Como a mente de um picareta consegue transformar Babilônia em Jerusalém


Desde que colocaram internet no hospício, os loucos começaram a escrever blogs lunáticos sobre o Apocalipse, onde tudo é fruto de interpretação pessoal – exatamente a mesma coisa que o picareta sem vergonha sempre ataca quando é praticado por evangélicos:

(Clique na imagem para ampliar)

Depois de dizer que era Jerusalém a cidade que reinava sobre os reis da terra na época de João (Ap.17:18), que o “Ave Cesar” era a marca da besta (666), que uma geração dura cem anos e que João escreveu o Apocalipse antes de 70 d.C e depois ficou mais 30 anos preso na ilha, o vagabundo virtual agora soltou a maior pérola de todas: que Pedro escreveu de Roma enviando saudações para Jerusalém!

Sim, para o cretino salvar sua tese lunática de que a Babilônia é Jerusalém, ele afirma:


Além de o retardado não saber que o original foi escrito em grego e não no latim, e de também não saber nada de latim, e de também deturpar as próprias traduções católicas feitas a partir do latim, o asno ainda afirma que Pedro não estava escrevendo da “Babilônia”, mas sim para a Babilônia!

Para saber exatamente o tamanho dessa sandice, veja o que diz o original grego:

ασπαζεται υμας η εν βαβυλωνι συνεκλεκτη και μαρκος ο υιος μου

Agora veja como o verso é traduzido palavra por palavra pelo Novo Testamento Interlinear (de Paulo Sérgio Gomes e Odayr Olivetti):


Ou seja:

ασπαζεται (Saúda-)
υμας (-vos)
η (a)
εν (em)
βαβυλωνι (Babilônia)
συνεκλεκτη (co-eleita)
και (e/também)
μαρκος (Marcos)
ο (o)
υιος (filho)
μου (meu)

Ou seja: a [igreja] que estava em Babilônia mandava saudações, e não que Pedro estava em Roma mandando saudações aos que estavam em Jerusalém! As saudações não estavam sendo enviadas a Jerusalém, mas sim àqueles a quem Pedro escrevia a carta, ou seja, “aos estrangeiros dispersos no Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia” (1Pe.1:1). Só um retardado mental e obsceno poderia dizer que Pedro estava escrevendo uma carta aos estrangeiros dispersos no Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia, e ao chegar ao final da carta decide saudar OS DE JERUSALÉM(???) em vez de saudar àqueles a quem ele escrevia! Vá ser burro assim na China!

Será que o picareta não leu o “saúdo-vos”, que já mostra que a saudação era para “vós”, ou seja, para quem ele escrevia, e não para os de Jerusalém? Por que esses loucos não terminaram o ensino primário antes de começar a escrever em blogs satânicos?

Além disso, para piorar ainda mais a situação, o texto prossegue dizendo “και μαρκος ουιος μου”, ou seja, “e também Marcos, meu filho”. Isto é, ele estava saudando em Babilônia os seus destinatários do Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia, e além dele Marcos também estava enviando saudações. Mas se o texto deve ser entendido da forma que o vigarista propõe, então ele estaria saudando a Babilônia “e também Marcos”, ou seja, Pedro estaria saudando Jerusalém e Marcos! Como é possível existir um asno desses no mundo?

É nisso que dá uma anta querer desesperadamente pelo seu próprio achismo tornar Jerusalém a Babilônia: ele acaba fazendo isso de qualquer maneira, mesmo que tenha que plantar bananeira, fazer malabarismos de circo de Soleil e distorcer tudo, absolutamente tudo da Bíblia, pensando com isso estar enganando os seus leitores burros, que de tão mentalmente lesados que são acabam realmente acreditando nessa lavagem cerebral feita pelo pilantra.

Dentro de pouco tempo o demente irá criar uma nova tradução católica da Bíblia:

“Saúdo-vos, mas não a vocês a quem eu escrevo, e sim a JERUSALÉM, a Babilônia do Apocalipse, e também a Marcos”

De tanta retardadice antiprotestante já dita por esse jumento, essa merece o Oscar.


Paz a todos vocês que estão em Cristo.


Por Cristo e por Seu Reino,


-Meus livros:

- Veja uma lista de livros meus clicando aqui.

- Confira minha página no facebook clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros blogs:

LucasBanzoli.Com (Um compêndio de todos os artigos já escritos por mim)
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Artigos devocionais e estudos bíblicos)
Desvendando a Lenda (Refutando a imortalidade da alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)
Fim da Fraude (Refutando as mentiras dos apologistas católicos)

Comentários

  1. Bom dia! Não teria ligação com o post mas sim como prova de que Jesus possuía um irmão. Josefo, que era um judeu fervoroso, em um de suas falas que comprovam a exxistência de Jesus, cita ta o irmão dele:


    http://mundoanalista.blogspot.com.br/2012/11/afinal-quem-foi-jesus-parte-1-um-mito_1537.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tem razão.

      Neste artigo eu falo sobre isso também:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com.br/2015/01/mais-evidencias-do-terceiro-tiago.html

      Abraço!

      Excluir
    2. Não tinha visto. Muito bom o texto! Continuando sobre esse tema, você
      já viu o texto do Pastor Airton? Segue :

      http://solascriptura-tt.org/Cristologia/IrmaosDeJesusDeAcordoComCarne-AECosta.htm

      Excluir
    3. Não tinha visto ainda, mas vi agora. Gostei bastante da explanação do Pr. Airton Evangelista da Costa. Para reforçar a parte que fala do grego, você pode ver neste artigo citação por citação, junto com as minhas considerações:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com.br/2012/09/os-irmaos-de-jesus-eram-primos.html

      Abraços.

      Excluir
  2. Luca o q vc acha desses 2 artigos:http://www.montfort.org.br/old/index.php?secao=cartas&subsecao=quadro&artigo=20100131015918 e esse aqui http://heresiasdocristianismo.comunidades.net/o-deus-vazio-ensinado-por-lucas-banzoli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou seja, o que eu acho de um cara que não tem rosto, que não assina o que escreve, que nem nome tem, que fragmenta a minha troca de e-mails com ele em 2012 para escolher o que vai "refutar", que depois distorce tudo o que eu disse e que por fim não publica a minha resposta? Eu só posso achar uma coisa desse cara: piada.

      Excluir
    2. Rsrsrs ok e o outro

      Excluir
    3. Foi uma brincadeira que eu fiz quando tinha 17 anos, nada sério. Pode ver que o local está "São Orlando Fedelli - AC, Ilhas da Macronésia", a religião está "budista" e o texto está cheio de erros de ortografia. Foi uma zueira tosca que eu não repetiria hoje, naquela época só fiz pra divertir meu irmão que estava ao lado ;p

      Excluir
  3. Lucas esse final de semana é dia de todos os santos da igreja católica. Você poderia fazer um artigo para me explicar o que é santo e quem são Santos de verdade. Existem Santos hoje? Obrigada e bom feriado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho artigo específico sobre o que é ser santo, talvez porque à luz da Bíblia este conceito é bastante óbvio. Veja este artigo do Got Questions a este respeito:

      http://www.gotquestions.org/Portugues/santos-cristaos.html

      Para a Bíblia, os santos não são aqueles que já morreram, mas os vivos que buscam a Deus:

      “Vocês não sabem que os santos hão de julgar o mundo? Se vocês hão de julgar o mundo, acaso não são capazes de julgar as causas de menor importância?” (1ª Coríntios 6:2)

      Paulo diz que “os santos” vão julgar o mundo, e após fazer esta afirmação tão categórica ele não aponta para pessoas que já morreram, mas sim para pessoas que estavam vivas, dizendo – “vocês” hão de julgar o mundo! Portanto, para Paulo, o conceito de “santos” não era de “pessoas mortas”, mas de “pessoas vivas”. Ele não diz que estes santos que julgarão o mundo são Maria, Abraão, Moisés ou qualquer canonizado pela Igreja de Roma, mas os crentes que estavam vivos e que recebiam aquela carta naquele momento.

      Eu tenho vários artigos sobre INTERCESSÃO dos santos, que você pode ver nesta lista de artigos desta tag:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com.br/search/label/Intercessão%20dos%20Santos

      E também aqui:

      http://apologiacrista.com/intercessao-dos-santos

      Deus lhe abençoe!

      Excluir
  4. Lucas, não esqueci mandei, acho que agora foi o livro Sobre os erros do catolicismo rastreados para sua origem na natureza humana. mandei para o seu Email Lucas_banzoli@ yahoo.com.br me avisa se recebeu.Abraços do amigo Marcos Monteiro.

    ResponderExcluir
  5. Lucas eu moro em Belém do Pará todo ano aqui tem o cirió e uma festa famosa aqui vem vários bispos de Roma e várias pessoas pra carregar a Santa como se fossem um bando de zumbis alienados rsrsrsrsrs,mas emfim a história dessa santa que ele carregam foi que certa vês um pescador chamado plácido encontrou essa imagem no meio do Mato ele pegou ela e trouxe para casa e de repente ela sumiu ele voltou na Mata e viu que a Santa tava la isso se repetiu de novo até que ele fez uma pequena Capela para ela é dps de um tempo inventaram uma basílica gigante para ele que tem até hj bom queria lê pedir se vc pudesse fazer algum artigos sobre isso e so pesquisar na Wikipédia que vc vai ver mas detalhes,Outra coisa que eu queria lhe falar o meu pai tbm é ligado nesse site e tbm ligado MT nesse negoço de Iluminat,Maçonaria,mensagem subliminar e etc... ele me mostrou no topo dessa Igreja Na qual a Santa fica guardada uma pintura bem encima mesmo da Igreja nessa pintura vc ver a imagem da Santa e ao redor várias pessoas padres,pescadores e etc... só que o mais interessante nessa pintura e que na ponta dele voçê vê 2 homens de paletó o que n tem o menor sentidos pois quando acha4am essa santa mal existia paletó ele só foi feito logo na construção da Igreja e a e o q vc acha disso meu pai diz que e influência maçonica,Iluminat essas coisas eu pessoalmente fiquei muito surpreso ao ver isso é a e o que vc acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Igreja Católica sempre foi cheia de crendices e superstições sem fundamento, basta ver a história de pescador que se transformou em "Nossa Senhora de Aparecida". Depois eles intensificam a idolatria, levando essas imagens em procissão, lhe prestando honra e glória, etc. A história sempre se repete porque o objetivo principal do diabo é tirar cada vez mais o foco de Cristo e conduzi-lo a criaturas, tirando a glória de Deus e dando ao homem, descentralizando Cristo e tornando o evangelho mariocêntrico.

      Sobre os iluminatis, eu realmente não tenho o costume de me fixar nisso, na verdade o meu conhecimento sobre iluminatis, maçonaria e coisas semelhantes é pífio. Eu também não achei os dois homens de paletó nas fotos da basílica, mas a minha primeira reação sempre quando ouço coisas sobre iluminatis e teorias de conspiração é manter os pés no chão. Não estou dizendo que isso não possa ter ligação, mas que pode ter outra explicação que ainda não sabemos. Pra mim o próprio fato de eles colocarem Maria à frente de Jesus já é descaradamente um ato idólatra e repulsivo ao evangelho, e diante disso os iluminatis, a maçonaria e qualquer forma de mensagem subliminar é fichinha.

      Abraços!

      Excluir
  6. Lucas, a maioria dos seus artigos são refutando coisas de sites católicos ? Como o Catequista, O fiel católico, etc..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 95% dos artigos daqui não são pra refutar sites ou pessoas em específico, mas sim argumentos em geral que são usados por todos os sites católicos da internet. Eu só refuto apologistas ou sites específicos quando vejo que há necessidade. Abs.

      Excluir
  7. Lucas, Deus lhe abençoe por este trabalho tão bem feito.
    Tenho algumas questões que eu queria que você me aconselhasse.
    1- Sou um frequentador da igreja luterana(ielb, para ser preciso). Não vou me deter em detalhes sobre questões que nós discordamos(pedobatismo ou a presença real), creio que o essencial é compartilhado por nós(sola scriptura, sola fide, sacerdocio de todo crente).
    A questão é sobre a doutrina da predestinação na igreja luterana não se enquadra em nenhuma categoria que eu conheça. Se rejeita a expiação limitada e a justificação incondicional mas a perseverança dos santos e o monergismo é mantido.Na sua opnião isso não seria paradoxal?
    2-O uso dos paradoxos é muito acentuado entre nós (como a questão da vontade divina e responsabilidade humana).O pastor sempre diz que esta questão não é irracional mas supra racional e o homem deve apenas se curvar. Ele também usa o exemplo da trindade para dizer o mesmo. Mas isso de "além da razão humana" não é algo fideista?
    3-Sobre a questão da lei e evangelho, a graça é sempre exaltada em detrimento da lei.Mas se isso é o sola fide(a lei não pode nos salvar, so a graça) então Deus mandou a lei em vão? A excessiva enfase na graça nao leva a um antinomianismo( como luteranismo dialetico)?
    4-Tenho a impressão que há(nao apenas entre os luteranos) uma oijeriza contra os irmãos calvinistas.Ouvi um pastor luterano afirmar que os calvinistas tem um Deus desumano, que não ama a todos e que destina as pessoas ao inferno. Outro diz que o calvinismo é uma teologia da gloria, sem preocupação com o amor de Deus.Sempre achei isso um exagero. Qual sua opnião?
    Por fim, qual a sua opnião sobre a situação do luteranismo em geral hoje?
    Continue firme em Cristo Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, a paz.

      1) É paradoxal sim. As duas coisas não podem ser verdadeiras ao mesmo tempo. Me parece que a Igreja Luterana fica "em cima do muro", mas infelizmente neste caso não tem como ficar em cima do muro, tem que cair para um dos dois lados (calvinismo ou arminianismo).

      2) Não creio que a trindade seja um exemplo de paradoxo. Seria caso disséssemos que Deus é uma pessoa e três pessoas, ou uma natureza e três naturezas, aí sim seria paradoxal. Mas dizer que é uma natureza em três pessoas não chega a ser contradição. Há coisas que não tem como ser verdadeiras ao mesmo tempo; por exemplo, nunca vai existir um "solteiro casado", um "triângulo quadrado" ou um número que seja par e ímpar ao mesmo tempo. Nestes casos não adianta dizer que "é um paradoxo e bola pra frente", tem que definir se é isso ou aquilo, se é solteiro ou se é casado, etc.

      3) A salvação no AT também era pela graça, só que mediante a lei, ao passo em que no NT a salvação continua sendo pela graça, só que mediante a fé em Jesus Cristo. Mas cabe observar que mesmo nos casos do AT a salvação deles só é possível com a morte e ressurreição de Cristo, ou seja, se Cristo não tivesse vencido a morte nem eles ressuscitariam para a vida eterna. Essa é uma questão problemática e complexa na teologia, onde não há quase nenhuma unanimidade, mas visto que a salvação era pela graça no AT e no NT não vejo problema nenhum em enfatizar a graça. Agora, se isso é feito "em detrimento da lei", no sentido de ir contra a lei de Deus (no concernente ao AT) ou a lei de Cristo (no concernente ao NT), aí é um problema sim.

      4) Sendo bem sincero, tem vertentes e autores calvinistas que são isso mesmo sim. Eles dizem explicitamente que Deus decreta e determina todo o pecado e todo o mal que há no mundo, ou seja, se um bebê é estuprado, é porque Deus ordenou que ele fosse estuprado. No meu livro "Calvinismo ou Arminianismo?" eu mostro várias citações que provam isso. E pra mim, particularmente, alguém que afirma que Deus causa o mal que há no mundo faz de Deus um monstro sim. No entanto, é necessário também considerar que há calvinistas moderados, nem todos são deterministas. Eu não acho que a doutrina da predestinação em si mesma faça de Deus um monstro, mas a do determinismo sim. Aí vai depender se o calvinista em questão é determinista ou não, ou seja, se ele crê que Deus faz tudo sozinho ou se o homem tem alguma liberdade para agir também.

      5) Sobre a situação do luteranismo, embora seja uma igreja séria e bastante decente, me preocupa a questão do ecumenismo. Há alguns anos atrás eles inclusive chegaram a assinar um tratado sobre a justificação com os católicos, e vale ressaltar que a justificação era justamente o ponto mais importante da Reforma de Lutero. Não sei se vai haver realmente sincretismo ou não, mas é importante ficar em alerta.

      Deus lhe abençoe!

      Excluir
    2. Olá Lucas, também sou luterano da IELB, e concordo com as suas conclusões, uma vez que não sou exclusivista e tenho uma mente mais evangélica, até porque vivi o Evangelho em outras denominações. Apenas gostaria de contribuir com relação a este último ponto. A questão do ecumenismo é enfatizada por alguns ramos do luteranismo, mas que aparentemente colocaram a confessionalidade em segundo (senão último) plano. A IELB por exemplo, como pertencente ao Sínodo de Missouri não é uma igreja ecumênica, embora reconheça que há cristãos legítimos dentro dos diversos ramos da cristandade. Essa é uma das razões porque as igrejas ligadas ao Sínodo de Missouri não fazem parte da Federação Luterana Mundial. As notícias referentes ao ecumenismo partem sobretudo dessa federação, e inclusive a assinatura em conjunto sobre a Justificação pela Fé foi algo restrito a ela, tendo sido rejeitada por Missouri, mas realmente, da forma como lemos as notícias, dá a impressão de que é algo que parte do luteranismo como um todo... infelizmente...

      Excluir
    3. Pois é, eu também pensava que a Igreja Luterana como um todo estava caminhando cada vez mais para o ecumenismo, foi importante você fazer essa ressalva. Se a Federação Luterana Mundial continuar a fazer concessões, temo que um dia cheguem à conclusão de que a Reforma foi em vão, assim como esses outros evangélicos da igreja do Kenneth Copeland chegaram:

      https://www.youtube.com/watch?v=bFCtOKlWAC8

      Abs!

      Excluir
  8. O desajustado Macabeus é incrível. Ele ainda não percebeu que quanto mais escreve mais ele mutila as Escrituras. A cada refutação dos evangélicos para as tantas rugas heréticas que ele arranja, mais plástica ele faz para arrumar os argumentos dele. A coisa está ficando tão esticada e feia, que vai chegar uma hora que ninguém vai aguentar ver nem de longe.

    A escrita dele esta ficando horrível. Ele está transformando o Apocalipse, Mateus 24 e referências numa verdadeira avacalhação. E pior, ele consegue rir!

    O camarada é um desastre teológico dos maiores que eu já presenciei na minha vida, uma verdadeira aberração dentro do catolicismo romano. Ele tinha que ser banido imediatamente do quadro de debatedores reconhecidos.

    As pesquisas que ele faz são destruidoras para ele mesmo. Ela acaba com a dignidade e o respeito que as Escrituras delegam ao bom pesquisador – Ele está cometendo suicídio e não percebe.

    O que esse católico romano jamais soube é que a Bíblia se entende por pesquisa e revelação. As Escrituras não respondem muitas coisas de forma direta. As conclusões aparecem depois de muita pesquisa séria e meditação. Por isso é necessário conhecer vários contextos. Por exemplo: para concluirmos que Pedro jamais esteve em Roma não vamos encontrar um versículo que responda: PEDRO NUNCA VISITOU A CIDADE DE ROMA. Basta compararmos algumas passagens com outras que vamos descobrir que na capital do império ele jamais pisou. Em Atos 23:11 o Senhor aparece para Paulo numa situação de perigo dizendo que ele não deveria se preocupar que estaria em Roma para testemunhar do seu nome - era o ano 59. Pedro não estava lá testemunhando se Paulo precisou ser enviado para tal.

    Em outra ocasião Paulo nomeia seus colaboradores, os da CIRCUNCISÃO, mas não citou Pedro (Col 4:10,11). Depois de nomeá-los Ele ainda diz que estes eram os UNICOS que o acompanhavam no ministério. Em outro contexto ele faz o mesmo: “Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores”, Fil 24. Mais tarde, quando escreve a Timóteo ele diz que apenas Lucas estava com ele. É dessa forma que descobrimos que Pedro nunca foi a Roma!

    Como sabemos se o Velho Testamento que Jesus usava era composto de 22 livros, os mesmos que perfazem os 39 de nossa Bíblia protestante? Quando ele responsabiliza os judeus pelo sangue dos profetas, derramado desde Abel até Zacarias:

    “...desta geração seja requerido o sangue de todos os profetas que, desde a fundação do mundo, foi derramado; Desde o sangue de Abel, até ao sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o templo; assim, vos digo, será requerido desta geração”, Lucas 11:50,51.

    O assassinato de Abel está em Gênesis e o de Zacarias em II Crônicas. Gênesis é o primeiro livro do cânon hebraico do VT e II Crônicas é o último. A coleção perfaz um total de 22 livros. Se desdobramos esses livros eles acabam nos 39 de nossas bíblias. Jesus não deu essa revelação por acaso.

    Como descobrimos que Maria não é advogada junto a Deus? Quando encontramos um versículo que diz que temos um advogado no céu, Jesus (1 João 2:1). João é enfático, pois diz que temos, não dois advogados, mas apenas um: “temos UM Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo”.

    Como podemos descobrir quantos intercessores estão assentados com Deus no céu e intercedem por nós? Basta ler Romanos 8:34 quando declara que “... Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós”.

    E como se descobre que o Livro de Apocalipse foi escrito depois da destruição de Jerusalém em 70 DC?

    No artigo “Contradições do Preterismo”, em meu site agrandecidade.com, você pode encontrar provas irrefutáveis contra os argumentos da datação do livro de Apocalipse para antes da destruição de Jerusalém. Veja também os argumentos do Lucas em nosso site “Fim da Fraude” na parte “Apocalipse antes de 70 DC – Refutando Cristiano Macabeus”.

    ResponderExcluir
  9. Por falta de espaço, vou deixar aqui neste tópico apenas uma evidência que comprova a escrita do Apocalipse para depois de 70 dC. Essa evidência está na Igreja de Éfeso.
    .
    Os argumentos contra a tese preterista que podemos encontrar nos relatos as sete Igrejas da Ásia são imbatíveis. Observe você os detalhes sobre a Igreja de Éfeso. Esta Igreja não foi fundada por Paulo até a última parte do reinado de Claudius. Ele lhes escreve a partir de Roma – AD 62. Em vez de repreendê-los por qualquer falta de amor, ele elogia o seu amor e fé. Assim, se Paulo escreve a Igreja em Éfeso lá pelos idos de 62, somos obrigados a localizar a advertência de João aos efésios, acusando-os de ter abandonado o primeiro amor, praticamente na mesma ocasião do elogio de Paulo – Essa seria a conclusão se tomamos por base a cronologia preterista quando afirma que o exilio de João ocorreu no inicio da década de 60 dC.
    .
    Paulo testemunha aos efésios o seguinte: “… noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor…”, cap 5:8. Não faz sentido a mesma Igreja ter recebido num espaço tão curto de tempo uma palavra tão negativa do Apóstolo João em Ap 2:4, “Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor”.
    .
    Uma Igreja que havia abandonado seu primeiro amor não poderia jamais ter sido elogiada por Paulo sobre o amor que ela nutria por todos os santos, como também por sua fé, motivos estes que fazem com que o Apóstolo dê graças incessantes a Deus pelo exemplo desses cristãos.
    .
    “Por isso, ouvindo eu também a fé que entre vós há no Senhor Jesus, e o vosso amor para com todos os santos, não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações“. Efésios 1:15,6
    .
    Os absurdos proposto pelo preterismo são gritantes quando examinamos a condição da Igreja de Éfeso descrita pelo Apóstolo dos gentios, que insiste em demonstrar nas suas linhas que Deus “… VOS vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência”, Efe 2:1,2
    .
    Senhores preteristas, Paulo declara que a igreja de Éfeso tinha ardente caridade para com “todos os santos” (cf. Ef 3.18). Paulo chegou até a convidá-los a participarem da “… largura, e a altura e a profundidade” do amor de Deus, … que excede todo o entendimento” (Ef 3.18-19). Portanto, João jamais poderia ter escrito, na mesma ocasião da escrita de Paulo, que a luz que havia ali estava para ser apagada.

    ResponderExcluir
  10. Continua

    O contraste é tão grande que até os mais desavisados e ignorantes percebem. Uma congregação que no tempo presente da escrita do apóstolo Paulo foi reconhecida como luz no Senhor, transbordante de amor para com os santos, sendo firme na fé e vivificada, não pode ser acusada de ter abandonado seu primeiro amor por outro Apóstolo, praticamente na mesma época. Como poderiam ter abandonado este amor em tão pouco tempo, se houve mesmo algum tempo? Ora, a verdade é que esse afastamento do primeiro amor se deu num tempo anterior tão distante que Jesus pede a Igreja que se lembre de onde havia caído.
    .
    “Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras, quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres”, Apocalipse 2:5
    .
    “… pratica as primeiras obras…”.
    .
    Essa advertência associada ao inicio do versículo, de que deveriam lembrar-se de onde caíram, como e quando caíram, deixa explícito que essa queda ocorreu num passado bem distante. Esse tempo distante se calculamos tendo por base as datas do preterismo, que coloca João em Patmos por volta de 62 dC, obriga-nos a voltar, pelo menos, em 40 dC para localizar a queda da Igreja. Isso é impossível, pois nessa época não havia Igreja em Éfeso.
    .
    Assim, surge o questionamento: o que seria mais coerente concluir se tentamos cobrir esse espaço de tempo enorme exigido pelo contexto explicito revelado na exortação de Jesus que a queda da Igreja se deu num tempo anterior muito distante? A advertência só faz sentido se localizamos a escrita para anos depois de 70 dC. Em outras palavras, se os registros foram feitos quase no final do primeiro século, e se voltamos no tempo para acompanhar a Igreja no rastro de sua queda, podemos achar uma congregação que perdeu seu primeiro amor no inicio da década de 80 dC, pelo menos.
    .
    Quando Paulo escreveu para essa Igreja não encontrou nada a criticar. Entretanto, se João escreveu a Éfeso na mesma época, então dentro de um curto espaço de tempo a igreja tinha deixado seu primeiro amor e estava em perigo de ter sua luz apagada. Isso é uma tremenda contradição; não é possível admitir que uma Igreja elogiada por ser “… Luz no Senhor…“, pode, ao mesmo tempo, ser ameaçada de ter seu candeeiro removido.
    .
    Em suas admoestações a Timóteo e na sua carta aos Efésios não há nenhum indício de o mesmo problema estar em destaque na palavra do Senhor a Éfeso em Apocalipse 2,1-7 – perder seu primeiro amor. As mensagens de Paulo avisam do engano chegando e a necessidade de manter-se firme contra as astutas ciladas do diabo e na doutrina entregue pelo apóstolo. Apocalipse 2,1-7 repreende os Efésios pela frieza diante do Senhor como resultado da ortodoxia doutrinal sem amor. É difícil acreditar que as duas situações podem ter ocorrido na mesma ocasião, como deve ser o caso de acreditar que Apocalipse foi escrito antes de 70 AD. É muito mais fácil crer que João escreveu Apocalipse quase uma geração mais tarde.

    Cristiano Macabeus você está refutado!

    ResponderExcluir
  11. Macabeus, agora vai aqui o último prego pro seu caixão.

    Lucas Banzoli e aliados, o preterista católico, extrabico ao extremo, garante que Apocalipse é um manual sobre a guerra dos romanos contra os judeus em 70 dC. Tudo que pode ser aplicado profeticamente tem que encaixar, ou em Roma ou em Jerusalém.

    Apocalipse diz

    “E o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões; e ouvi o número deles“, Apoc 9:16

    De onde emergiu um exercito tão numeroso na época da invasão de Jerusalém? Duzentos milhões de cavaleiros romanos (?) para lutar contra Jerusalém enquanto a população do mundo todo não alcançava a cifra de cento e oitenta milhões de habitantes!

    Há ainda mais um problema enorme para ser lançado no seu caminho, Macabeus. Por que coisas deveriam acontecer no mundo se a guerra (tribulação) foi somente entre Judeus e Romanos?

    Lc 21:25,26 “E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações… Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo…”.

    Não se sabe por que, mas antes da destruição de Jerusalém haveria “… na terra angústia das nações…”. Por que angustia das nações se a guerra era entre Jerusalém e Roma apenas, Macabeus?

    Poderia responder por que homens desmaiariam de terror pelos coisas que sobreviriam ao MUNDO TODO antes de 70 dC se a guerra foi localizada na judéia?

    Será que todas as tribos da terra tiveram uma razão para se lamentar no período compreendido entre 66 e 70 d.C diante dos sinais nos céus?

    Macabeus, adeus. Te fritei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alon, eu vou usar minha bola de cristal para adivinhar qual será a resposta do cidadão:

      "As Nações" = Somente Israel.

      "O Mundo Inteiro" = O território de Israel, conquistado por Josué.

      A coisa é hardcore, Alon, é mais séria do que a gente pensa. A gente pensa que o cara é apenas burro, mas é doente mesmo. E o pior de tudo: não tem remédio.

      Excluir
  12. Lucas, leia este texto e veja o que achou:

    http://doutrinacalvinista.blogspot.com.br/2008/03/concepo-catlica-romana-de-tradio.html?m=0

    Abs;

    Rafael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom o artigo. Expressa com exatidão aquilo que eu já expus várias vezes neste blog, inclusive.

      Abs.

      Excluir
  13. O pior é o que o sujeito, na tentativa engraçadíssima de tentar se explicar, enrolou, enrolou, enrolou mais um pouco, xingou, xingou um pouco mais, voltou atrás, renegou, deu uma cambalhota, duas, mais uma pirueta, três malabarismos de circo, duzentas plásticas, e no final confessou que nem ele crê naquilo que ele disse:

    http://oi64.tinypic.com/72rg34.jpg

    HusHASUahUAhauHAUhauAHuaH

    Palhaços de circo como Macabeus deveriam ser patrimônio cultural, não podem acabar nunca, o mundo será profundamente sem graça quando eles se forem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha esposa me viu dando gargalhadas ontem e hoje e me perguntou se eu estava bem, o que houve comigo, se estou ficando doido e etc.. fiquei quieto ate agora. Então resolvi mostrar a ela o motivo do riso incontrolável, que é o Macabeus escrevendo sobre Apocalipse e referencias ...

      Ela começou a dar gargalhadas e não conseguiu parar mais até que mostrei a ela o artigo dele afirmando que os gafanhotios que sobem do abismo em Apocalipse são os soldados romanos, ela desmaiou de tanto rir.

      Tive que chamar a ambulância...

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkk

      A dos gafanhotos foi épica mesmo. Duzentos milhões de gafanhotos (ops, soldados romanos) numa época em que a população mundial era de cem milhões, e os "cabelos cumpridos como de mulher" era uma referência ao capacete dos soldados!

      HSUAHSUAHSUAHSUAHSUASH

      Excluir
  14. Macabeus, João escreveu sete cartas para sete Igrejas localizadas - literalmente - dentro do Império Romano. Nenhuma carta para a Igreja de Jerusalém!

    Para qual Igreja João escreveu a advertência “sai dela povo meu?”

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente abaixo. Sua participação é importante e será publicada após passar pela moderação. Todos os tipos de comentários ou perguntas educadas são bem-vindas e serão respondidas cordialmente, mas ofensas, deboches, divulgação de páginas católicas (links), control c + control v e manifestações de fanatismo não serão aceitos.