe apoio dos bispos e de outros membros do ICAR. Depois disso, ainda há católicos que insistem em dizer que sua seita romana possui intérpretes infalíveis que "realmente entendem as escrituras sagradas". Haja paciência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, só o fato de a Inquisição existir com a aprovação e legitimação dos papas e de toda a Igreja Romana por séculos já seria mais do que o suficiente para concluir que essa igreja não é de forma alguma a fundada por Cristo e muito menos guiada pelo Espírito Santo (e muito menos ainda infalível, ao ponto de não descobrir esse erro senão seis séculos depois...).

      Excluir

Seu comentário será publicado após passar pela moderação. Ofensas, deboches, divulgação de páginas católicas (links) e manifestações de fanatismo não serão aceitos. Todos os tipos de perguntas educadas são bem-vindas e serão respondidas cordialmente. Caso o seu comentário ainda não tenha sido liberado dentro de 24h, é possível que ele não tenha chegado à moderação, e neste caso reenvie o comment.