I'm Back

Resultado de imagem para i'm back

Para a alegria de alguns e a tristeza de muitos, depois de pouco mais de dois meses parado, este blog volta às suas atividades normais. Quero pedir desculpas a todos aqueles que postaram comentários neste período sem obter resposta, desta vez eu achei melhor permitir os comentários esperando respondê-los quando eu estivesse de volta, em vez de bloquear a opção de comentar nos artigos. Portanto, todos os que enviaram comentários decentes em qualquer artigo deste blog nos últimos dois meses teve seu comentário liberado e, em muitos casos, respondido, quando necessário. A partir de agora, pretendo voltar com os artigos no ritmo normal de antes, em torno de um artigo por semana, às vezes mais, às vezes menos, dependendo da necessidade, do tempo e da disposição em escrever.

Ao longo destes dois meses e algumas semanas sem escrever, se acumularam 337 comentários aguardando moderação, comentários estes que eu ainda não havia lido e só fui dar uma olhada no painel há poucos dias (o mesmo em relação aos comentários privados enviados em minha página no facebook). Eu juro que havia me esquecido completamente de como esse povo tridentino é fanático e cego até ler alguns destes 337 comentários. Então eu me lembrei. Como o esperado, os apologistas católicos vieram com os mesmos repetecos furados e fracassados de sempre que já foram refutados um milhão de vezes até a exaustão elevaram a qualidade da argumentação com retóricas brilhantes e extremamente convincentes que eu nunca havia visto na minha vida e que me deram vontade de voltar a estudar teologia tudo de novo apenas para conseguir ter uma chance de refutá-los.

Claro que eu tive que excluir alguns comentários de trolls, spammers, bocas sujas, mestres da arte do control c + control v e outras personalidades de alto calibre, verdadeiros pesos-pesados da argumentação. Dentre eles se destaca um sujeito chamado GLEYSOM ou algo do tipo, que enviou uns cinquenta comentários ou mais, aparentemente querendo dizer alguma coisa a alguém, não entendi bem o propósito, mas o que vale é a intenção. Li o primeiro comentário do sujeito e notei que era 100% control c + control v descarado de um site católico, algo expressamente proibido nas regras do blog, então poupei tempo de ler os comentários seguintes e fui excluindo, até chegar a um ponto tão cômico que eu decidi começar a gravar para vocês verem o que eu tenho que aturar todos os dias:


O pior é que esse visitante ilustre já havia postado vários outros comentários antes e também depois de eu terminar de gravar. Se o Gleysom ainda não desistiu de visitar este blog e estiver porventura lendo isso, NÃO DESISTA, CARA! Um dia você consegue ter um comentário liberado aqui! A esperança é a última que morre! É na persistência que se consegue! Tenha fé!!!

Por um tempo eu havia me esquecido de como a apologética podia ser divertida, mas o Gleysom me fez lembrar, e a partir de hoje voltarei a postar novos artigos, vídeos, continuações do livro sobre a Inquisição, refutações e deletando os comentários do mito Gleysom. I’m back.

*OBS: O último artigo deste blog ultrapassou os 200 comentários (na verdade, deu 310) e, assim, os comentários mais recentes só podem ser vistos clicando no “carregar mais”, no final da página. Infelizmente, algumas das minhas respostas simplesmente desaparecem mesmo depois de atualizar a página e misteriosamente voltam a aparecer mais tarde. Não sei se este bug ocorre apenas no meu computador ou em todos, mas, por via das dúvidas, preferi fechar a caixa de comentários do artigo, o que farei sempre que alguma postagem eventualmente ultrapassar o limite dos 200. Se alguém que foi respondido quiser comentar algo em cima, favor postar nesta publicação mesmo, ou em qualquer outra do blog. 

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,

-Meus livros:

- Veja uma lista de livros meus clicando aqui.

- Confira minha página no facebook clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros blogs:

LucasBanzoli.Com (Um compêndio de todos os artigos já escritos por mim)
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Artigos devocionais e estudos bíblicos)
Desvendando a Lenda (Refutando a imortalidade da alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)
Fim da Fraude (Refutando as mentiras dos apologistas católicos)

Comentários

  1. Faz um artigo sobre os órfãos de Duplessis.

    ResponderExcluir
  2. Sou quaker, mas estou admirando seu Blog apesar de algumas discordâncias. Se pararmos para pensar, a Igreja Católica Romana é a maior entidade pagã que ainda está em pleno funcionamento (ou decadência)!
    Qual sua opinião a respeito dos cristãos comemorarem festas pagãs (Quaresma, Carnaval, Natal, Ano Novo) e o uso de alianças em casamentos, bem como a introdução de nomes de deuses pagãos no calendário cristão?
    Nós quakers somos contrários e vemos nisso uma clara deturpação do cristianismo e dos próprios ensinamentos bíblicos.

    Paz em Cristo, prezado Lucas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, a paz. Respeito muito sua opinião sobre estes assuntos, mas eu particularmente não vejo como "pecado" comemorar natal ou aniversário, carnaval sim porque é literalmente uma "festa da carne" para deleites carnais, mas no natal e no aniversário ninguém pratica algo que seja pecaminoso, são meramente datas para reunir a família em confraternização, para estimular a amizade e o convívio mútuo, etc. Devemos lembrar que alguns termos provenientes do paganismo foram usados até pela Bíblia, o NT usa o termo "Theos" em relação a Deus, Theos era literalmente uma divindade pagã no mundo helenista da época, e mesmo assim o NT o usa em relação ao Deus verdadeiro, claro que com uma conotação e significado distinto em relação ao pagão. Da mesma forma, não entendo ser problema os nomes pagãos no calendário cristão, desde que não se adore a estes deuses ou lhes preste homenagem, é claro.

      Abs!

      Excluir
  3. Faz uma postagem sobre a Igreja Ortodoxa e sobre essa aberração.
    http://www.regels.org/sc-pic/i72019.jpg
    Na minha opinião, Igreja Ortodoxa Russa e Igreja Católica são duas faces da mesma moeda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, infelizmente a Igreja Ortodoxa Russa está muito atrelada historicamente ao governo russo e consequentemente ao sistema político por ele adotado, mas devemos ressaltar também que muitos padres ortodoxos foram cruelmente assassinados ou levados a campos de concentração por resistirem ao comunismo soviético, inclusive dezenas de milhares de igrejas ortodoxas foram destruídas na época de Lenin e Stalin, então eu não acho bom generalizar a coisa como se toda a Igreja Ortodoxa ou todos os ortodoxos fossem comunistas, da mesma forma que o fato de o papa Francisco ser um progressista e esquerdista com fortes tendências marxistas (conforme reconhecido por muitos católicos) não faz de todos os católicos necessariamente assim.

      Abs.

      Excluir
    2. Lol. Uma igreja com o retrato de Stalin... definitivamente essa igreja não merece ser levada a sério... É como uma igreja ter um poster do Satanás.

      Excluir
  4. Qual sua opinião sobre Oliver Cromwell e John Owen?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dois grandes homens que tem todo o meu respeito e admiração.

      Excluir
  5. Veja o site de Macabeus. Parece que brigou com o Leitão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A unidade católica é linda mesmo, nem os próprios apologistas convivem em harmonia entre si... a única coisa que tem em comum é o profundo ódio ao protestantismo e aos evangélicos como um todo.

      Excluir
    2. Em pleno 2016, ambos pensam que a ICAR tem a autoridade sobre a Bíblia e que é a única que pode interpretar as escrituras. kkkkkkkkkkkk Além disso, transpiram de ódio ao protestantismo e ao seu crescimento. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  6. Leitão prestou homenagem ao ditador Fidel Castro. Igreja Católica e comunismo: laços fraternos e concordância absoluta em destruir a liberdade alheia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fim da picada, já pode fechar o caixão.

      #RIPLEITAO.

      Excluir
  7. Há cinco tipos de católicos que você poderia futuramente analisar:
    1) aqueles que nunca leram a Bíblia, mas são católicos apenas por nascença, tradição ou por simbologia;
    2) aqueles que já leram alguma coisa sobre a Bíblia, mas vão à igreja uma vez em cada encarnação (vão geralmente no Natal);
    3) aqueles que vão à Igreja regularmente (estes são minoria e representam no máximo cinco por cento dos católicos brasileiros)
    4) aqueles que se consideram católicos, mas na prática vão contra tudo o que o paganismo papista romano prega;
    5) aqueles que se dizem católicos mas congregam outras formas de paganismo, principalmente o espiritismo (conheço muitos por sinal!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem também o sexto tipo:

      6) aqueles que acham que basta xingar o Lucas Banzoli, entrar aqui copiando e colando textos enormes que nem eles mesmos leram, repetir mantras, falácias e sofismas romanistas históricos e já completamente destruídos, para ser um bom católico.

      Excluir
  8. Finalmente, Banzoli. Já estava perdendo as esperanças de achar algo novo aqui hahaha

    ResponderExcluir
  9. Voltou, e agora fique. Por favor...

    ResponderExcluir
  10. Com relação ao tal conde sobre o comentário dele sobre as sociedades protestantes anglo-saxônicas, basta ver que o crescimento do protestantismo na Coréia do Sul possibilitou um grande desenvolvimento social e econômico para o país. Mesmo na China, Sun Yat Sen, pai da China moderna, e Chiang Kai Shek, presidente de Taiwan, eram cristãos. Hoje Taiwan é um país que transborda de riquezas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como servos do Nosso Senhor Jesus cristo, devemos orar pelo conde, para que encontre a verdade e ela mesma o libertará.

      Excluir
    2. Glória ao Nosso Senhor Jesus Cristo! Até 2050, 66% da população chinesa pode ser cristã http://www.slate.com/bigideas/what-is-the-future-of-religion/essays-and-opinions/fenggang-yang-opinion

      Excluir
  11. Adendo: tanto Yat Sen quanto Chiang eram protestantes.

    ResponderExcluir
  12. Cristãos podem comer carne de porco?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por inferência não, embora eu não seja da turma que ensina que os alimentos proibidos em Levítico continuam sendo proibidos até hoje, a Bíblia ensina a santificar o nosso corpo e preservá-lo incorruptível até a volta de Jesus (1Ts.5:23), então tudo o que tem potencial a causar um mal significativo ao corpo, se praticado de forma consciente e deliberada, é pecado. Acontece que é comprovado que a carne de porco faz mal à saúde, pelo menos já li muitos artigos a este respeito, embora eu não seja da área. Se conseguirem provar que não faz mal, não veria problemas em consumir este tipo de carne, mas as evidências, até onde eu sei, indicam o contrário.

      Excluir
    2. Saiu uma pesquisa recentemente onde os cientistas voltam atrás (quase sempre é assim) onde se afirma que a carne de porco tem inclusive proteínas melhores que a carne bovina....vi no Jornal Hoje não faz 2 meses atrás, se tiver curiosidade fuça ai no youtube pode ser que ache algo a respeito...biblicamente falando temos o apóstolo Marcos falando em Marcos 7,18-19 : " Respondeu-lhe ele: Assim também vós estais sem entender? Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar, por que não lhe entra no coração, mas no ventre, e é lançado fora? Assim declarou puros todos os alimentos.

      Você pode analisar com melhor entendimento que eu (leigo que sou) não quero cometer o erro de está comentando palavras soltas saindo assim do contexto como um todo, mas essa passagem fala justamente sobre alimentos serem ou não proibidos.

      Desculpe desde já qual quer informação que esteja fora do contexto proposto aqui e parabéns pelo blog maravilhoso, paz a todos.

      Excluir
  13. So é e continua sendo catolico quem nunca leu a sagrada escritura.

    ResponderExcluir
  14. Lucas você poderia fazer um vídeo explicando tudo antigo Testamento, nem que seja as melhores partes, pois eu tenho muita dificuldade em ler i até e me perco. Confundo o que são juízes,roboão com jeroboão,o que é cativeiro, as divisões dos reinos, o que foi cada guerra,etc... Poderia ser um vídeo de 1 hora dando uma boa pincelada sobre tudo para facilitar a leitura do AT. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma boa ideia, vou fazer assim que possível.

      Excluir
  15. Lucas, qual é a tradução da biblia mais confiável?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende do que você considera por "confiável". Se confiável significa uma tradução mais literal possível da Bíblia palavra por palavra do hebraico ou grego para o português, procure um Interlinear, como por exemplo o “Novo Testamento Interlinear Analítico Grego-Português”, de Paulo Sérgio e Odayr Oliveti. Agora, se você se refere a uma tradução que preserve melhor o SENTIDO do original, ainda que não seja uma tradução literal, a melhor pra mim é a NVI, que tem alguns erros, mas é superior às Almeidas e às Bíblias católicas. Neste artigo você pode ver uma excepcional defesa da NVI:

      http://dc.golgota.org/nvi/nvi.html

      Abs.

      Excluir
    2. Obrigada pelas dicas ;)

      Excluir
  16. Lucas, muitos teólogos dizem que o diabo não existe. Qual sua posição sobre isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não são "muitos teólogos", são apenas os teólogos de linha liberal que em suma maioria não são nem cristãos, a maioria deles são ateus, agnósticos ou deístas no máximo, e eles não descreem apenas no diabo, mas também na inspiração da Bíblia, nos milagres de Jesus, em qualquer evento de natureza sobrenatural, em muitos relatos bíblicos e, em alguns casos, até em Deus. Eles não estudam a Bíblia para extrair dela o seu significado e interpretação legítimos, mas apenas para criticá-la e para tentar refutá-la a qualquer custo, como faz o "Seminário de Jesus". É evidente que qualquer teólogo não-liberal, ou seja, qualquer que leve a Bíblia a sério e queira seguir o que ela ensina, crê na existência do diabo, que é óbvia nas Escrituras.

      Excluir
    2. Entendi...Eu vi em um blog este artigo:http://exegeseoriginal.blogspot.com.br/2011/02/lucifer-e-estrela-da-manha.html?m=1 e gostaria de saber a sua opinião a respeito.

      Excluir
    3. Há algumas verdades misturadas com mentiras neste artigo, na minha opinião. Primeiro é necessário ressaltar que de fato Lúcifer NÃO é um nome próprio na Bíblia, como por exemplo são os nomes de outras entidades demoníacas como Belzebú. Sobre essa confusão, recomendo a leitura deste artigo do Gyordano Montenegro:

      http://cristianismopuro.blogspot.in/2012/07/lucifer.html

      Por outro lado, os textos citados de Isaías e Ezequiel tratam-se de profecias de dupla referência, ou seja, se referem àqueles respectivos reis, mas também se aplicam a Satanás, como eu expliquei neste vídeo:

      https://www.youtube.com/watch?v=UIyRkeomFSs

      E ainda que de fato aqueles textos não estivessem falando de Satanás, há numerosos outros textos bíblicos que falam, inclusive Jesus e os apóstolos praticavam exorcismos e falavam com os demônios, o que torna a realidade espiritual dos demônios algo totalmente inegável, ainda que a identidade de seu chefe não seja "Lúcifer".

      Excluir
    4. Valeu Lucas bastante esclarecedor.Bem que você poderia escrever um artigo refutando blogs como aquele que te mostrei. Abraços.

      Excluir
  17. Hey, Lucas!
    Talvez você não aceite meu comentário por não ser nada a ver com nenhum artigo seu, mas como você é amigo do alon, creio que seria normal colocar minha opinião sobre ele aqui.


    Eu li ele negando a divindade e Cristo, e sua pré existência.

    Ele é inteligente, mas distorce muitos textos.

    Citemos Deuteronomio

    Guarda-te, que não te enlaces seguindo-as, depois que forem destruídas diante de ti; e que não perguntes acerca dos seus deuses, dizendo: Assim como serviram estas nações os seus deuses, do mesmo modo também farei eu. (Cap 12 vers31)

    Claramente, Jesus Não cumpriria o Antigo testamento, muito menos a própria lei. Ele inflingiria a lei de seu pai.

    Ele também prova não entender a trindade, falando que cremos que Jesus é o Pai (?) E que eles são são mesma pessoa (!).

    Entao: Se Jesus Não tinha pré existência, como ele tinha tanta harmonia com o Pai, e ainda por cima é citado como o Verbo de Deus? Não existe explicação: Ele falava e igual para igual com líderes de sinagogas!


    Obs: não postei isso no "debate" sobre trindade e afins, pq não consegui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fechei a opção de comentários naquele artigo porque havia ultrapassado os 200 e quando isso acontece começa a haver alguns bugs nos comentários seguintes, alguns somem e aparecem mais tarde, depois somem de novo, etc. Mas se quiser pode comentar aqui, e ele também.

      Excluir
    2. Vocês rodaram rodaram e rodearam igual a peão e agora resolveram desabar mostrando que estão a fim de debater. Não conseguem viver sem mim. É mensagem daqui mensagem dali, e só Deus sabe quantos tem nessa empreitada. Vai vê que é só um. Pergunta responde pergunta responde some volta volta e some mas continua a mesma ladainha.

      E agora me aparece um filho de uma boa mãe anônimo querendo debater sobre trindade. No mínimo vocês futucaram dali e futucaram daqui e arranjaram mais versículos pra derramar aqui nessa arena Banzolica.

      Aí por acaso aparece o anônimo Neilon (Jô) Soares escrevendo igual a Jô e o Banzoli fica surpreso !!! Nooooosssaaaaa ele ficou surpreso por que não esperava!!!

      Que coisa mais coisa meu Deus do céu de Elias. Um aparece e fala que Jesus foi um fantasma antes de vir a terra e o outro baba dizendo que pode vir debater que não problema não.

      Ainda não contei os que estão na moita

      Excluir
    3. Digníssino Anônimo (ou é Anônima?, eu não tenho planos para debater sobre trindade contigo. Se continuar pode acreditar que vou fazer picadinhos de vossa pessoa como fiz com um preterista que foi me questionar com relação ao artigo "A Idade de João no Exílio".

      O artigo estava com 8 páginas apenas, mas após o preterista me enviar um email tentando achar o que não existia eu acabei transformando as 8 páginas em 18!!!

      Leia e desfrute!

      https://agrandecidade.com/2015/06/27/a-idade-de-joao-do-chamado-ate-o-fim-do-exilio/

      Excluir
    4. O Alon reclamou do anonimato mas comentou como "Anônimo" ali em cima, pensa que nós não percebemos? kkkkkk

      Excluir
    5. Relaxe, Alon.
      Não sou o anónimo que estava debatendo contigo, apenas coloquei aqui, minha opinião sobre o assunto;
      Você entende da escritura,
      Seus posts são ótimos,
      Mas mesmo assim, não quero que creia na divindade de jesus, mas pelo menos entenda a visão de quem acredita, por que você fala algumas asneiras nesse quesito cara.

      Paz

      Excluir
  18. Lucas qual a diferença entre livre arbítrio compatibilista e livre arbítrio libertário que os arminianos defendem. Qual é o correto? O que é molinismo? Isso é heresia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre livre arbítrio compatibilista e libertário leia o capítulo 2 do meu livro sobre o tema, você pode baixar por esse link:

      https://mega.nz/#!fspGDIbB!vPg_TGWrgrqfxyoNHw66XDXrZfei580m0O6zCfvGqs0

      Ou então ler online aqui:

      http://apologiacrista.com/determinismo-calvinista

      Ali eu explico em detalhes, mas resumidamente, o compatibilismo é uma tentativa fracassada de alguns calvinistas em tentar fundir o determinismo com o livre-arbítrio, algo que simplesmente não dá certo, uma vez que ambos são coisas mutuamente excludentes. O livre-arbítrio libertário é meramente o livre-arbítrio da forma que o entendemos, com o homem sendo livre para ter agido da forma contrária da qual acabou agindo, e assim sendo responsável pelos seus próprios atos.

      Sobre molinismo, não é uma heresia, recomendo estes artigos para entender melhor:

      http://www.reasonablefaith.org/portuguese/Molinismo-Conhecimento

      https://williamlanecraig.wordpress.com/tag/molinismo/

      Abs.

      Excluir
  19. Oi Lucas.
    Bem vindo novamente.
    Caso você seja convidado a um culto ecumênico (com católicos, ortodoxos, protestantes e outros grupos cristãos) você iria? Por quê?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, porque na maioria das vezes, estes cultos visam o sincretismo entre as religiões, algo parecido com o que ocorreu com o Cristianismo ocidental no século IV e que começou toda essa confusão doutrinária que se vê hoje. Mas se fosse para se reunir em particular com um padre, ou um líder ortodoxo, ou um sacerdote de qualquer religião que seja, para conversar sobre coisas da vida e não para sincretismo ecumênico, obviamente não teria problema algum.

      Excluir
  20. Fundir o livre arbítrio com o determinismo é a pessoa fazer algo só que a pessoa acha que ela fez pelo livre arbítrio só que no fundo ela foi determinada por Deus? é isso?
    Os calvinistas usam o termo livre agência e diferencia do livre arbitrio. Eles dizem que o homem pode sim fazer escolhas, como escolher a roupa que vai vestir e isso é livre agência, mas não podem escolher se vão se salvar e isso é livre arbítrio. Você faz a essa diferença entre palavras?

    Hoje o homem não tem mais o livre arbitrio como tinha Adão e Eva né? O livre arbítrio do homem hj é escravo tendendo para o mal, e ele precisa da graça preveniente para ter seu livre arbitrio restaurado para buscar a Deus, pois o homem por si só não pode buscar a Deus sem o auxílio da graça.

    Achei confuso esse negócio de molinismo. É o mesmo que arminianismo?O que é certo o arminianismo ou o molinismo? Você poderia diferenciar um do outro de forma simples, pois sou leigo no assunto.Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Fundir o livre arbítrio com o determinismo é a pessoa fazer algo só que a pessoa acha que ela fez pelo livre arbítrio só que no fundo ela foi determinada por Deus? é isso?"

      Sim, é por aí.

      "Os calvinistas usam o termo livre agência e diferencia do livre arbitrio. Eles dizem que o homem pode sim fazer escolhas, como escolher a roupa que vai vestir e isso é livre agência, mas não podem escolher se vão se salvar e isso é livre arbítrio. Você faz a essa diferença entre palavras?"

      Essa tal "livre agência" dos calvinistas é uma falácia total, porque até as coisas mais corriqueiras do dia a dia como trocar de roupa os calvinistas afirmam que foi determinado por Deus desde antes da fundação do mundo, no determinismo TUDO, sem exceção, INCLUINDO O PECADO foi determinado por Deus e nós não temos absolutamente NENHUMA possibilidade de agir em contrário a este decreto, portanto essa livre agência não serve literalmente para nada, a não ser que o calvinista em questão não seja um determinista, e neste caso ele não poderia ser identificado como um calvinista propriamente dito.

      "Hoje o homem não tem mais o livre arbitrio como tinha Adão e Eva né? O livre arbítrio do homem hj é escravo tendendo para o mal, e ele precisa da graça preveniente para ter seu livre arbitrio restaurado para buscar a Deus, pois o homem por si só não pode buscar a Deus sem o auxílio da graça"

      Sim, exatamente.

      "Achei confuso esse negócio de molinismo. É o mesmo que arminianismo?O que é certo o arminianismo ou o molinismo? Você poderia diferenciar um do outro de forma simples, pois sou leigo no assunto.Obrigado"

      Não são concorrentes, dá para crer nas duas coisas sem problema, é por isso que eu não trato de molinismo no livro. Molinismo é basicamente crer que Deus tem um "conhecimento médio" das coisas que iriam acontecer mas que não aconteceram de fato porque você tomou uma decisão contrária. Por exemplo, quando Jesus diz que SE o evangelho fosse anunciado em Tiro e em Sidom aquelas cidades teriam se arrependido, isso é um exemplo de conhecimento médio, Deus sabia como aquelas cidades reagiriam à pregação do evangelho mesmo sem aquilo ter acontecido de fato. Eu creio no conhecimento médio, embora o ache completamente desnecessário para se resolver qualquer dos ditos "dilemas" entre soberania e livre-arbítrio, mas há arminianos que não creem assim, e que acham que Deus só conhece aquilo que de fato vai acontecer, e não aquilo que poderia acontecer mas não aconteceu, ou seja, não todos os "mundos possíveis", mas apenas este presente.

      Excluir
    2. Da onde vc tirou que os calvinistas dizem que até trocar de roupa foi determinado por Deus? Eu nunca vi eles dizerem isso? Qual documento está isso? Procure em sites calvinistas que vc verá que eles creem que o homem tem poder para fazer escolhas, exceto salvar e iniciar a salvação.

      Molinismo é tipo Deus saber o que aconteceria se eu fosse para a Europa, mas eu resolvi não ir. Que coisa estranha isso. Esse termo ´´ conhecimento médio´´soa estranho, não seria melhor ´´conhecimento total´´. Mas aonde vc usa o molinismo na sua teologia? Eu nunca vi vc falar sobre isso.

      Se uma pessoa perder a salvação, ela tem o nome tirado do livro da vida, mas depois disso ela não pode se arrepender e ter o nome reescrito no livro da vida. Um pastor disse que depois que a pessoa se apostatou e teve o nome apagado do livro da vida,o proprio Deus endurece o coração da pessoa para ela não voltar mais pra Deus. isso é verdade? tem base bíblica?Obrigado

      Excluir
    3. Lucas, gosto muito do seu trabalho de teólogo, admiro o modo como você escreve bem, mas acho que as vezes você não fala bem sobre Calvinismo.

      "Essa tal "livre agência" dos calvinistas é uma falácia total, porque até as coisas mais corriqueiras do dia a dia como trocar de roupa os calvinistas afirmam que foi determinado por Deus desde antes da fundação do mundo, no determinismo TUDO, sem exceção, INCLUINDO O PECADO foi determinado por Deus e nós não temos absolutamente NENHUMA possibilidade de agir em contrário a este decreto, portanto essa livre agência não serve literalmente para nada, a não ser que o calvinista em questão não seja um determinista, e neste caso ele não poderia ser identificado como um calvinista propriamente dito."

      Meia-verdade. Os Calvinistas que defendem que TUDO foi decretado por Deus são os de linha Supralapsariana. Os de linha Infralapsariana e Amyraldista(meu caso) não defendem que Deus decretou tudo.

      Há um grande debate para saber-se de qual das 3 linhas teológicas Calvino pertencia. Porque existem textos que ele parece defender cada uma das 3 teses, então fica realmente difícil saber. Também não existia essa divisão no tempo dele.

      E dizer que "ser Calvinista" = "ser determinista"? Poxa, Lucas.

      Abraço.

      Excluir
    4. "Da onde vc tirou que os calvinistas dizem que até trocar de roupa foi determinado por Deus? Eu nunca vi eles dizerem isso? Qual documento está isso? Procure em sites calvinistas que vc verá que eles creem que o homem tem poder para fazer escolhas, exceto salvar e iniciar a salvação"

      Eu já havia passado pra você (em minha resposta anterior) o capítulo 2 do meu livro sobre o tema, especificamente a parte que aborda o determinismo, eu acho que se eu passo alguma fonte de estudo a alguém como resposta a alguma questão o mínimo aconselhavel a se fazer é dar uma checada nessa fonte, mas parece que você nem abriu o link porque ali estão todas as citações de diversos autores calvinistas dos mais renomados e conhecidos, e de fontes oficiais como Westminster, em favor do determinismo no seu sentido mais completo do termo. Não vou copiar e colar aqui todas as citações, isso seria desnecessário e implicaria em uns 20 posts de resposta, por isso por favor, LEIA ao menos as citações presentes no artigo abaixo, pelo menos na parte que fala especificamente do determinismo no calvinismo:

      http://apologiacrista.com/determinismo-calvinista

      "Molinismo é tipo Deus saber o que aconteceria se eu fosse para a Europa, mas eu resolvi não ir. Que coisa estranha isso. Esse termo ´´ conhecimento médio´´soa estranho, não seria melhor ´´conhecimento total´´. Mas aonde vc usa o molinismo na sua teologia? Eu nunca vi vc falar sobre isso"

      Mas não importa o que a gente acha, eu também acho que soa estranho o termo "conhecimento médio", mas em teologia devemos aceitar que termos assim são criados antes de nós e não cabe a nós trocar as expressões ao nosso bel-prazer. Quanto a eu não usar o molinismo na teologia, eu já tinha respondido sobre isso na minha resposta anterior, onde eu disse que pra mim isso é irrelevante já que o molinismo não é necessário, ao meu ver, para explicar o tal "dilema" entre soberania divina versus livre-arbítrio, por isso eu não falo sobre molinismo, nem a favor e nem contra.

      "Se uma pessoa perder a salvação, ela tem o nome tirado do livro da vida, mas depois disso ela não pode se arrepender e ter o nome reescrito no livro da vida. Um pastor disse que depois que a pessoa se apostatou e teve o nome apagado do livro da vida,o proprio Deus endurece o coração da pessoa para ela não voltar mais pra Deus. isso é verdade? tem base bíblica?Obrigado"

      Há o texto de Hebreus 6:4-8 que passa essa noção sim, se a pessoa chega a um certo nível de comunhão com Deus e depois renega o sangue de Cristo derramado por ela de forma deliberada e consciente, ela não tem mais chances de voltar, é o que afirma o texto claramente. Mas é evidente que há pessoas que não entram no conjunto dos versos 4 a 5, ou seja, pessoas que uma vez foram alcançadas, mas que não chegaram ao ponto de "provar do dom celestial" e "experimentar os poderes da era que há de vir" (como recém-convertidos e crentes fracos na fé, por exemplo), essas pessoas podem acabar caindo sem necessariamente estarem impossibilitadas de voltar a crer. Ou seja, na minha forma de ver esta questão, Hebreus 6:4-8 está falando de um tipo específico de crente que cai, e não de todos os crentes que já tivessem caído em algum momento da vida, ou que viessem a cair. Talvez o pastor em questão tenha confundido as coisas e generalizado como se aquele texto falasse de todos os tipos de pessoas que caíram da fé, e por isso tirado essa conclusão.

      Excluir
    5. "Meia-verdade. Os Calvinistas que defendem que TUDO foi decretado por Deus são os de linha Supralapsariana. Os de linha Infralapsariana e Amyraldista(meu caso) não defendem que Deus decretou tudo. Há um grande debate para saber-se de qual das 3 linhas teológicas Calvino pertencia. Porque existem textos que ele parece defender cada uma das 3 teses, então fica realmente difícil saber. Também não existia essa divisão no tempo dele"

      Me desculpe, eu respeito a sua opinião e tudo mais, se você acha que há dúvidas sobre o que Calvino cria tudo bem, mas eu também tinha dúvidas até ler as Institutas e constatar que era absolutamente indiscutível que para Calvino o determinismo divino alcançava tudo, até mesmo o pecado e as coisas mais banais do dia a dia. As citações abaixo que eu extraí das Institutas provam isso incontestavelmente:

      Assim se deve entender que todas e quaisquer eventuações que se percebem no mundo provêm da operação secreta da mão de Deus”[4]

      “Por isso, pois, ele é tido por onipotente, não porque de fato possa agir, contudo às vezes cesse e permaneça inativo; ou, por um impulso geral de continuidade ao curso da natureza que prefixou, mas porque, governando céu e terra por sua providência, a tudo regula de tal modo que nada ocorra senão por sua determinação”[5]

      “Já que estamos debaixo de sua mão, nada sofremos senão pela ordenação e mandado de Deus. Pois, se o governo de Deus assim se estende a todas as suas obras, é pueril cavilação limitá-lo ao influxo da natureza”[6]

      “E a este ponto se estende a força da divina providência, não somente que sucedam as eventuações das coisas como haja previsto ser conveniente, mas também que ao mesmo se incline a vontade dos homens. Verdade é que, se atentamos para a direção das coisas externas segundo nosso modo de ver, até este ponto nada haveremos de duvidar que estão situadas sob o arbítrio humano. Se, porém, damos ouvidos a tantos testemunhos que proclamam que também nestas coisas externas o Senhor rege a mente dos homens, somos compelidos a sujeitar o próprio arbítrio ao impulso especial de Deus”[7]

      “De tudo constituímos a Deus árbitro e moderador, o qual, por sua sabedoria, decretou desde a extrema eternidade o que haveria de fazer, e agora, por seu poder, executa o que decretou. Daí, afirmamos que não só o céu e a terra, e as criaturas inanimadas, são de tal modo governados por sua providência, mas até os desígnios e intenções dos homens, são por ela retilineamente conduzidos à meta destinada”[8]

      “Portanto, quem quiser guardar-se desta infidelidade, tenha sempre em lembrança que não há nas criaturas nem poder, nem ação, nem movimento aleatórios; ao contrário, são de tal modo governados pelo conselho secreto de Deus, que nada acontece senão o que ele, consciente e deliberadamente, o tenha decretado”[9]

      “E quanto às coisas inanimadas, por certo assim se deve pensar: embora a cada uma, individualmente, lhe seja por natureza infundida sua propriedade específica, entretanto não exercem sua força senão até onde são dirigidas pela mão sempre presente de Deus. Portanto, nada mais são do que instrumentos aos quais Deus instila continuamente quanto quer de eficiência e inclina e dirige para esta ou aquela ação, conforme seu arbítrio”[10]

      “Se acolhemos essas razões, é certo que não cai sequer uma gota de chuva, a não ser pela explícita determinação de Deus”[11]

      “Concluo que vento algum jamais surge ou se desencadeia a não ser por determinação especial de Deus”[12]

      “Por certo que até o vôo das aves é governado pelo determinado conselho de Deus”[13]

      “Digam agora que o homem é movido por Deus segundo a inclinação de sua natureza, mas ele próprio dirige o movimento para onde bem quiser. Ora, se isso realmente fosse assim, com o homem estaria o arbítrio de seus caminhos. Talvez o negarão, porquanto o homem nada pode sem o poder de Deus. Quando, porém, se evidencia que o Profeta e Salomão atribuem a Deus não apenas poder, mas também escolha e determinação, de modo algum conseguem desvencilhar-se”[16]

      Excluir
    6. “Portanto, cabe-nos provar que Deus rege de tal modo cada evento individual, e de tal sorte todos eles provêm de seu conselho determinado, que nada acontece por acaso”[17]

      “Nem é tão crasso o erro daqueles que atribuem a Deus o governo das coisas; todavia, como já o disse, um governo confuso e geral, isto é, um governo que, mediante um movimento geral, revolve e impulsiona a máquina do orbe, com todas as suas partes, uma a uma; no entanto, ele não dirige especificamente a ação de cada criatura. Contudo, nem mesmo tal erro é tolerável. Porque ensinam que esta providência, à qual chamam universal, não impede que alguma criatura se mova de um lugar a outro, nem que o homem faça o que bem exige seu arbítrio. E assim fazem uma divisão entre Deus e o homem: aquele, por seu poder, insufla a este um movimento pelo qual possa agir de conformidade com a natureza nele infundida; este, porém, governa suas ações por determinação da própria vontade. Em suma, querem que o universo, as coisas humanas e os próprios homens sejam governados pelo poder de Deus, porém não por sua determinação”[18]

      “Se alguém cai nas garras de assaltantes, ou de animais ferozes; se do vento a surgir de repente sofre naufrágio no mar; se é soterrado pela queda da casa ou de uma árvore; se outro, vagando por lugares desertos, encontra provisão para sua fome; arrastado pelas ondas, chega ao porto; escapa milagrosamente à morte pela distância de apenas um dedo; todas essas ocorrências, tanto prósperas, quanto adversas, a razão carnal as atribui à sorte. Contudo, todo aquele que foi ensinado pelos lábios de Cristo de que todos os cabelos da cabeça lhe estão contados [Mt 10.30], buscará causa mais remota e terá por certo que todo e qualquer evento é governado pelo conselho secreto de Deus”[19]

      “Ora, as guerras, a fome, as pestes, as doenças são tanto maldições de Deus quanto o próprio juízo da morte eterna, enquanto são infligidas com este propósito: que sejam instrumentos da ira e da vingança do Senhor contra os réprobos”[20]

      “Afinal de contas, se todo bom êxito é bênção de Deus, toda calamidade e adversidade são sua maldição, já não se deixa nenhum lugar à sorte ou ao acaso nas coisas humanas”[21]

      “Tudo o que de próspero há emana da fonte da bênção de Deus; todas as coisas adversas são maldições suas”[22]

      “Se aqueles aos quais impugno dizem que Deus se mostra mui liberal para com os homens, porque infunde ao céu e à terra uma força regular para que nos provejam de alimentos, isso não é senão uma fantasia inconsistente e profana; seria como negar que a fertilidade de um ano é uma bênção singular de Deus, e a esterilidade e a fome são sua maldição e castigo”[23]

      “Imaginemos, por exemplo, um mercador que, havendo entrado em uma zona de mata com um grupo de homens de confiança, imprudentemente se desgarre dos companheiros, em seu próprio divagar seja levado a um covil de salteadores, caia nas mãos dos ladrões, tenha o pescoço cortado. Sua morte fora não meramente antevista pelo olho de Deus, mas, além disso, é estabelecida por seu decreto”[26]

      “Do quê concluímos que nada de mal eles sustém que não proceda do justíssimo juízo de Deus que lhes é infligido”[27]

      “Uma vez que a vontade de Deus é a causa de todas as coisas, a providência é estatuída como moderatriz em todos os planos e ações dos homens, de sorte que não apenas comprove sua eficiência nos eleitos, que são regidos pelo Espírito Santo, mas ainda obrigue os réprobos à obediência”[29]

      “Portanto, o homem cai porque assim o ordenou a providência de Deus”[33]

      “Os crimes não são cometidos senão pela administração de Deus. E eu concedo mais: os ladrões e os homicidas, e os demais malfeitores, são instrumentos da divina providência, dos quais o próprio Senhor se utiliza para executar os juízos que ele mesmo determinou. Nego, no entanto, que daí se deva permitir-lhes qualquer escusa por seus maus feitos”[34]

      Excluir
    7. “A suma vem a ser isto: que, feridos injustamente pelos homens, posta de parte sua iniqüidade, que nada faria senão exasperar-nos a dor e acicatar-nos o ânimo à vingança, nos lembremos de elevar-nos a Deus e aprendamos a ter por certo que foi, por sua justa adminitração, não só permitido, mas até inculcado, tudo quanto o inimigo impiamente intentou contra nós”[35]

      “A Queda de Adão foi preordenada por Deus, e daí a perdição dos réprobos e de sua linhagem”[36]

      “Quando perecem em sua corrupção, outra coisa não estão pagando senão as penas de sua miséria, na qual, por sua predestinação, Adão caiu e arrastou com ele toda sua progênie. Deus, pois, não será injusto, que tão cruelmente escarnece de suas criaturas? Sem dúvida confesso que foi pela vontade de Deus que todos os filhos de Adão nesta miserável condição em que ora se acham enredilhados”[37]

      “Pois não é provável que o homem tenha buscado sua perdição pela mera permissão de Deus, e não por sua ordenação”[38]

      “Negam que subsista em termos explícitos que por Deus foi decretado que Adão perecesse por sua apostasia. Como se realmente esse mesmo Deus, que a Escritura proclama ‘fazer tudo quanto quer’ [Sl 115.3], haja criado a mais nobre de suas criaturas com um fim ambíguo! Dizem que foi apanágio do livre-arbítrio que ele próprio dispusesse seu destino; Deus, porém, não destinou nada, senão que o tratasse conforme seu mérito. Se tão insípida invenção for aceita, onde estará aquela onipotência de Deus pela qual, segundo seu conselho secreto, o qual de nenhuma outra coisa depende, a tudo governa e regula?”[39]

      “Mas, replicarão, a não ser que ele quisesse os roubos, os adultérios e os homicídios, não o haveríamos de fazer. Concordo. Entretanto, porventura fazemos as coisas más com este propósito, ou, seja, que lhe prestemos obediência? Com efeito, de maneira alguma Deus não no-las ordena; antes, pelo contrário, a elas nos arremetemos, nem mesmo cogitando se ele o queira, mas de nosso desejo incontido, a fremir tão desenfreadamente, que de intento deliberado lutamos contra ele. E, por essa razão, ao fazermos o mal, servimos a sua justa ordenação, porquanto, em decorrência da imensa grandeza de sua sabedoria, ele sabe, bem e convenientemente, fazer uso dos instrumentos maus para efetuar o bem”[41]

      “Além disso, sua perdição de tal maneira pende da predestinação divina, que ao mesmo tempo há de haver neles a causa e a matéria dela. O primeiro homem, pois, caiu porque o Senhor assim julgara ser conveniente. Por que ele assim o julgou nos é oculto”[42]

      Todas as devidas referências se encontram no final desta página do meu outro site:

      http://apologiacrista.com/determinismo-calvinista

      Portanto, se a visão de Calvino era de que tudo, sem exceção, é determinado por Deus, não vejo como uma visão contrária a essa possa ser legitimamente considerada "calvinista". Afinal, determinar algumas coisas e não determinar outras coisas é justamente o que os arminianos sempre afirmaram...

      Excluir
    8. Eu entendi sua colocação e até li seu artigo onde vários autores calvinistas dizem que tudo foi determinado por Deus, mas acontece que quando se joga isso na cara dos calvinistas eles negam que isso seja verdade e dizem que eles não pensam assim.

      Em relação a apostasia eu tb diferencio um desvio temporarário que nãi é apostasia, da apostasia propriamente dita.É verdade que é Deus que endurece o coração do apóstata para ele nunca mais voltar para Deus? A base bíblica para isso é o caso do faraó?

      Nós cremos que Deus pode apagar o nome das pessoas no livro da vida, mas não cremos que em cada pecado que a pessoa comete ele apaga e depois quando a pessoa se arrepende ele coloca de novo o nome no livro da vida né? Ele só apaga em caso de apostasia né? E outra, os calvinistas nos acusam de nós mesmos sermos contra a presciência de Deus, porque se Deus é presciênte e ele poe o nome da pessoa no livro da vida para depois ter que tirar, então quer dizer que a prescência de Deus falhou e ele não sabia que a pessoa iria cair. Como vc vê isso?

      Depois que Deus derrama a graça preveniente, a pessoa tem o livre arbítrio restaurado e ela pode escolher entre resistir ou não a essa graça preveniente. A pessoa responde a isso através da fé, mas essa fé quem dá a pessoa é Deus? a fé é um dom de Deus? se é Deus que dá a fé, porque todos não respondem sim a graça? A fé é uma obra do homem? Primeiro vez a fé, mas depois a regeneração, mas da onde vem essa fé? é Deus que dá fé a uns e outros não, pois se ambos escutam a palavra e a fé vem por ouvir a palavra, pq uns recebem mais fé do que outros? obrigado.

      Excluir
    9. Lucas, então eu, que sou de linha Amyraldista (calvinismo de 4 pontos), e concordo com 90% de tudo que Calvino diz com exceção do determinismo, você não me enxerga como calvinista?

      Excluir
    10. "Eu entendi sua colocação e até li seu artigo onde vários autores calvinistas dizem que tudo foi determinado por Deus, mas acontece que quando se joga isso na cara dos calvinistas eles negam que isso seja verdade e dizem que eles não pensam assim"

      Então mostre todos estes documentos a eles, incluindo principalmente as declarações explícitas e categóricas do próprio Calvino, e peça uma declaração de fé autorizada de uma igreja reformada antiga que ensine algo contrário ao determinismo (não existe).

      "Em relação a apostasia eu tb diferencio um desvio temporarário que nãi é apostasia, da apostasia propriamente dita.É verdade que é Deus que endurece o coração do apóstata para ele nunca mais voltar para Deus? A base bíblica para isso é o caso do faraó?"

      Não é exatamente assim, Deus não precisa endurecer nada porque naturalmente o coração de um incrédulo ou descrente já é contrário a Deus, já é "morto em seus delitos e pecados", então Deus não precisa forçar uma coisa que já aconteceria naturalmente. O que de fato acontece e é chamado de "endurecimento" da parte de Deus se refere ao fato de que Deus deixa de derramar a graça preveniente para a pessoa que zombou de Deus e pisou no sangue de Cristo, e assim o indivíduo não tem chances de ser iluminado novamente para vencer sua natureza carnal e inclinada para o pecado. Trata-se então de um tipo de "endurecimento passivo", e não ativo, algo que é reconhecido até mesmo por certos calvinistas de renome como R. C. Sproul, veja as citações no meu livro ou digite "Faraó" no campo de busca deste artigo para achar o tópico referente a isso:

      http://apologiacrista.com/como-entender-a-predestinacao

      Sobre o livro da vida, Deus apagar não tem nada a ver com sua presciência tem falhado, isso seria a mesma acusação dos ateus que usam o caso da prova de Abraão no monte com Isaque como uma "prova" de que Deus não era presciente já que se ele fosse presciente ele já saberia que Abraão seria fiel e portanto não teria pedido "prova" nenhuma para ver se era ou não. O mesmo vale para o pecado de Adão, para a rebelião de Satanás no céu (que Deus criou mesmo sabendo que se rebelaria), e assim por diante. Acontece que Deus, embora seja onisciente, não pauta as suas ações com base na sua onisciência, ou seja, na maioria das vezes ele age da mesma forma que agiria caso não fosse onisciente, essa é a razão pela qual vemos tantos exemplos do tipo na Bíblia, o que inclui o caso do livro da vida e dos nomes apagados dele (que, diga-se de passagem, é dito EXPLICITAMENTE que são apagados mesmo).

      Sobre a questão da fé e regeneração, leia aqui:

      http://apologiacrista.com/monergismo-ou-sinergismo

      Abs.

      Excluir
    11. "Lucas, então eu, que sou de linha Amyraldista (calvinismo de 4 pontos), e concordo com 90% de tudo que Calvino diz com exceção do determinismo, você não me enxerga como calvinista?"

      Não como um calvinista completo, apenas como alguém que se identifica com muita coisa do calvinismo, mas não totalmente.

      Excluir
    12. Nós podemos rejeitar a fé ? Nunca vi isso.Primeiro Deus derrama a graça preveniente e em seguida ele derrama a fé ? Eu posso não resistir a graça mas em seguida resistir a fé? e dai como fica? Mas a Bíblia diz que cada pessoa aumenta a sua propria fé ouvindo a palavra de Deus mais e mais.
      O pastor Vailatti diz que não é Deus que concede a fé e que não é Ele que dá a fé para as pessoas. Ele tb diz que o texto de Efesios 2:8 diz que a salvação não vem de nós e sim vem de Deus. O termo ´´isto não vem de vós é dom de Deus´´ se refere apenas a ´´salvação´´ e não a ´´ fé´´ . O vailatti diz que a fé é obra do homem mas ela não é meritória.
      Eu juro pra vc que eu não entendi nada.

      Excluir
    13. Deus dá a fé, eu citei vários versículos no artigo que mostram isso muito mais do que Efésios 2:8, mas o homem é que decide O QUE FAZER com essa fé que ele recebeu de Deus. Ele pode:

      (I) Rejeitá-la totalmente (e neste caso estaria rejeitando a graça e apostatando).

      (II) Diminuí-la (como no caso daquelas pessoas que foram criticadas por Jesus pela pouca fé que possuíam).

      (III) Aumentá-la (como no exemplo do grão de mostarda, que no início é a menor das sementes mas depois cresce e se torna a maior das hortaliças).

      Abs.

      Excluir
  21. Peshitta e a Bíblia do King James são boas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, são versões bastante populares e respeitadas no meio acadêmico.

      Excluir
  22. É melhor rezar o Pai Nosso em aramaico ou em português?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tanto faz, Deus escuta em todas as línguas.

      Excluir
  23. Para um melhor entendimento da Sagrada escritura devo aprender aramaico, grego ou hebraico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor seria o grego por causa do NT que é mais atual pros dias de hoje, o hebraico é referente ao AT e o aramaico apenas a pequenas partes da Bíblia como alguns capítulos do livro de Daniel, portanto na minha visão a prioridade seria o grego para quem quiser aprender um idioma bíblico.

      Excluir
  24. Tu apoia Israel ou Palestina?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Israel. Escrevi sobre isso aqui:

      http://ocristianismoemfoco.blogspot.in/2015/08/minha-opiniao-sobre-guerra-em-israel_7.html

      Excluir
  25. Qual a diferença entre puritano, independente, presbiteriano? Todo puritano é presbiteriano, mas nem todo presbiteriano é puritano? Certo esse pensamento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, puritano era uma vertente considerada mais rigorosa em relação ao presbiterianismo de modo geral, mas nem todo presbiteriano era um puritano como o eram John Bunyan e John Owen por exemplo. Sobre a Presbiteriana Independente, é uma igreja que surgiu no Brasil em rompimento com a presbiteriana internacional para tentar tornar a igreja presbiteriana brasileira mais auto-suficiente e não dependente das igrejas de lá, mas doutrinariamente falando, eles creem e defendem as mesmas doutrinas históricas do presbiterianismo tradicional.

      Excluir
  26. O que é Igreja Kalleyana? Ela é puritana e qual a relação deles com o pietismo,?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma igreja de linha reformada e puritana, e dado o fato de que puritanismo e pietismo defendem os mesmos princípios básicos, ela se identifica com o pietismo também. Se quiser ler algo aprofundado sobre isso eu recomendo este artigo deles:

      https://igrejakalleyana.wordpress.com/kalleyana/

      Excluir
  27. Qual sua opinião sobre o chabad Lubavitch e sobre Dor Leon Attar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não concordo com o primeiro, até porque não sou judeu e creio em Jesus como o Messias e não no rabi Menachem Mendel Schneerson, e não conheço o segundo para opinar sobre ele.

      Excluir
  28. O q vc acha dos coptas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mesmo que eu penso dos ortodoxos em geral, que você pode ler aqui:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/09/semelhancas-e-diferencas-entre.html

      Excluir
  29. LUCAS O QUE VOCE ACHA DO PADRE CARISMATICO JONAS ABIB. ABRAÇOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um fraudulento que ensina o povo católico a falar em línguas repetindo palavras desconexas, veja a aberração:

      https://www.youtube.com/watch?v=NKdZ-0OHn1g

      Excluir
  30. Bem vindo de volta! Kk :)
    Lucas, eu n consegui visualizar sua resposta no outros post, por isso estou repostando a minha pergunta aqui (espero q vc n se importe em responder novamente)

    http://pt.slideshare.net/mobile/gilbertolace3/que-falem-os-primeiros-cristos-david-w-bercot
    Mas e essas citações dos pais sobre a salvação? (Pag 40)
    Dando ênfase tbm no terceiro parágrafo da pag 44

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, segue a resposta dada no post anterior:

      Dizer que seremos recompensados pelas nossas obras, ou que devemos guardar os mandamentos para sermos salvos, etc, não é nenhuma refutação à Sola Fide, a salvação pela fé presume a participação do crente em boas obras decorrentes da fé, senão é uma fé morta sem efeito nenhum, que de modo algum tem a ver com a fé salvífica e genuína da qual falava o apóstolo Paulo e os demais. Portanto os textos não são contraditórios e nem mutuamente excludentes, mas complementares - somos salvos pela fé, e essa fé é comprovada pelas obras que a acompanham, portanto só quem tem obras pode ser salvo.

      Abs!

      Excluir
  31. Faz um artigo sobre o Ante Pavelic, fascista croata que teve ajuda dos papistas para fugir do país e que foi responsável pelo extermínio de milhões de sérvios e judeus.

    ResponderExcluir
  32. É verdade que a igreja católica já teve papas ateus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ateus declarados não, mas já teve muitos papas pedófilos, sodomitas, assassinos, ladrões, corruptos, incestuosos, estupradores, que viviam com prostitutas, e assim por diante. Ou seja, pessoas que mantinham o discurso de crer em Deus para se manter na cátedra, mas que dificilmente criam de fato.

      Excluir
  33. Olá Lucas.
    Sou protestante e meu filho estuda em uma escola católica. Lá a madre superior me perguntou se haveria alguma restrição à educação (inclusive religiosa) do meu filho. Eu achei prudente dizer que não pois se trata apenas de uma criança. Pensei, qualquer "correção" oportunamente será feita. O que você acha? Agi corretamente? Qual o procedimento mais sensato já que se trata de uma excelente escola?
    obrigado amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo que você agiu corretamente sim, por mais que seja uma instituição católica, eles não vão fazer lavagem cerebral no seu filho, é diferente de uma catequese, pelo menos eu nunca vi relatos de uma criança ter se tornado católica pelo simples fato de ter estudado em uma escola católica, ela vai saber o caminho certo a ser seguido em casa e na igreja. As matérias que são ensinadas numa escola católica são as mesmas que são ensinadas nas outras escolas, e em algumas instituições católicas como a PUC há professores que nem sequer católicos são, são instituições que já estão bastante secularizadas com o passar do tempo.

      Eu estudei quatro anos em colégio adventista e nas aulas de ensino religioso não se ensinava adventismo, apenas preceitos cristãos a respeito de moral e prática que crentes de qualquer denominação concordariam com naturalidade. Não sei se em escolas católicas é o mesmo, mas não penso que seja tão diferente. Agora, se por alguma razão a coisa for diferente e o seu filho disser que está se sentindo incomodado com alguma forte doutrinação pró-católica e antibíblica, aí o sensato seria mudar mesmo.

      Abs.

      Excluir
  34. Lucas quem está certo em relação a graça preveniente? o arminianismo clássico ou o arminianismo wesleyano? porque ambos se diferem em relação ao modo operante da graça preveniente. O arminianismo clássico diz que ela vem quando se prega a Palavra e o arminianismo wesleyano diz que ela vem com a morte de Cristo provado pelo texto de João 12:32 que diz:´´e Eu quando for levantado da terra, atrairei todos a mim´´.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendo que haja uma contradição, as duas coisas são complementares, foi a morte de Cristo que abriu as portas para a graça preveniente entrar, ou seja, a partir dali as pessoas passam a estar aptas a receber a graça preveniente, mas isso não significa que ela irá se manifestar o tempo todo em cada momento da vida de cada pessoa, em geral isso ocorre quando é anunciado o evangelho, por isso eu vejo as coisas como complementares.

      Excluir
  35. Como os católicos e o Vaticano vêem a astrologia? Em Levítico 19:26 há a condenação tácita e firme. Olavo de carvalho é astrologo e católico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Igreja Católica condena a astrologia, veja este artigo do Orlando Fedeli sobre isso:

      http://www.montfort.org.br/bra/veritas/igreja/olavo-de-carvalho-catolico-ou-astrologo/

      O Olavo se diz católico, mas não segue as orientações da igreja dele nesta questão.

      Excluir
  36. Qual deve ser a posição dos cristãos frente ao aborto???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A posição a favor da vida desde a sua concepção. Escrevi sobre isso aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.in/2015/02/por-que-sou-contra-o-aborto_14.html

      Excluir
  37. Tu conhece algum grande romancista cristão tirando Dostoievsky, Tolstoi, CS Lewis e Dickens?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem o John Bunyan também, que escreveu o clássico "O Peregrino".

      Excluir
  38. https://bereianos.blogspot.com.br/2016/11/refutando-o-aniquilacionismo.html

    Lucas, o que acha desse artigo que ''refuta'' o aniquilacionismo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito muito muito mas muito fraca. Apesar de que tudo ali já foi refutado em milhares de páginas já escritas nos meus livros e artigos sobre o tema, vou tecer uns comentários breves:

      1) Dos textos que ele citou como supostamente favorecendo o dualismo na Bíblia, NENHUM deles expressa de fato um dualismo no estilo platônico imortalista do termo, no máximo abordam CARACTERÍSTICAS diferentes de UM MESMO indivíduo, isso é o que os holistas sempre ensinaram, que corpo, alma e espírito são características de uma mesma pessoa, por isso é algo absolutamente natural que a Bíblia trace contrastes entre mente (às vezes representada pela alma) e carne (às vezes representada pelo corpo), ou com o espírito (embora quase sempre o correto seria "Espírito", com maiúscula, conforme traduz a NVI, em referência ao Espírito Santo e não ao nosso espírito, não obstante o nosso espírito possa representar por vezes na Bíblia o nosso lado espiritual no sentido de nossa proximidade ou distância na comunhão com Deus). Ou seja, toda essa linguagem não diz respeito a um dualismo platônico de corpo mortal versus alma imortal, de corpo mau versus alma boa, mas apenas expressa características presentes no ser humano que são representadas na Bíblia através da própria natureza humana, não apenas com alma e espírito, mas muitas vezes por meio também do coração, dos rins, etc. Sobre isso recomendo este estudo do Samuelle Bacchiocchi:

      http://www.verdadeonline.net/textos/cap2-ivimortal.htm

      http://www.verdadeonline.net/textos/cap3-ivimortal.htm

      2) Os outros textos que ele cita, são argumentos batidos e ultrapassados que já foram todos refutados exegeticamente há muito tempo, como o argumento de Mateus 10:28:

      http://desvendandoalenda.blogspot.in/2012/12/podem-matar-o-corpo-mas-nao-alma.html

      3) O do ladrão da cruz:

      http://desvendandoalenda.blogspot.in/2013/07/estudo-completo-sobre-lucas-2343-hoje.html

      4) O da parábola do rico e Lázaro:

      http://desvendandoalenda.blogspot.in/2013/07/estudo-completo-e-aprofundado-sobre.html

      5) E os argumentos contra o aniquilacionismo final:

      https://www.youtube.com/watch?v=xe8iyCHN374

      6) Sobre a morte como sono ser uma figura de linguagem, isso é bastante óbvio, ninguém crê que os mortos estão literalmente "dormindo", o ponto é que a metáfora do sono faz MUITO MAIS SENTIDO para pessoas que após a morte estão realmente inconscientes e inativas, aguardando o despertar da ressurreição, do que para seres que já estão totalmente ativos e conscientes em comunhão com Deus sendo a ressurreição um mero detalhe desnecessário. Neste caso, o "sono" seria uma metáfora completamente inadequada para a morte. Este é o ponto crucial, no qual o autor não tocou.

      7) Eclesiastes não fala somente das coisas deste mundo, basta ler Eclesiastes 9:10 para ver que o autor fala do SHEOL, que, segundo os imortalistas, era o local onde as almas dos mortos iam em consciência plena e em atividade, não obstante Salomão o classifique como um lugar sem vida, sem consciência, sem atividade, sem obras, etc.

      Excluir
    2. 8) Ele não explicou nada sobre de que forma a ressurreição seria necessária para o cristão, só falou que a sem ressurreição não haveria redenção, ou seja, pra ele o importante é somente a redenção, a ressurreição não tem valor algum em si mesma, ela apenas serve para dar algum sentido à redenção. Isso prova o meu ponto no meu livro: os imortalistas não dão nenhum valor intrínseco à ressurreição, é como se não importasse nada, seu valor inato é zero, só serve se for para servir de auxiliar a outra coisa que eles realmente considerem importante.

      9) Legal, agora eles inventaram um "céu do estado intermediário" e outro "céu do estado eterno", de onde foi que ele tirou isso??? É claro que da Bíblia é que não foi.

      10) Não negou que a palavra inferno não aparece na Bíblia, só disse que é uma referência ao original geena (que tinha outro sentido), ou seja, confirmou o que eu disse no livro.

      11) Mais de 60 passagens que dizem que a alma morre contra NENHUMA que diga que ela é imortal, e a desculpa é que "alma é uma palavra polissêmica" e por isso, coincidentemente, tem tantos textos dizendo que ela morre contra nenhum dizendo que ela é imortal, mas ela é imortal sim, viva a polissemia...

      12) O problema é que o autor não vê a imortalidade como um dom em si mesmo, como a Bíblia ensina. Pra ele, uma vida eterna é algo natural que todos os homens possuem por natureza ou mérito, quando, biblicamente, a imortalidade da alma é um prêmio concedido somente aos que vencerem (Rm.2:7), e é obtida apenas por meio do evangelho (2Tm.1:10). A não ser que ele agora diga que o termo “imortalidade” também se refira “apenas aos crentes do céu e não aos ímpios”, o que seria ridículo e absurdo, terá que reconhecer que só tem uma existência eterna (imortal) os salvos.

      Abs.

      Excluir
    3. Obrigado, Lucas. Deixei algumas mensagens no seu perfil (facebook) mas acredito que você deve estar mais ativo aqui.

      Abs.

      Excluir
    4. Olá, para qual perfil você enviou? O da página ou meu perfil pessoal? Porque não consigo encontrar nenhuma mensagem de algum Gustavo Henrique em nenhum dos dois, se puder reenviar a mensagem seria melhor, embora eu prefira responder por aqui no blog mesmo porque assim mais pessoas podem ler e quem sabe tirar dúvidas de mais gente também. Abs!

      Excluir
    5. Olá, irei reenviar as mensagens no seu perfil pessoal, obrigado.

      Abs.

      Excluir
  39. Lucas o que você acha do professor Fábio Sabino?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu posso achar? Ele próprio assumidamente se diz não-cristão, diz que acredita em Deus mas não no Deus da Bíblia, seu ministério serve exclusivamente a atacar a Bíblia e mostrar supostos "erros" de seus escritores, já disse que Jesus era filho do demônio, já disse insistentemente que o apóstolo Paulo era um farsante, já disse várias vezes que Jesus era um falso Messias, enfim, não tem como levar a sério um cara desses, que é assumidamente um herege de marca maior. Você vai dizer que ele é inteligente e tals, nisso eu concordo, o cara conhece bem os idiomas originais e tudo mais, mas nada que qualquer herege clássico dos primeiros séculos do Cristianismo como um Marcião ou Ário não soubesse também.

      Excluir
  40. Pq o judaísmo acredita em reencarnação e o cristianismo não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas uma parcela do Judaísmo atual crê em reencarnação, a maioria continua crendo em ressurreição, e a crença dos judeus modernos não tem absolutamente nada a ver com a crença dos judeus do período bíblico de revelação especial a eles, ou seja, o que eles creem hoje em dia não importa em nada a um cristão.

      Excluir
  41. Oi Lucas.
    Vc poderia comentar sobre este artigo.
    http://ocatequista.com.br/archives/17756m

    ResponderExcluir
  42. Irmão, tens algum escrito sobre Willam Tyndale?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrevi bastante coisa sobre ele em um livro que estou escrevendo sobre a Inquisição, mas esta parte do livro eu ainda não postei no blog, quando eu postar eu coloco o link aqui.

      Excluir
  43. Qual ou quais a(s) vertente(s) cristã(s) mais "pura(s)" no sentido da ideia e da prática? Anabatistas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os anabatistas historicamente eram uma ala radical da Reforma, portanto eu não me identifico com eles. Partiularmente eu me enquadro em um tipo moderado de pentecostalismo, com algumas exceções.

      Excluir
  44. A Igreja Romana é a pu** do Apocalipse? Ou ela é a grande Babilônia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As duas coisas, a identidade da meretriz e da Babilônia é a mesma:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/06/um-resumo-completo-do-apocalipse.html

      Excluir
  45. Lucas, o que acha da posição do professor Rodrigo Silva? De que os irmãos de Jesus são filhos mais velhos de José com outra mulher, que, seguindo a tradição da época, ao ficar viúvo casou-se com uma parente, Maria no caso. Segundo ele, isso explicaria pontos do tratamento dos irmãos com ele e porque ao apóstolo João ficou encarregado os cuidados da mãe de jesus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem fundamento, primeiro porque dificilmente a Bíblia empregaria o termo "primogênito" em relação ao filho de MARIA (não apenas em relação a José) se esta não tivesse tido mais filhos, segundo porque Mateus diz claramente que eles não tiveram relações ATÉ que nascesse Jesus (e não "nunca"), e terceiro que se os irmãos de Jesus fossem filhos somente de José eles sequer seriam realmente irmãos de Jesus, já que biologicamente Jesus era filho somente de Maria sendo José apenas um "padrasto", e portanto para que os filhos dele fossem considerados irmãos DE JESUS era necessário que fossem também filhos de Maria.

      Isso que você chama de "tradição da época", na verdade não tem nada a ver com "a época" de Jesus ou da escrita dos evangelhos, mas se refere a uma tradição tardia tomada de um livro apócrifo da segunda metade do século II que está repleto de lendas sem fundamento, embora tenha ludibriado alguns cristãos daquele tempo. E sobre Jesus ter encarregado a João os cuidados de sua mãe, escrevi sobre isso aqui:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2012/08/mulher-eis-ai-o-teu-filho.html

      Excluir
  46. Olá Lucas.
    A paz de Cristo.
    Amigo gostaria de um artigo seu sobre o real significado da expressão bíblica nova criatura. Isso porque vi muitas explicações bonitas, elevadas e até exotéricas, mas com pouca aplicação prática. Não que a nossa esperança seja pra este mundo caído, mas será que a nossa fé se resume em apenas aguardar o céu e ficar tudo pra após a ressurreição? O que a Bíblia realmente ensina sobre o que recebemos ao tornarmos cristãos?
    Obrigado amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, a paz.

      A "nova criatura" de que Paulo fala nada mais se refere senão a uma mudança de vida e de mentalidade do cristão ainda nesta vida mesmo, não diz respeito a algo que ocorra depois da ressurreição, ou no céu, ou na eternidade. Quando por exemplo um bandido se converte e se arrepende verdadeiramente e deixa de roubar as pessoas e de praticar o mal, e passa a se consagrar inteiramente a Deus e a viver uma vida de justiça e retidão, é como se ele fosse uma nova pessoa, ou seja, uma "nova criatura".

      Na Bíblia temos muitos exemplos dos quais talvez o maior seja o de Paulo, que era assassino e perseguidos dos cristãos, e depois de ter uma experiência marcante de Deus passou a ser o maior missionário da história da Igreja. Ou também o exemplo de Zaqueu, que era um publicano ladrão e depois que conheceu Jesus não apenas se arrependeu de seus pecados como ainda fez questão de devolver quatro vezes mais a todo mundo que prejudicou. Isso é mudança de vida na prática, fruto de alguém que mudou totalmente de mentalidade em comparação com antes da conversão. É o que a Bíblia chama de nova criatura, diferente da que estava morta em seus delitos e pecados.

      Abs!

      Excluir
  47. LUCAS DEUS PODE AGIR NO MEIO DA RENOVAÇAO CARISMATICA CATOLICA? CONFORME ELES DIZEM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, Deus não age em meio à idolatria.

      Excluir
    2. Mas Lucas, a RCC não surgiu através da união entre católicos e Protestantes?

      Excluir
    3. Não, ela surgiu através do PLÁGIO de certas práticas do pentecostalismo protestante, mas mantendo de fundo uma doutrina romanista antibíblica e pagã.

      Excluir
  48. O que acha da Polônia (país católico) ter declarado Jesus Cristo como Rei e Senhor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo nada de mais, trata-se de uma festa católica comemorada no mundo inteiro chamada "Cristo Rei", os católicos poloneses costumam celebrar esta data publicamente, a única diferença que tornou a solenidade deste ano especial foi a presença do presidente do país em meio à solenidade, isso não significa que "A POLÔNIA" decretou isso ou aquilo, a presença do presidente ali não significa o fim do Estado laico neste país, da mesma forma que quando um governante brasileiro comparece a um evento evangélico como um culto ou uma Marcha pra Jesus não significa que ele esteja tornando toda a nação brasileira em evangélica em função de sua participação ali.

      Excluir
  49. JÁ QUE OS CATÓLICOS NÃO SE DESAPEGAM AOS "SANTOS", IDOLATRIA E ESCULTURAS, ELES PODERIAM SE CONVERTER A UMA IGREJA DO TIPO ORTODOXO (HÁ MUITAS SEMELHANÇAS ENTRE ELES). A IGREJA COPTA, ETÍOPE E GREGA SÃO BONS EXEMPLOS, APESAR DE AINDA NÃO ADOTAREM SOMENTE A ESCRITURA E A FÉ COMO BÚSSOLA DA VIDA CRISTÃ.

    ResponderExcluir
  50. IRMÃO, QUAL SUA OPINIAO SOBRE O PADRE FABIO DE MELO? ELE É UM GRANDE DIVISOR DE ÁGUAS NO CATOLICISMO - UMA ESPÉCIE DE RENOVAÇÃO CARISMÁTICA DENTRO DA IGRRJA. PADRE FABIO NAO É TAO BEM VISTO PELOS TRADICIONALISTAS QUE PENSAM QUE A ICAR É A ÚNICA VERDADEIRA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto bastante dele, obivamente discordo das doutrinas romanistas que ele ensina da mesma forma que discordo da doutrina de qualquer outro padre católico, mas é inegável que ele tem uma cabeça, uma visão, uma reflexão e um discernimento infinitamente acima de qualquer outro padre que conheço, é um dos poucos que tem alguma noção do Reino de Deus. É normal que ele seja odiado e perseguido pelos fanáticos tridentinos, uma vez que estes vivem hoje como se estivéssemos na Idade Média e devêssemos caçar e exterminar os hereges, e por isso se assustam quando veem alguém de sua própria religião ensinando o amor e a tolerância até mesmo para com aqueles de outra religião. Ele tem toda a minha admiração e respeito, seria maravilhoso se um dia ele se convertesse também.

      Excluir
  51. Lucas, a respeito de furto, pode me responder uma coisa?
    Fui no mercado e na hora de passar a compra no caixa estava faltando 1 real, perguntei pra moça do caixa se eu poderia passar e depois devolver esse dinheiro, e ela me deixou passar
    Voltei no mercado depois pra devolver o dinheiro e ela insistiu que não precisava, então não devolvi, mas minha consciência não me deixa em paz! Eu furtei? Deveria eu, como cristã, não ter pedido para a moça me deixar passar? Eu deveria ter insistido mais pra ela ficar com o dinheiro?
    Obrigada desde já pela resposta, abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, porque ela mesma disse que não precisava. Seria como se eu tivesse te emprestado 100 reais, você me devolvesse 99 e eu dissesse que não precisa pagar o resto, você não estaria me furtando já que eu estou abrindo mão do que era complementar. Diferente seria se você tivesse furtado 1 real de alguém sem este alguém saber disso e consequentemente sem sua aprovação, mas se foi aprovado, logo, foi legitimado, como se fosse uma espécie de doação ou perdão de dívida. Abs!

      Excluir
  52. Animais vão para o céu? Vi que algumas consideram isso uma verdade, principalmente os animais e gatos. Mas partindo dessa lógica até mesmo cobras vão .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vão, o espírito dos animais desce à terra, só o do homem é que volta para Deus a fim de que Ele sopre novamente em nós na ressurreição, o que significa que os animais não passarão por ressurreição e, consequentemente, não irão ter uma nova vida. Eu pretendo explicar isso de forma mais embasada e detalhada em um vídeo futuro sobre o tema, quando eu terminar posto aqui.

      Excluir
  53. Lucas dá uma olhada no vídeo que está no YouTube com o título de "Solá Scriptura: a doutrina que cria os donos da verdade" de um tal de Danilo Almeida.(Não deu pra mim enviar o link ).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele so repete os mesmos argumentos velhos, batidos e ultrapassados de sempre criados pela apologética católica, e que já foram totalmente derrubados em meu livro "Em Defesa da Sola Scriptura":

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/meu-novo-livro-em-defesa-da-sola-scriptura

      Excluir
  54. Olá Lucas,

    Oq vc tem a nos falar sobre esse site http://www.revistadehistoria.com.br/secao/artigos-revista/inquisicao-protestante


    É um site Católico? Tem alguma credibilidade no meio dos historiadores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei a religião do autor mas é um artigo totalmente sem credibilidade que expressa apenas opinião dele, ele só cita dois casos (o de Lutero com os anabatistas e da Genebra de Calvino), sendo que o primeiro caso Lutero tinha total razão e fundamento para apoiar os príncipes contra a revolta de um grupo anarquista e violento que estava destruindo tudo por onde passava para iniciar uma revolução que se desse certo traria trevas à Europa, como eu já expliquei mais detalhadamente neste artigo que é de leitura fundamental para entender a questão:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com.br/2015/12/a-terrivel-monstruosa-e-abominavel.html

      Já no caso de Calvino, ele citou a impressionante quantidade de UM morto, Serveto, que aliás, era alguém que já havia sido condenado à morte pela Inquisição católica mas de alguma forma conseguiu fugir da prisão e tentou encontrar refúgio em Genebra onde teve sérios desentendimentos com Calvino, contra quem já tinha uma intriga pessoal antes disso.

      Ou seja, este caso totalmente isolado NÃO SE TRATA DE UMA "INQUISIÇÃO PROTESTANTE", ou seja, de uma instituição formal e oficial com magistrados julgando o "crime" de heresia e torturando e matando todos os hereges na fogueira; em vez disso, trata-se de uma interferência pessoal de Calvino em um caso específico e isolado, algo que ele certamente terá que prestar contas a Deus no dia do juízo, mas não há qualquer justificativa em pegar o crime isolado cometido por um reformador e transformar isso em toda uma "INQUISIÇÃO PROTESTANTE" como se existisse uma máquina de matar e caçar hereges criada pela Igreja Reformada, como havia nos países católicos com a única e verdadeira Inquisição que já existiu, a católica.

      Não é a toa que o termo "Inquisição protestante" você não encontra em nenhum, repito, NENHUM livro de história já escrito por qualquer historiador sério que já existiu, em nenhum livro de história universal ou de história eclesiástica, só existe em blogs de internet onde qualquer um escreve o que quiser, podendo até inventar uma "Inquisição dos Teletubbies" se quiser enganar os incautos.

      Excluir
    2. So pra constar, como pode um francês ter algum direito em Genebra? Ele não tinha direito nem de votar, tampouco mandar matar alguem. E Calvino ja havia escrito a servet para que não fosse a genbra,então é duvidoso.

      Excluir
    3. Ele não tinha direito de voto mas na prática nem precisava, visto que a influência que ele tinha ali como reformador era muito grande, pelo menos o suficiente para influenciar nos votos. E o fato de Calvino escrever para que Serveto não fosse para Genebra era justamente porque ele sabia que o mesmo seria morto caso pisasse ali, por isso ele disse:

      “Eu espero que ele obtenha, pelo menos, a sentença de morte” (Carta de Calvino a Farel, 20 de agosto de 1553, em Calvino, Letters, p. 159)

      Depois que Serveto foi condenado à morte na fogueira, ele reconheceu que teve parte na sua execução:

      “Honra, glória, e riquezas será a recompensa de suas dores: mas acima de tudo, não deixe de livrar o país daqueles zelosos patifes que incitam o povo para se revoltar contra nós. Tais monstros devem ser exterminados, como exterminei Michael Serveto, o espanhol” (Carta de Calvino ao marquês de Poet, citado em Voltaire, The Works of Voltaire (Nova York: E. R. DuMont, 1901), vol. 4, p. 89. Robert Robinson faz referência a isto, Ecclesiastical Researches (Gallatin: Church History Research & Archives, 1984), p. 348, e Benedict, History, vol. 1, p. 186)

      E ele ainda insistia:

      “Quem quer que agora argumentar que é injusto colocar heréticos e blasfemadores à morte, consciente e condescentemente incorrerá em sua mesma culpa” (Defense of the Orthodox Trinity Against the Errors of Michael Servetus, citado em Philip Schaff, History, vol. 8, p. 791)

      Infelizmente não dá pra salvar Calvino dessa. Ele realmente desejava a morte de Serveto e influenciou nesta decisão, temos que ser honestos para reconhecer isso, e não como os católicos que assassinaram milhões e não querem se responsabilizar por uma única gota de sangue. É lógico que não tem como comparar uma morte com milhões de mortes, e muito menos dá para inventar uma suposta instituição chamada "Inquisição Protestante" quando quem matou foi um tribunal civil e não religioso, mas este não deixa de ser um episódio lamentável na história do protestantismo, e particularmente na conta de Calvino e do conselho de Genebra.

      Excluir
  55. Lucas, talvez minha pergunte pode ser meio ''engraçada'', mas eu to gostando de uma menina da minha igreja. O que eu faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tente se aproximar dela, se você tem vergonha de fazer isso pessoalmente então use redes sociais, veja se ela quer ser seu amigo, se você perceber que ela não quer proximidade com você então significa que ela também não vai querer algo a mais e neste caso respeite a liberdade dela e as decisões dela e se afaste; caso vocês consigam se tornar pessoas mais próximas, ore e espere o tempo oportuno para revelar os seus sentimentos a ela e ver se a recíproca é verdadeira, deixe para fazer isso quando você sentir que ela já gosta, se fizer cedo demais é capaz dela não gostar ainda e dizer não, mas também não pode esperar demais senão ela vai pensar que você quer só amizade mesmo e vai namorar outro cara.

      Excluir
    2. Meu maior medo é por esse sentimento no lugar de Deus

      Excluir
  56. O que você pensa de John Wesley e os metodistas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é verdade que o texto de 1 João 5.7-8 foi falsificado?

      Excluir
    2. Sim, escrevi sobre isso na parte final deste artigo:

      http://ateismorefutado.blogspot.in/2014/12/a-autenticidade-do-novo-testamento.html

      Excluir
  57. Lucas,

    1- Poderia me indicar uma denominação que adere o pentecostalismo moderado ?

    2- O que acha dessa declaração https://www.youtube.com/watch?v=z40rXfRu6LA da Priscila Alcantara ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, a denominação que eu congrego (Comunidade Alcance) é um tipo de pentecostalismo moderado, assim como outras comunidades como a Vineyard, a Igreja Cristã Vida Nova, a Presbiteriana Renovada, dentre várias outras que dependem também do tipo de pastor que prega ali, algumas assembleias de Deus são de linha mais equilibrada mas infelizmente a maioria já descambou para o lado do neopentecostalismo. Sobre a declaração da Priscila, está errada sim, nós não deixamos de ser pecadores por estarmos em Cristo, mas não vejo razão para crucificar a menina como alguns estão fazendo, primeiro porque tem um monte de pastor e teólogo famoso dizendo coisas infinitamente piores, e segundo porque eu entendi o sentido daquilo que ela quis dizer, que pelo fato de estarmos em Cristo somos livres do poder do pecado e totalmente limpos do mesmo através do sangue dEle.

      Abs!

      Excluir
  58. A prova de que esta prática de batizar crianças existia, pelo menos desde cedo, está na condenação que dela faz Tertuliano. Perto do ano 200, este severo teólogo condenou o costume de batizar crianças. Não haveria a condenação se a prática não estivesse difundida. Hipólito (169-235), em sua obra “Tradição Apostólica” (215 d.C), recomenda: "Sejam batizadas, primeiramente as crianças".

    O que vc acha desse texto de um pastor presbiteriano, Lucas Banzoli?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato de Tertuliano condenar o batismo infantil não significa que toda a igreja da época batizava bebês como imaginam os teólogos católicos e presbiterianos, apenas significa que essa prática possa ter se iniciado naqueles tempos em alguns lugares e, assim, levantado oposição, como a de Tertuliano. Além disso os Pais da Igreja também condenavam numerosas falsas doutrinas tais como o montanismo, o gnosticismo, o arianismo, etc, e nem por isso essas doutrinas eram maioria na igreja da época, como de fato não eram. Sobre este tema recomendo a leitura deste artigo:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/04/o-batismo-infantil-foi-praticado-pela.html

      Excluir
  59. Qual melhor o Salmo para rezar? Há um salmo específico para vencer as batalhas mundanas, problemas familiares, doenças e etc??? Paz para ti!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhum. Devemos evitar as "vãs repetições" (Mt.6:7) e praticar orações espontâneas que surjam do nosso coração e alcancem o coração de Deus.

      Excluir
  60. Olá Lucas
    A paz de Cristo.
    O que a Bíblia ensina sobre o arrebatamento? a volta de Cristo e o arrebatamento são a mesma coisa?
    Grato amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu escrevo sobre esse assunto no meu livro "A Igreja na Grande Tribulação", você pode baixar o pdf dele neste link:

      https://mega.nz/#!a8ZXWKbI!VVW5A5-YCz4BCVurvPO-rQUkFOfWMFZCLu43lk0XPMk

      Mas resumidamente, volta de Jesus não é exatamente a mesma coisa que arrebatamento, embora ocorram num mesmo evento. Volta de Jesus diz respeito ao fato de Cristo descer do céu até as nuvens, quando todo olho o verá, e arrebatamento diz respeito a quando a Igreja subirá ao encontro de Cristo neste mesmo instante. Ou seja, volta de Jesus é Cristo vindo em direção a nós, e arrebatamento somos nós indo em direção a ele.

      Abs!

      Excluir
  61. Os três reis magos eram zoroastristas? Outra pergunta: tu é adventista ou puritano calvinista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou pentecostal, portanto não sou nem calvinista e nem adventista. Quanto aos magos, pelo fato de a Bíblia não falar nada sobre quem eles eram, não é possível precisar.

      Excluir
  62. A muitos teólogos que dizer que Jesus e o anjo Miguel e outros dizem q n,Qual a sua posição sobre isso,Vc tem algum artigo q fala sobre isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja aqui:

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/jesus-e-miguel

      Excluir
  63. Cara, por favor, me dá um conselho? Qual Bíblia devo comprar? King James, NVI ou Genebra? Quero uma Bíblia com poucos erros e que preserve os sentidos da palavra de Cristo e de Deus, não negando os atributos essenciais da trindade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prefiro a NVI. Você pode ver as razões aqui:

      http://www.dc.golgota.org/nvi/nvi.html

      Excluir
  64. Estou disposto a gastar até 150 reais por uma Bíblia. Andei lendo que a King James é pura propaganda e marketing, não tendo tanto esse significado e literalidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondi no seu outro comentários acima, abs.

      Excluir
  65. Oi Lucas.
    Amigo, responda-me uma coisa: Qual deve ser o entendimento cristão sobre a existência de vírus, bactérias e outros seres letais a vida? São criações divinas? Resultados do pecado?
    Grato Amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São deformações na criação divina causadas pelo pecado, que um dia serão revertidas quando Deus tornar novas todas as coisas e houver a regeneração de todas as coisas ao seu estado original. Abs!

      Excluir
  66. LUCAS O QUE VOCE ACHA DOS ENSINOS DO ADVENTISTA LEANDRO QUADROS. EU PARTICULARMENTE GOSTO MUITO DOS ENSINOS DELE.NA MINHA OPINIAO ELE FUNDAMENTA BEM NA BIBLIA SEUS ENSINOS. ABRAÇOS!

    ResponderExcluir
  67. LUCAS O BRUNO LIMA ESTA MEIO DESAPARECIDO SERA PORQUE?

    ResponderExcluir
  68. Lucas, você gosta e conhece sobre economia? Vc ja estudou Mises, Haeyk , Milton Friedman?

    Nos últimos meses eu li sobre economia, especialmente sobre o liberalismo. Acredito que o livre mercado é o melhor pro país

    Vc defende alguma ideia económica? E teria alguma posição económica que o cristão deveria defender?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já cheguei a cogitar seriamente a hipótese de deixar um pouco a teologia de lado e estudar mais a fundo questões sobre política/economia, mas então senti que assim eu estaria me desviando do chamado de Deus para a minha vida, que é voltado à teologia e não à política, com todo o respeito a quem se torna especialista nesta última área. Já há tanta gente trabalhando e escrevendo sobre política, que eu acho que nem teria o que acrescentar, e na teologia há muito menos gente defendendo a fé contra as falsas doutrinas, razão pela qual desisti de estudar política e continuo focando na religião. Mas com base no pouco que conheço sobre economia, posso me considerar um liberal nesta área, pelo menos é o que vemos que mais funciona na prática. Mas não dogmatizo isso como se todo cristão devesse defender o estado mínimo e o livre comércio, cada um pode ter sua própria visão quanto ao tema, eu só tenho restrições ao comunismo porque este defende abertamente princípios claramente anticristãos que não podem ser admitidos por um.

      Excluir
  69. Salve Lucas Banzoli. A paz de Cristo seja contigo. Não morre mais cara, estava me perguntando o que tinha acontecido com vc, que juto do Elisson Freire é o pesadelo dos apelogistas de internet. Bem vindo de volta companheiro de trincheiras em defesa da fé cristã!

    Mano, há uma versão em pdf do seu livro sobre determinismo calvinista?

    Em Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thiago, tudo bem? Eu sumo as vezes, mas sempre volto, fica tranquilo :)

      O meu livro sobre calvinismo e arminianismo pode ser baixado por este link do Mega:

      https://mega.nz/#!fspGDIbB!vPg_TGWrgrqfxyoNHw66XDXrZfei580m0O6zCfvGqs0

      Se o download não funcionar, entre em contato comigo pelo facebook que eu envio por lá.

      Abs!

      Excluir
  70. http://macabeus.no.comunidades.net/desaberrando-o-3-tiago-birrento-de-lucas-banzoli.
    Lucas vc tem a refutação deste artigo do cris macabeus?
    Ele diz que adephos e anepsios tem o mesmo significado, e adephos serve para dizer que são da mesma pátria e não irmão carnal e sim irmãos de pátria e para primos também.
    Vc poderia me ajudar?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não lembro se tenho a refutação especificamente a este, mas este blog está CHEIO de refutações e argumentações exaustivas sobre o terceiro Tiago que nunca foram refutadas pelos romanistas, segue apenas uma pequena lista:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2016/05/as-provas-incontestaveis-do-terceiro.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/11/maria-de-clopas-tia-de-jesus.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/08/o-terceiro-tiago-revisto-e-atualizado.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/05/o-terceiro-tiago-provado-historicamente.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/01/o-terceiro-tiago-pela-terceira-vez.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/01/mais-evidencias-do-terceiro-tiago.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2014/12/as-aberracoes-de-cris-macabeus-e-volta.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2014/01/o-terceiro-tiago-o-irmao-de-jesus.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2012/09/os-irmaos-de-jesus-eram-primos.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2012/08/mulher-eis-ai-o-teu-filho.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2012/08/nao-conheceu-ate-que.html

      Sobre adelphos e anepsios, qualquer estudioso sério sabe que um significa "irmão" e o outro "primo", nem sequer os teólogos católicos questionam este fato, ter que provar isso é como ter que provar que 2+2=4, chega a ser ridículo. QUALQUER léxico do grego concorda plenamente com isso, aqui eu vou citar apenas a Concordância de Strong para não perder muito tempo com isso, mas se você fizer questão depois eu posso passar o que vários outros léxicos dizem a respeito, todos concordando com Strong:

      431 ανεψιος anepsios
      de 1 (como partícula de união) e uma partícula arcaica nepos (um parente); n m
      1) primo.

      80 αδελφος adelphos
      de 1 (como uma partícula conectiva) e delphus (o ventre);
      TDNT 1:144,22; n m
      1) um irmão, quer nascido dos mesmos pais ou apenas do mesmo pai ou da mesma mãe.

      E você pode ver na Bíblia quando aparecem estes termos, neste artigo:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2012/09/os-irmaos-de-jesus-eram-primos.html

      Abs.

      Excluir
  71. Pq será que as pessoas querem viver no maior país protestante do mundo do que no maior país católico? Tu pode me responder? :}

    ResponderExcluir
  72. Lucas,o que VC acha do pastor Maurício Fragale?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.youtube.com/watch?v=WXu8crlWjAk

      Excluir
  73. Lucas, já leu algum post do ja falido "porquedeixeiocristianismo-eabraceioislam.com"?
    O que achou dos posts (se leu)?

    Eu ia pedir para você refutar algumas baboseiras que Ele proferia (como a ressureição de Cristo ser uma invenção catolica e a crucificação uma completa papagaiada), mas o blog dele simplesmente sumiu do mapa.


    Aproveitando, tem algum post sobre o islã em seu blog? Acompanho a alguns meses :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li algumas poucas coisas na época, mas nem me lembro direito. Bom, acho que nem precisaria refutar já que o próprio autor deve ter abraçado o Cristianismo e deletado o blog :)

      Eu não tenho um conhecimento profundo sobre o Islã, minha área de estudo é mais voltada à Bíblia, à teologia cristã e à história do Cristianismo, por isso escrevo mais sobre erros dentro do Cristianismo (seja na ICAR, ou em igrejas evangélicas, ou espiritismo, etc) e do ateísmo, do que em religiões não-cristãs (como islamismo, budismo, hinduísmo, etc). Até porque estas outras religiões são pouco presentes no nosso país e por isso eu dou prioridade para aquilo que está mais dentro da nossa realidade e que oferece maior perigo neste momento. Mas você pode ver algumas análises breves minhas sobre isso nestes artigos de meus outros blogs:

      http://ateismorefutado.blogspot.in/2015/04/o-cristianismo-e-machista-ele-rebaixa-o.html

      http://ocristianismoemfoco.blogspot.in/2015/08/minha-opiniao-sobre-guerra-em-israel_7.html

      Abs!

      Excluir
  74. O que você achou do nando Moura falar que as cruzadas impediram o crescimento islâmico no Ocidente (piada) e que a inquisição protestante matou mais que a católica (existiu inquisição protestante? )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coisa de amador que não entende sobre nada que fala, ou de gente desonesta que mente descaradamente. Todo mundo sabe que ele não entende uma vírgula sobre Inquisição ou história do Cristianismo, ele apenas repete as asneiras que o guru astrólogo dele fala, sem qualquer senso crítico ou conhecimento de causa, tal como numa idolatria cega e incondicional, tomando por certo que o velho gagá não estará mentindo sobre nada e não pode se enganar nunca.

      Sobre cruzadas já foi tudo refutado no meu livro, que você pode baixar aqui:

      https://mega.nz/#!qgYhDIoK!h7QJuEHxMr0NUpzs82unQc-g2MsBC7g9wm5DNf5HPYA

      Sobre Inquisição, veja essa tag de artigos:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/search/label/Inquisição

      Sobre a fábula da "Inquisição Protestante" inventada pelos apologistas católicos mentirosos e desesperados, veja este artigo:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/12/a-terrivel-monstruosa-e-abominavel.html

      Excluir
  75. Lucas, o que pensar disso aqui?

    https://www.youtube.com/watch?v=iEjdssipTJY

    Eu mal comecei o vídeo e já fiquei horrorizado com ele dizendo que a Bíblia supostamente não fala em ressurreição da carne, mas dos mortos (que pra ele são coisas distintas), kkkk.
    E vai olhando os comentários do povão também, é tenso, mas meu pastor aparentemente está certo quando ele fala sobre a enorme propensão dos católicos brasileiros a acreditarem em Espiritismo e outras abominações do tipo.
    Que tal fazer algum dia um texto pra falar mais sobre isso (a tendência dos católicos brasileiros a Espiritismo e superstições, etc.)?

    Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkk eu me lembro de ter visto o vídeo desse maluco há alguns anos atrás, quando saiu na época e os espíritas começaram a compartilhar esse vídeo loucamente, a coisa chega a ser surreal mesmo, chega uma hora que a gente não sabe se continua assistindo para continuar rindo ou se fecha o vídeo por não aguentar tanta aberração eisegética atrás da outra...

      Obrigado pela sugestão do artigo, vou fazer quando for possível.

      Abs!

      Excluir
  76. Lucas, se pudesse, gostaria que respondesse as alegações do Kogos sobre o Protestantismo:
    O puritanismo nos EUA não resultou em prosperidade, e sim em 25 milhões de índios assassinados.
    Enquanto isso, o que o Catolicismo ibérico dos missionários jesuítas fez no Brasil? Comércio, civilização e educação para os índios, protegendo-os contra a escravidão. E o mais importante: Catequese, que salvou suas almas.
    E nos EUA, enquanto o ex-pastor metodista e oficial do exército John Shevington massacrava populações nativas inteiras, monges católicos como Junipero Serra catequisaram e cuidaram dos índios, com educação, remédios e caridade.
    Ressalte-se que antes do processo civilizador europeu boa parte dos indios eram bárbaros, canibais e assassinos. Cometeram muitos crimes contra os colonos também.
    O boom econômico dos EUA aconteceu anos após a independência, justamente quando missionários Católicos franceses e espanhóis penetraram a América. Ao longo do Século XIX, imigrantes Católicos se juntaram pesadamente às fileiras de fiéis.
    O capitalismo aflorou no mundo Católico, atingindo um apogeu nas cidades-estado italianas, como nos explica H. M. Robertson, e não na Inglaterra protestante. Da mesma forma, foi a cultura Católica a responsável pela prosperidade americana ao longo do Século XIX. Seja diretamente, seja pela influência dos pensadores legados pela Escolástica Medieval, Católica.
    Os conceitos de direito natural que tiveram peso na cultura jurídica dos EUA enquanto durou sua golden age foram herdados de pensadores católicos como São Tomás de Aquino e Santo Alberto Magno
    Em concordância com as teses furadas de Max Weber, Tocqueville disse que o protestantismo foi responsável pelo capitalismo e pela democracia nos EUA. Apenas a segunda parte está correta, e foi justamente isso que destruiu os EUA.
    Erick von Kuehnelt-Leddihn nos lembra que democracia é o contrário de liberdade. E que a resistência libertária contra a ditadura das massas sempre foi capitaneada pela Santa Igreja Católica.
    extra Ecclesiam nulla salus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus do céu, meus olhos quase derreteram lendo esse texto kkkkkkkkk sério, isso é caso de psiquiatra, nem o fanatismo doentio justifica tanta aberração dita neste texto, que termina combatendo a democracia HSUAHSUAHSUASHUH cara isso parece coisa de evangélico sacaneando com católico e escrevendo de forma jocosa se passando por católico fanático, porque nem o católico mais fanático e doente que já conheci seria capaz de escrever coisas como essa ^^ é até difícil saber por onde começar...

      Em primeiro lugar, quem matou 25 milhões de índios foi justamente a Igreja Católica que dizimou, massacrou e exterminou todos os índios da América Central, na cabeça desse insano apenas o Brasil foi colonizado por católicos (portugueses), e os espanhois que também eram católicos e que diziamaram TODAS as comunidades indígenas que haviam na América Latina? O próprio De Las Casas, historiador católico que viveu na época, testemunhou e registrou o extermínio de dezenas de milhões de índios sob os católicos a mando do papa. Este artigo introduz a questão:

      http://bloghistoriacritica.blogspot.in/2010/03/igreja-catolica-na-colonizacao-da.html

      Sobre o catolicismo ter sido o responsável pela prosperidade dos EUA, sério, depois dessa é para internar em um hospício, já passou todos os limites da sanidade humana. Até o final do século XIX a população americana era constituída por 99% de PROTESTANTES, repito, 99%, sendo os outros 1% divididos entre as outras religiões. E na cabeça desse retardado mental, foram apenas os menos de 1% de católicos que "transformaram os EUA"(?), e os outros 99% (protestantes) não fizeram absolutamente nada, ficaram de braços cruzados vendo os católicos transformarem a sociedade sozinhos... e nos países da América Latina (como o próprio Brasil), onde ocorria justamente o inverso (ou seja, 99% era de católicos) e que jamais alcançaram a tão sonhada prosperidade dos norte-americanos, deve então ter sido culpa dos 1% de protestantes! HAHAHAHAHAHA sério, é caso de internação!

      Os católicos conseguem trazer prosperidade a um país 99% protestante e com uma cultura totalmente protestante, mas não conseguem trazê-la aos países 99% católicos e com uma cultura totalmente católica. É de cair os cabelos da cabeça...

      E pra terminar, ele mostra pra que veio e ataca a democracia, essa coisa malvadona que permite que as pessoas escolham que religião seguir em vez de serem obrigados a adotar o catolicismo tal como na Idade Média, veja só como essa democracia é um horror! O bom mesmo é todo mundo ser católico à força e aterrorizado por uma Inquisição, assim que é bom! Quem quer democracia quando pode se ter uma ditadura católica nos moldes medievais? Maravilha!

      E o pior é pensar que há uma leve possibilidade deste texto ter sido escrito seriamente, ou seja, de haver algum ser humano no planeta que REALMENTE pensa assim, que realmente tem a cabeça deformada deste jeito, já completamente contaminada pelo vírus do fanatismo católico que o impede de pensar. O vírus já tomou conta da cabeça da criatura de tal forma que as funções cerebrais mais básicas foram desativadas para dar lugar a qualquer coisa que sirva para glorificar a Igreja Católica, por mais desonesto, mentiroso e hilário que for. Isso é REALMENTE uma doença mental.

      Excluir
    2. Obrigado pela resposta. Existe algum texto, ou até mesmo livro, que apresente argumentos que demonstram os erros da fala do Kogos?Querendo ou não, o Kogos, no que diz respeito ao libertarianismo, é um nome muito relevante(se não for o maior no Brasil). Se pudesse me fornecer textos que demonstram a importância do protestantismo nos Estados Unidos, como a forma que os puritanos lidavam com os índios, seria de grande valia.

      Att;

      Rafael

      Excluir
    3. Não conhecia esse sujeito e nem acho que ele seja o "maior ícone do libertarianismo" no Brasil, há nomes muito mais famosos como o Raphael Lima (do "Ideias Radicais") e o Daniel Fraga, esse aí eu nem conhecia. Fui ver uns vídeos dele e fiquei pasmo, o cara fala que nem louco, nitidamente percebe-se que é um perturbado, parei de assistir na parte em que ele disse que o Cristianismo nunca foi uma religião pacifista e é uma "religião de guerra". O cara realmente deve tomar remédios pesados. Aliás, um católico libertário, anarquista e a favor da liberação das drogas é algo tão lógico quanto um capitalista que siga Marx ou um membro da KKK que goste de negros. É simplesmente surreal.

      Sobre a história do protestantismo nos EUA, consulte o livro "Christian Life and Character of the Civil Institutions of the United States", de Benjamin Franklin Morris. O clássico "A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo", de Max Weber, também é de grande valia. Para refutar as outras bobagens católicas recomendo qualquer livro sobre história do mundo escrito por historiadores sérios e renomados, alguns deles que eu posso recomendar são:

      BALLESTEROS, Manuel; ALBORG, Juan Luis. Historia Universal Hasta el Siglo XIII. 4ª ed. Madrid: Editorial Gredos, S. A., 1967.

      BASTOS, Plínio. História do Mundo - Da pré-história aos nossos dias. 3ª ed. Rio de Janeiro: Livraria Império, 1983.

      BLAINEY, Geoffrey. Uma breve história do Cristianismo. São Paulo: Editora Fundamento, 2012.

      BLAINEY, Geoffrey. Uma breve história do mundo. São Paulo: Fundamento Educacional, 2010.

      BROM, Juan. Esbozo de historia universal. 21ª ed. México: Grijalbo, 2004.

      BROOKE, Christopher. Europa en el centro de la Edad Media (962-1154). Madrid: Aguilar, 1973.

      DUCHÉ, Jean. Historia de la Humanidad II – El Fuego de Dios. Madrid: Ediciones Guadarrama, 1964.

      ECO, Umberto. Idade Média – Bárbaros, cristãos e muçulmanos. Portugal: Publicações Dom Quixote, 2010.

      FLUCK, Marlon Ronald. História do Cristianismo: modelos, panoramas e teologia. Curitiba: Cia. de Escritores, 2009.

      HEERS, Jacques. História Medieval. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1974.

      JOHNSON, Paul. La Historia Del Cristianismo. Barcelona: Zeta, 2010.

      LE GOFF, Jacques. A bolsa e a vida: economia e religião na Idade Média. São Paulo: Brasiliense, 2004.

      LE GOFF, Jacques. A Civilização do Ocidente Medieval – Volume I. Lisboa: Editorial Estampa, 1983.

      LE GOFF, Jacques. La Baja Edad Media. Madrid: Siglo XXI, 1971.

      LINS, Ivan. A Idade Média – A Cavalaria e as Cruzadas. 2ª ed. Rio de Janeiro: Pan-Americana, 1944.

      PIRENNE, Henri. Historia económica y social de la Edad Media. México: Fondo de Cultura Económica, 1939.

      ROPER, Hugh Trevor. A Formação da Europa Cristã. Lisboa: Editorial Verbo, 1975.

      SOUTHERN, R. W. La Formacion de la Edad Media. Madrid: Revista de Occidente, 1955.

      SOUTHERN, R. W. Making of the Middle Ages. Londres, 1953.

      TORNELL, Ricardo Vera. Historia de la Civilización – Tomo I. Barcelona: Editorial Ramón Sopena, 1958.

      TORNELL, Ricardo Vera. Historia de la Civilización – Tomo II. Barcelona: Editorial Ramón Sopena, 1958.

      VALENTIN, Veit. História Universal – Tomo I. 6ª ed. São Paulo: Livraria Martins Editora, 1961.

      VALENTIN, Veit. História Universal – Tomo II. 6ª ed. São Paulo: Livraria Martins Editora, 1961.

      VARA, Julián Donado; ARSUAGA, Ana Echevarría. La Edad Media: Siglos V-XII. Madrid: Editorial universitaria Ramón Areces, 2010.

      VOYENNE, Bernard. Historia de la Idea Europea. Barcelona: Editorial Labor, S.A., 1979.

      WALKER, Wiliston. História da Igreja Cristã. 3ª ed. São Paulo: ASTE, 2006.

      Abs.

      Excluir
    4. Evite se importar com essas provocações católicas. Vamos orar para a verdade de Cristo florescer nos corações romanistas.

      Excluir
  77. Lucas o que você acha sobre o historiador Thomas F. Madden? Tem esse artigo dele falando sobre as cruzadas http://blog.quadrante.com.br/alguns-mitos-sobre-as-cruzadas-por-thomas-f-madden/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um dentre tantos picaretas, o título do artigo deveria ser: "Alguns mitos do revisionismo católico".

      Excluir
    2. Lucas como desmascarar um católico que cite esses tipos de fonte e ainda mandam você estudar?

      Excluir
    3. Em primeiro lugar, quem cita esse tipo de fonte geralmente não conhece nem o autor e nem leu o artigo, apenas procurou qualquer bobeira no Google e saiu copiando e colando qualquer coisa que visse pela frente que lhe favorecesse no debate, 99,9% dos que defendem as cruzadas tem um conhecimento irrisório e insignificante sobre o tema.

      Mas se você quer refutar QUALQUER palpiteiro papista sobre as cruzadas, basta ler o meu livro e usar os argumentos e a bibliografia dali, há quase cem referências bibliográficas que deixam no chinelo qualquer um que usa um ou outro revisionista desesperado que tenta defender o indefensável.

      Excluir
  78. Gostei deste blog também participo do blog o homemdomeio e do canal o atalaia muito bom a paz para todos! www.youtube.com/oatalaiadehoje

    ResponderExcluir
  79. Olá Lucas!
    Será que vc poderia comentar sobre este artigo?
    http://www.ofielcatolico.com.br/2007/01/adoracao-somente-deus-ha-exageros-no.html?m=1
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo isso já foi refutado nestes artigos:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2013/05/nao-adoram-so-veneram.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/09/os-protestantes-odeiam-virgem-maria.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/05/a-igreja-primitiva-nao-cria-na.html

      Abs!

      Excluir
    2. Ap 8,3-5 eles estão apresentando as nossas orações à Deus.
      Em zc 1. 12-13 o anjo parece que está intercedendo.
      Nestes textos tenho a impressão de intercessão. Vc poderia me explicar cada um deles.
      Obrigado.

      Excluir