A Peshitta sobre Lucas 23:43

1ho5.png

Peshitta. Uma tradução antiga da Bíblia no idioma síriaco baseada nos originais das Sagradas Escrituras. Remonta ao segundo e terceiro século da era cristã. É considerada até hoje pelos estudiosos como sendo a melhor versão já traduzida da Bíblia e é um dos manuscritos mais antigos existentes, profundamente importante na Crítica Textual. Encontrei neste link a tradução da Peshitta para o português, e, como era de se esperar, essa valiosíssima tradução verteu Lucas 23:43 da seguinte maneira:

“E disse-lhe Yeschua: Em êmeth te digo hoje, estarás comigo no Paraíso” (Lucas 23:43)

Genial. Mais uma versão antiga importantíssima que corrobora com o fato de que a tradução correta de Lucas 23:43 é com a vírgula depois do semeron (“hoje”), e não antes dele, o que aniquila com o argumentos dos imortalistas, que creem – contra todas as evidências textuais e complementares – que o ladrão esteve naquele mesmo dia com Cristo no Paraíso.

Não há absolutamente nenhum manuscrito grego antigo que traduza Lucas 23:43 da forma imortalista, pois não há vírgulas no original grego e o texto é de duplo sentido, podendo a vírgula ser colocada tanto antes quanto depois do “hoje”. Por isso, as outras versões antigas da Bíblia, como a Peshitta, são extremamente importantes para definir a questão, por duas razões: primeiro por ser um manuscrito antigo que foi feito com base em manuscritos hebraicos e gregos ainda mais antigos, o que dá ainda mais credibilidade à tradução. Segundo, porque o Siríaco continha a pontuação necessária que o grego koiné não continha, e coloca a vírgula depois do “hoje”, mostrando como os antigos entendiam este verso e colocando um ponto final no debate sobre a pontuação de Lucas 23:43.

Se os imortalistas querem nos convencer do contrário, que nos mostrem manuscritos antigos que remetam ao século I, II ou III e que coloque a vírgula antes do “hoje”, como eles querem. Eu não conheço nenhum.

Um estudo mais completo feito por mim sobre Lucas 23:43 pode ser visto clicando aqui.

Jaz aqui mais um argumento imortalista.

Paz a todos vocês que estão em Cristo!

Por Cristo e por Seu Reino,
Lucas Banzoli (apologiacrista.com)


-Meus livros:

-Veja uma lista completa de livros meus clicando aqui.

- Acesse o meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros sites:
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Reflexões cristãs e estudos bíblicos)
Estudando Escatologia (Estudos sobre o Apocalipse)
Desvendando a Lenda (Refutando a Imortalidade da Alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)

Comentários

  1. Paz prezado irmão Lucas!

    Primeiramente confesso que apesar de ter aprendido a perspectiva imortalista da alma, não sou dogmático quanto a este assunto. Quero apenas que me acrescente. Por favor me corrija o raciocínio, pois devo estar errado:

    No caso acima a palavra hoje não se tornaria desnecessária e sem sentido na frase? A palavra "hoje" seria para enfatizar o que? Ou é só para "encher linguiça", como dizemos na nossa cultura? Poderia simplesmente dizer: "Na verdade te digo: estarás comigo no paraíso". Seria o mesmo sentido, concorda?

    Grato desde já.

    Jacob Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jacob. Eu respondo essa questão aqui:

      http://desvendandoalenda.blogspot.com.br/2013/07/estudo-completo-sobre-lucas-2343-hoje.html

      Basicamente, o que ocorre é que o ladrão queria que Jesus se lembrasse dele NO FUTURO, na segunda vinda, e Jesus colocou o "hoje" na frase para enfatizar que o ladrão não precisava esperar tanto tempo para ser lembrado por Ele, porque hoje mesmo (i.e, naquele momento) Cristo já estava assegurando-lhe a salvação. A expressão "te digo hoje" é extremamente recorrente na Bíblia, você pode consultar o artigo acima mencionado e ver as passagens. É um hebraísmo muito típico daquela época.

      Abraços!

      Excluir
  2. Onde posso comprar a Peshitta em português?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não encontrei em nenhum lugar confiável, apenas para download.

      Excluir

Postar um comentário

Atenção: novos comentários estão desativados para este blog, mas você pode deixar um comentário no meu novo blog em qualquer artigo: www.lucasbanzoli.com