23 de agosto de 2016

O brasileiro e a síndrome da incultura

Resultado de imagem
(O fracasso resumido em uma imagem)

Há tempos atrás, Andrei Bedene (do “Canal Você Não Sabia”), meu amigo e colega de classe nos tempos de UFPR, postou um excelente vídeo sobre "A Idiotização do Youtube brasileiro". Se você ainda não assistiu a este vídeo, recomendo fortemente que o assista antes de continuar lendo este artigo. Em suma, o vídeo fala sobre casos recentes e conhecidos de youtubers que ficaram famosos por fazerem tudo aquilo que, em um país sério, seria suicídio.

Casos como o de Aruan Felix, o menino que quebrou a placa comemorativa que o Youtube enviou pelos seus 100 mil inscritos, e que por causa disso fez tanto sucesso e ficou tão famoso que subiu rapidamente para incríveis 2 milhões e 849 mil inscritos (número que tem hoje, em 23/08/2016, e só cresce cada vez mais). Ou seja, toda a fórmula para o sucesso repentino e bombástico de Aruan veio por ter... quebrado uma placa. Apenas para chamar a atenção. E conseguiu. Depois de fazer isso, ele aumentou em 28 vezes o número de inscritos, dentro de poucos meses.

Lembro-me que há alguns anos atrás eu havia visto um vídeo de um sujeito maluco que jogou água fervente na sua própria cabeça, enquanto outro filmava tudo, e nos dias seguintes mostrou a carne viva e todas as sequelas dos ferimentos causados pela sua própria atitude imbecil. E ele não tinha a menor vergonha em admitir abertamente que estava fazendo isso para ganhar visualizações e inscritos. Na época, eu me lembro que ele não tinha nem mil inscritos, talvez não chegasse nem aos quinhentos. Era um canal pequeno, mas desesperado em crescer de qualquer jeito, literalmente. Nunca mais tinha ouvido falar dele, até poucas semanas atrás, quando descobri que ele já tinha um canal novo chamado “Bluezão”, com... 202 mil inscritos. Dentro de um ou dois anos, ele multiplicou entre 200 e 400 vezes o número de inscritos, apenas por suas atitudes infantis.

Bedene afirma em seu vídeo que em países sérios, como os Estados Unidos, um youtuber que toma atitudes dessas é repudiado pelos seus próprios inscritos, perde toda a visibilidade de antes, fica descredibilizado e sem apoio, e, em casos mais extremos, é banido ou obrigado a deixar o Youtube. Aqui no Brasil é o contrário: quanto mais idiota, imbecil, imaturo e louco por atenção alguém for, mais famoso, mais conhecido, mais aplaudido e maior sucesso terá. É a triste e dura realidade de um país em que a incultura é premiada.

Por muito tempo, pensei que casos como o de Aruan, do “Bluezão” e de tantos outros por aí só aconteciam porque eles trabalham, fundamentalmente, com entretenimento. Ou seja, eu pensava que o brasileiro sabia diferenciar uma coisa da outra: quando é entretenimento busca a coisa mais babaca possível, mas quando é para desenvolver seu intelecto (seja em questões políticas ou religiosas, ou sobre qualquer coisa importante), ele busca algo sério.

Mas eu descobri que estava enganado.

O brasileiro não busca o mais insignificante e desprezível apenas para se entreter: ele também busca o mais inculto e acéfalo para formar sua própria concepção de mundo. É como se o brasileiro comum fosse tão inculto que sentisse necessidade de seguir pessoas incultas como ele, em vez de seguir pessoas de alto nível. Um dos exemplos mais crassos e icônicos é a Condessa de Villanueva, sobre quem eu já falei em meu artigo: “Por que eu não respondo ao Conde neurótico e esquizofrênico de Loppeux?”. Há algumas semanas atrás um leitor do blog que se disse amigo da criatura me perguntou se eu debateria com o cidadão, e minha resposta foi essa:


Em qualquer país sério, um cidadão que chama a mãe dos outros de “puta aidética” e diz que “vou comer o rabo da tua mãe na sua frente” para ganhar um argumento e intimidar o oponente seria considerado um lixo humano, um ser imoral, imundo, desprezível e repugnante, digno apenas da mais completa repulsa e desprezo. Nem sequer de “animal” merece ser chamado, já que nem o animal mais porco desse mundo chega perto do nível de um cretino desses. Aqui no Brasil, no entanto, o indivíduo tem uma legião de seguidores zumbis, fanáticos, acéfalos e abestalhados, que de tão medíocres e imbecilizados que são precisam se apegar a um lixo humano para defender sua ideologia nefasta e perversa a qualquer custo.

Em qualquer país sério, um sujeito que se diz católico e age dessa maneira seria repudiado pelos seus próprios correligionários, seria motivo de vergonha para seus próprios pares, seria desprezado pelos próprios católicos, que fariam questão de desvencilhar sua própria pessoa de um ser imundo, ralé, desprezível, baixo e asqueroso como esse. Mas no Brasil, um ser desses é aplaudido pelos outros apologistas católicos, que, de tão desmoralizados e refutados que são, precisam se apegar a uma criatura dessas para elevar sua autoestima e para continuar enganando a si mesmos, pensando que tem razão em qualquer coisa.

É só comparar os apologistas católicos norte-americanos mais famosos com o lixo moral que possuímos aqui no Brasil. Lá, eles têm Dave Armstrong, Scott Hahn, Karl Keating, Carl E. Olson, e por aí vai. Apologistas que, mesmo defendendo um engano, jamais pensariam em se rebaixar ao ponto de chamar a mãe dos outros de “puta aidética” ou dizer que vai “comer o rabo da tua mãe na sua frente”. É gente de nível, tanto acadêmico como intelectual, pessoas educadas e civilizadas, enfim: seres humanos. Já aqui no Brasil, eles têm Conde, Macabeus, Fakenando, Rafael Rodrigues. Gente sem educação, sem cultura, sem formação acadêmica, sem conhecimento, sem honestidade, sem caráter. O lixo do lixo. A escória da sociedade.

E os outros apologistas católicos não sentem a menor vergonha disso: seguem e aplaudem seres como esses, por ser o melhor que eles têm – para ver a que ponto a apologética católica brasileira chegou. O verdadeiro fundo do poço. O ápice da mediocridade. A situação da apologética católica atual é tão caótica e desesperadora que outros apologistas católicos precisam divulgar em seus sites e redes sociais os vídeos deste cretino xingando, caluniando, atacando com ad hominem e vomitando impropérios, só porque está fazendo isso contra alguém que detona e humilha eles toda semana.

E se você pensa que a mediocridade deste sujeito se resume apenas à sua baixeza moral, está muito enganado. Eu já mostrei isso em meu artigo anterior sobre a Condessa, mas vale a pena repetir aqui: trata-se da verdadeira personificação do fracasso humano. Simplesmente não existe pessoa no mundo mais fracassada, achincalhada, frustrada e derrotada na vida quanto este cidadão. O homem coleciona tudo aquilo que é degradante e vexatório para um ser da idade dele. Tem 40 anos e ainda mora na casa da mamãe e é sustentado pela vovó. Não tem mulher, não porque tenha feito voto de celibatário, mas porque é um bicho feio, horroroso e cheio de banha, que dá nojo em qualquer mulher decente e com um cérebro na cabeça.

Para não admitir que com essa idade ainda não faz nada na vida e é um completo parasita social, diz que trabalha “em um negócio de vendas da família”. É assim que o “negócio” funciona: enquanto a vovó e a mamãe trabalham duro, o poço de banha passa o dia todo fazendo videozinhos caricaturados na internet para atrair a atenção dos acéfalos. Isso para não admitir que, com 40 anos, não conseguiu chegar a lugar nenhum na vida pelas próprias pernas, nem arrumar um emprego próprio consegue, tendo que depender da mamãe e da vovó até hoje. No dia em que a vovó morrer, o sujeito será obrigado a comer o pão que o diabo amassou com o rabo. E debaixo da ponte.

O cretino sem moral e sem argumentos gosta de passar o vídeo inteiro escarnecendo o meu problema na voz, mas nem se me dessem um milhão de reais eu trocaria a minha voz pelas banhas dele, por aquelas bochechas que mais parecem duas nádegas sobrando no rosto, por aquela cara feia, horrorosa e caricaturada semelhante a uma bolacha trakinas, por aquela barba que ele deixa crescer por preguiça e que o faz parecer um macaco de circo misturado com terrorista muçulmano, ou por aquela pança de gordinho da cerveja, cada vez maior porque o parasita social não para de comer às custas da mamãe e da vovó. Pelo menos o meu problema é só a voz.

O sujeito é tão deformado, disforme e horrendo que nem uma quenga iria querer um troço imundo desses. Se ele entra em um bordel, as putas fogem. Por já ter atingido a escala máxima do fracasso humano, tenta abafar seu desprazer com a vida fazendo videozinhos xingando todo mundo que conseguiu chegar a algum lugar na vida. É invejoso e frustrado. Por isso mesmo se autointitula “Conde Loppeux de Villanueva”, uma figura criada pela própria mente lunática dele, uma forma de se achar alguma coisa e se desvencilhar de sua verdadeira pessoa fracassada que é. Vai morrer desiludido e frustrado, porque o “Conde” não existe, o que existe é um sujeitinho baixo, ralé e lixo chamado Leonardo Bruno.

Só de pensar em dar qualquer resposta a um sujeitinho desse calibre já é me rebaixar e me desvalorizar a um nível nunca antes atingido. Veja se alguém como William Lane Craig se rebaixa a debater com qualquer um desses neo-ateuzinhos de internet que vivem o atacando e o “desafiando” para isso ou aquilo. É óbvio que não. Ele só debate com gente civilizada, com um currículo notável, com nível intelectual e acadêmico, enfim: pessoas com classe suficiente para debater com ele. Ele nunca se rebaixou a um bate-boca com vândalos como Conde Loppeux, com formação em nada e pós-graduação em coisa nenhuma. Ele não perde seu tempo. Eu também não perco o meu.

O que mais impressiona nisso tudo é a quantidade de gente inculta e incauta que segue a um sujeito desses. Houve um tempo em que eu pensava que este cidadão era o que havia de mais risível e degradante na internet. Depois eu descobri que eu estava errado: pior ainda são aqueles que seguem a um sujeito sem cultura, sem educação, sem formação acadêmica, sem produção intelectual, sem emprego, sem ninguém, sem dignidade, sem nada. Um verdadeiro parasita social. Uma sanguessuga da sua pobre mãe e avó. Sim, indiscutivelmente, quem segue a um sujeito desses e a ele condiciona sua própria visão de mundo é infinitas vezes mais miserável e digno de pena do que a própria criatura.

Qualquer um que dê uma olhada na internet, constatará facilmente que não é apenas Leonardo Bruno que faz “sucesso” com sua incultura e ignorância. Qualquer pessoa com pouca ou nenhuma instrução, sem conhecimento de nada, sem formação, que desce a língua em todo mundo e vomita palavrões pra todo lado, faz o maior sucesso na internet. Pelos dados de hoje (23/08/2016), Conde tem 19.942 seguidores. Maestro Bogs, o “Conde do Ateísmo”, o equivalente perfeito e exato de Leonardo Bruno do outro lado, tem 23.467 seguidores. Cauê Moura, outro sem formação nenhuma que faz seus vídeos baseados em pesquisas rápidas de Wikipédia, tem mais de 4 milhões de seguidores. PC Siqueira, com a mesma descrição de Cauê, tem mais de 2 milhões de seguidores. Felipe Neto, com a mesma descrição de Cauê e PC, tem quase 6 milhões de seguidores. E por aí vai.

Qual a semelhança entre Conde, Maestro, Cauê, PC Siqueira e Felipe Neto (dentre outros do mesmo gênero)? Embora defendam pautas distintas, todos eles têm um mesmo perfil: nenhum deles tem formação acadêmica, nenhum deles tem pós-graduação, mestrado ou doutorado, nenhum deles tem o hábito de ler livros ou estudar, todos eles são motivo de piada para pessoas mais sérias, todos eles são caricaturados de propósito, todos eles falam um monte de palavrão o tempo todo para animar a massa de incautos que os seguem tal como no Pão e Circo, todos eles falam como se estivessem num picadeiro de circo entretendo seus discípulos boquiabertos. E usar qualquer um deles em qualquer obra acadêmica é suicídio, é pedir para ser expulso a pedradas da faculdade onde estuda.

Parece que quanto mais ignorante, inculto, rude e vulgar alguém é, mais seguidores possui. Essa é a fórmula para se fazer sucesso aqui no Brasil, uma fórmula que até um ser humano fracassado como Leonardo Bruno aprendeu bem. Compare tais seres caricaturados que fazem sucesso no Youtube com as pessoas sérias que realmente tem currículo, inteligência, educação, conhecimento e honestidade. Novamente, vou usar os dados atualizados do momento (23/08/2016), e citar apenas dois breves exemplos:

1) Rodrigo Silva. Grande estudioso, homem culto, com dois doutorados, uma vasta produção acadêmica, fala diversos idiomas, argumenta brilhantemente, enfim: o “William Lane Craig brasileiro”. Sua conta no Youtube tem apenas 1.323 seguidores (veja aqui).

2) Afonso de Vasconcelos Lopes. Doutor em geofísica, professor da USP, empreendedor, consultor internacional e investidor, com uma produção intelectual sem fim, que faz vídeos excelentes de ciência. Tem apenas 3.577 inscritos (veja aqui).

Qual o problema deles? Os dois têm uma voz boa, uma ótima dicção e didática, ou seja, não tem os problemas que eu tenho. Ambos têm uma ampla formação acadêmica e produção intelectual. Chegaram o mais longe possível na vida. Tem um doutorado ou mais. Você não vai ver nenhum deles falar nenhum palavrão. Não xingam, não apelam, não escarnecem os outros nos seus vídeos, não fazem imitações pejorativas, não tentam crescer polemizando em cima de canais maiores, não tem baixaria, não gritam, não usam termos chulos, não são fanáticos extremistas, não tratam seu público como se estivessem em um picadeiro de circo. Ou seja: ninguém quer saber deles.

Em um país onde “quanto mais inculto, melhor”, pessoas deste nível são desprezadas, e os palhaços sem formação e educação são procurados à exaustão. A fórmula para fazer sucesso na internet é:


Em países sérios, até as pessoas menos instruídas decidem seguir gente como William Lane Craig, Alvin Plantinga, John Lennox, Dinesh D’Souza, e do lado contrário Richard Dawkins, Sam Harris, Daniel Dennett, Christopher Hitchens. Aqui, elas seguem Conde, Maestro Bogs, Astrolavo de Carvalho, PC Siqueira, Cauê Moura, Felipe Neto. Com “professores” tão ilustres e sábios, não impressiona que o nosso país despenque cada vez mais nas classificações de educação e persiga cada vez mais a incultura e a ignorância. Afinal, cada povo tem os “mestres” que merece.

*Nota importante: Dentro de uma semana, irei publicar aqui a refutação definitiva a Macabeus, Conde, Fakenando e companhia limitada, em um artigo intitulado “Igreja Católica e Nazismo”, um dos mais importantes da história deste blog. Não percam. Se você está com muita pressa e não quer esperar, veja uma palhinha do que está por vir neste meu artigo e também neste, neste e neste artigo do Elisson Freire. 

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,

-Meus livros:

- Veja uma lista de livros meus clicando aqui.

- Confira minha página no facebook clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros blogs:

LucasBanzoli.Com (Um compêndio de todos os artigos já escritos por mim)
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Artigos devocionais e estudos bíblicos)
Desvendando a Lenda (Refutando a imortalidade da alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)
Fim da Fraude (Refutando as mentiras dos apologistas católicos)

92 comentários:

  1. Olá Lucas.
    Meu amigo Lucas a meu ver quem está errado é você quando perde seu tempo com "gente" desse nível. Sou protestante convicto, tenho muitos amigos católicos que sequer sabem da existência de tais "pessoas". Não conheço nenhum católico decente que vá se espelhar em tais "pessoas". Desculpe a sinceridade, mas esperar educação, nível acadêmico, diálogo, civilidade de "pessoas" que não tem, ai você cai no erro de dar aos cães as coisas santas (Mt 7:6).
    Na paz de Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sugestão. Realmente eu não costumo perder tempo com gente como ele, nem ver vídeos dele eu vejo mais, não faço isso há 6 meses. Apenas o usei como exemplo para mostrar como tem gente que prefere seguir aquilo que há de pior. E ele não é tão desconhecido assim, tem quase 20 mil seguidores, ou seja, 20 mil abestalhados que caem perfeitamente na descrição que eu fiz no meu artigo. Mas é muito bom saber que há católicos decentes que não seguem esse tipo de cidadão, eu também conheço muitos que são honestos e tem asco só de ver um vídeo desse sujeito. Infelizmente, no entanto, os católicos "apologéticos" se apegam a seres abjetos como ele e a tudo o que tem de lixo para fundamentar suas convicções e atacar os não-católicos.

      Abs!

      Excluir
  2. Por outro lado, estava tendo o desprazer (sim, sou adepto do autoflagelo =D) de assistir um vídeo da condessa e encontrei a referência ao seu nome e procurei no google.. E adorei seus textos. Parabéns! É de dar orgulho encontrar material tão bem fundamentado assim, na internet, e de graça! Um abraço e continue fustigando esses safados com suas IDEIAS! Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado :)

      Você não é o primeiro caso de pessoa que eu vejo ter acesso aos meus textos mediante a "divulgação" dele. Tentando destruir a reputação alheia, ele só serve de trampolim para a divulgação do meu trabalho, e assim ajuda a alcançar cada vez mais pessoas. É o verdadeiro "tiro no pé".

      Abs!

      Excluir
  3. Respostas
    1. Realmente... mas ele pelo menos ainda tem conteúdo útil.

      Excluir
  4. Saudações, Lucas agora você pegou pesado, a condessa esta esperando pela "alma gêmea", que tem que ser: cega, muda e surda e com um forte problema cerebral. E se a moçoila atender pelo singelo nome de "Jorjão" ai que ele casa mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será? Acho que você está sendo otimista demais. Mesmo a mulher sendo cega, muda, surda e problemática, ainda assim ela conseguiria sentir. E só de colocar as mãos naquela pança gorda cheia de banha esparramada para todos os lados ela já sentiria nojo da criatura e mudaria de ideia.

      Excluir
  5. Condessa de Villanueva KKKKKKKKKKKKKKKKKK RI ALTO!
    Já já ele responde no canal do Youtube o seu artigo kkkkkk
    ele só sabe falar isso: Lucas Banzéruela, dar o cú, sentar
    no colo do capeta e blablabla, sem conteúdo nenhum!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele tem bastante tempo livre mesmo (literalmente todo o tempo do mundo, porque não faz nada na vida), então é bem provável que volte a atacar novamente com o seu arsenal muito variado e criativo de xingamentos, que ele usa contra tudo e todos...

      Excluir
  6. Agora a onda é chamar todo pensamento contrário dos seguidores de Olavo e de outras figuras conhecidas por ai de COMUNISTA! Parece que o senso crítico não faz mais sentido para esse pessoal. A propósito é evangélico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normal. Os militantes gays afirmam que todo mundo que discorda do casamento gay é "homofóbico", os comunistas afirmam que todo mundo que é contra o comunismo é da "elite" e "odeia os pobres", os apologistas católicos acusam todos aqueles que discordam dos dogmas marianos tardios e heréticos inventados por Roma de "odiar Maria", e os olavetes acusam todos os não-olavetes de serem "comunistas"... todo mundo que não tem argumentos estigmatiza o oponente como uma tática de pressão.

      Sou evangélico sim.

      Excluir
  7. Lucas, disse:

    "A situação da apologética católica atual é tão caótica e desesperadora que outros apologistas católicos precisam divulgar em seus sites e redes sociais os vídeos deste cretino xingando, caluniando, atacando com ad hominem e vomitando impropérios, só porque está fazendo isso contra alguém que detona e humilha eles toda semana".

    Conheço evangélicos repudiados pelos católicos como bandidos que não se comportam como esse infeliz Conde nem de longe, mas são repudiados e desaconselhados pelos católicos como gente ruim e imoral. E agora, me aparece uma besta humana, falando e fazendo ao vivo pior do que Nem sei o que. Nem sei o que, por que não encontro bicho mais horrível que esse. Esse animal tem que ter proteção para falar o que ele fala. Ele precisa ter um pai Juiz, tio promotor de justiça, irmão agente da polícia federal. Não tem? Então é louco mesmo! E ainda sai de católico. E o pior: católicos estão usando o bicho para se defender!!!

    Católico é uma peste. Eles fazem de bichos a seres humanos e de seres humanos normais eles promovem a bichos.

    Até o Diabo corre desse tipo de pessoa, e corre desesperado pedindo socorro. Eles são tão ruins que quando Satanás quer usar alguém para se transformar em anjo de
    luz ele passa longe dessa raça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Quando alguém for exorcizar algum monstro moral como Conde e Macabeus, não poderá dizer "sai deste corpo" para o diabo. Em vez disso, terá que pedir eles deixarem o diabo em paz.

      Excluir
    2. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  8. Fui assistir um vídeo desse sujeito, esperando ver algum tipo de argumentação séria. Quando comecei a ver os palavrões e xingamentos, para longe de qualquer questionamento, simplesmente fechei o vídeo. Como pode alguém que se diz "cristão" ser tão mal-educado? Alguém que diz seguir Jesus, caçoar de alguém por causa de uma deficiência? Será que Cristo faria isso?
    E o pior: será que ele não percebe que, com esse modo de ser, só afasta os outros do catolicismo? Qualquer pessoa séria, que não tenha religião definida e esteja procurando uma, ao se deparar com o modo de ser desse Conde, ficará com medo do catolicismo.
    Agora, o canal do pastor Rodrigo Silva é muito mais do que apenas "bom" - é sensacional. Adoro as meditações diárias que ele posta. Não sou inscrito porque não uso minha conta do google, mas sempre que entro no pc olho no youtube a conta dele pra ver se ele postou algo novo. Engraçado que vi o Conde fazendo um vídeo dizendo que ele é um "embusteiro", rs. O Rodrigo tem dois doutorados no Brasil - um pela USP -, um pós-doutorado no exterior, graduação em Teologia e Filosofia. E o Conde? Bom, o Conde tem... 20.000 seguidores.
    Grande abraço, Lucas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que eu disse no texto. Pra ser católico e seguir a um sujeito desses, deste nível, tem que estar muito desesperado mesmo, ou ser um pilantra como ele. Em geral, os apologistas católicos não tem senso moral e por isso se juntam com o que há de pior no ramo. São cegos guiando cegos.

      Em relação ao Rodrigo Silva, eu tinha até me esquecido deste pós-doutorado aí. Realmente, o cara é brilhante. Pena que geralmente quem é brilhante neste país recebe menos reconhecimento do que merece. O Conde não chega nem aos pés de um ser humano comum, quanto mais de um gênio como Rodrigo Silva. Ele não serve nem para limpar a sola do sapato do Dr. Rodrigo, e quer difamá-lo na internet. Mas é sempre a mesma coisa: quem não sabe nada, em vez de lavar a boca, quer a todo custo tentar diminuir aqueles que sabem.

      Abs!

      Excluir
  9. Lucas em Romanos 15:20,Paulo diz que não foi pregar em Roma pois alguém já havia edificado o fundamento do evangelho lá. Quem foi? Foi Pedro o fundamento a qual Paulo se referiu em Romanos 15:20. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo não diz quem era. Mas certamente não era Pedro, já que ele não menciona Pedro em lugar nenhum em suas saudações finais do capítulo 16 (embora saúde nominalmente 26 pessoas dali). É óbvio que ele não se esqueceria do mais importante de todos, o "papa" Pedro, o "líder" da Igreja, se essa figura tão importante estivesse ali (ao mesmo tempo em que se lembraria de 26 pessoas de relevância totalmente inferior).

      Excluir
    2. Anônimo, se der uma boa olhada Paulo deixa entendido que não foi referente à Roma que ele aplicou a frase "para não edificar sobre fundamento alheio", mas as regiões por onde JÁ HAVIA passado. Veja:

      "18 Porque não ousarei dizer coisa alguma, que Cristo por mim não tenha feito, para fazer obedientes os gentios, por palavra e por obras;

      19 Pelo poder dos sinais e prodígios, na virtude do Espírito de Deus; de maneira que desde Jerusalém, e arredores, até ao Ilírico, tenho pregado o evangelho de Jesus Cristo.

      20 E desta maneira ME ESFORCEI por anunciar o evangelho, não onde Cristo FOI nomeado, para não edificar sobre fundamento alheio;

      21 Antes, como está escrito: Aqueles a quem não foi anunciado, o verão, E os que não ouviram o entenderão.

      22 Por isso também muitas vezes tenho sido impedido de ir ter convosco.

      Você acha mesmo que Cristo foi anunciado em Roma antes de Paulo?

      Veja o que o Senhor diz a ele quando estava para ser preso:

      "E na noite seguinte, apresentando-se-lhe o Senhor, disse: Paulo, tem ânimo; porque, como de mim testificaste em Jerusalém, assim importa que testifiques também em Roma", Atos 23:11

      Pior do que isso é quando ele chega a Roma os judeus, (alvos do ministério de Pedro) nada sabiam sobre o Evangelho. Chamaram a Igreja de seita:

      "No entanto bem quiséramos ouvir de ti o que sentes; porque, quanto a esta seita, notório nos é que em toda a parte se fala contra ela", Atos 28:11.

      São dois versículos que testemunham contra a estadia de Pedro em Roma, pois se Paulo deveria ir lá para testemunhar do nome de Jesus e logo em seguida os judeus chamam os cristãos de seita, então Pedro não estava lá. Isso não está de acordo com as alegações da apologética católica que garante que nesse tempo Pedro já tinha seu ministério em Roma por quase 20 anos. Tem que ser muito burro pra acreditar numa coisa dessas.

      Excluir
    3. Geralmente as pessoas não atenram para os detalhes. Veja como fica mais claro:

      ""... desde Jerusalém, e arredores, até ao Ilírico, tenho pregado o evangelho de Jesus Cristo... ME ESFORCEI por anunciar o evangelho, não onde Cristo FOI nomeado, para não edificar sobre fundamento alheio..."

      Ele fala aoa Romanos das regiões onde passou. Porém, como Paulo era um fominha eu duvido muito que ele não deu umas pitadas onde Cristo havia sido anunciado. Basta observar que ele disse que se esforçou para não fazer tal coisa.

      Excluir
    4. O contexto dessa discussão É quem pregou em Roma e a insinuação pende para Pedro. Eu não ignoro que havia uma Igreja em Roma. A questão do Anônimo e sobre quem anunciou Cristo. Há uma insinuação fortíssima na pergunta, e ela faz com que a resposta clame pelo nome de Pedro. Isso vem de influência católica romana que deseja colocar Pedro em Roma como fundador da Igreja. E isso não é verdade. As Escrituras sugerem que algumas pessoas levaram o evangelho para Roma antes de Pedro.

      Todos sabemos que no dia de Pentecostes povos de todas as nações debaixo do céu se faziam presente em Jerusalém e foram testemunhas do derramamento do Espírito Santo. Um detalhe: muitos eram judeus:

      "E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu", Atos 2:5.

      O mesmo contexto fala de judeus que viviam em Roma. Lucas diz que naquele dia havia ali gente da "Frigia e Panfília, Egito e partes da Líbia, junto a Cirene, e forasteiros romanos, tanto judeus como prosélitos", Atos Atos 2:10. Portanto, estes voltaram para Roma pelo menos uma década antes de Pedro ter estado supostamente lá.

      Mas não é esse apenas o problema. Havia mais duas pessoas que estiveram entre os Apóstolos e que foram saudados por Paulo na carta ao Romanos. Eram eles Andronico e Junias:

      "Saudai a Andrônico e a Júnias, meus parentes e meus companheiros na prisão, os quais se distinguiram entre os apóstolos e que foram antes de mim em Cristo", Atos 16:7. Vemos aí dois que estiverem entre os doze.

      Alguém pregou em Roma antes de Pedro. Está na cara!

      Agora, de que maneira Cristo foi ali anunciado? Possivelmente cheio de fermento judeu. Basta que se leia a carta inteira para ver o sacrifício que Paulo faz no intuito de convencê-los da fé (graça) sem as obras da lei. Aqui vai um exemplo:

      "Que diremos, pois, ter alcançado Abraão, nosso pai segundo a carne? Porque, se Abraão foi justificado pelas obras, tem de que se gloriar, mas não diante de Deus. Pois, que diz a Escritura? Creu Abraão em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça. Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida. Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça".

      Vemos também que  Paulo começa a carta falando para judeus em 2:17-29. Leia e veja a repreensão.

      Estavam vivendo ainda mais debaixo da lei do que da graça (Rom 7).

      Acho um absurdo os judeus ali em Roma, ouvintes de Paulo (Atos 28) dizer que a Igreja era uma seita e dizer também que tudo que eles sabiam era que em todo lugar essa seita foi impugnada.

      Eu disse no meu primeiro comentário: "... se Paulo deveria ir lá para testemunhar do nome de Jesus e logo em seguida os judeus chamam os cristãos de seita, então Pedro não estava lá...".

      Você poderia alegar que outros estavam, porém, a diferença é enorme; se a pregação de Pedro era constante ali (o ano 58, ano da carta, era o décimo sexto ano da estadia de Pedro em Roma segundo o catolicismo) esses judeus jamais poderiam agir de forma tão ignorante. Está aí um testemunho fortíssimo contra o primado de Pedro em Roma.

      Outra coisa que não se explica e que quando Paulo chega a Roma alguns irmãos da Igreja vão recebê- lo (Atos 28:15), mas quando se fala das pessoas que iam a casa deste para ouvir de Cristo, vemos Judeus que resistiram em
      Muito sua mensagem (28:17-25). Os irmãos que foram dar as boas vindas a Paulo não são mais citados para identificação.




      Excluir
    5. Se existia em Roma algum fundamento anterior a Paulo, no caso o fundamento Pedro (ministério entre os judeus) Paulo não pregaria na região e muito menos endereçaria a Igreja romana uma carta.

      No fim das contas os católicos tem que engolir dois intrusos sobre o fundamento de Roma: Paulo e a Carta!

      Excluir
    6. Muito bem colocado, Alon!

      Isso me lembrou o artigo "A Missão Secreta de Pedro", que até hoje dá coceiras nos ouvidos dos apologistas católicos:

      http://apologiacrista.com/a-missao-secreta-de-pedro

      Excluir
    7. Muito esclarecedor esse trabalho seu. Eu não sei como os católicos ainda não pararam de escrever depois que souberam da existência desse artigo.

      Excluir
  10. Lucas, dá uma olhada nesse artigo, ignore o fato de ser de uma página comunista.
    http://apaginavermelha.blogspot.com.br/2013/09/editorial-um-troll-e-um-ex-toureador.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tinha visto. Esse cara é o mais queimado e humilhado de toda a internet. Por onde eu entro, sites, Youtube, tem gente desmascarando esse lixo.

      Excluir
  11. O que acha?
    https://www.youtube.com/watch?v=BRLqoUKM_dU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. A vida sem Deus não tem sentido mesmo. Já havia escrito sobre isso aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.in/2015/04/o-sentido-da-vida-sem-deus.html

      Excluir
  12. Lucas, gostaria de te pedir ajuda. Estou estudando os argumentos dos liberais - praticamente toda a igreja Suiça é liberal - e parecem ser muito bons.

    Por exemplo, sobre a "Palavra de Deus": tanto cristãos evangélicos quanto católicos romanos e católicos ortodoxos concordam que a Bíblia é a Palavra de Deus revelada. A Bíblia fala bastante sobre Palavra de Deus, por exemplo:

    Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; Efésios 6:17

    E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, Hebreus 6:5

    E a palavra de Deus crescia e se multiplicava. Atos 12:24

    Mas ele disse: Antes bem aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam. Lucas 11:28

    E ficou ali um ano e seis meses, ensinando entre eles a palavra de Deus. Atos 18:11

    Porém, a Bíblia não ensina que a Palavra de Deus é a própria Bíblia. Ela ensina que a Palavra de Deus é Jesus.

    E estava vestido de veste tingida em sangue; e o nome pelo qual se chama é A Palavra de Deus. Apocalipse 19:13

    Como entender isso? A Palavra de Deus é a Bíblia ou Jesus?

    Uma outra dúvida que também tenho:

    Supondo que a Bíblia realmente seja a Palavra de Deus, qual versão da Bíblia é a Palavra de Deus?

    Existe a Bíblia protestante, católica romana, católica ortodoxa, etc.

    Espero não te incomodar, Lucas, é uma dúvida sincera que me aflige.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há contradição entre uma coisa e outra, o que os cristãos sempre creram foi que a Bíblia é a Palavra ESCRITA de Deus e Jesus é a Palavra ENCARNADA de Deus. Veja esses versos onde Jesus fala sobre a Palavra de Deus:

      Mateus 15:6 – Assim vocês anulam a palavra de Deus por causa da tradição de vocês.

      Marcos 7:3 – Assim vocês anulam a palavra de Deus, por meio da tradição que vocês mesmos transmitiram. E fazem muitas coisas como essa.

      Ele diz que os fariseus com as suas tradições estavam anulando a PALAVRA DE DEUS. Que Palavra era essa? Basta ver o contexto para descobrir que ele estava falando das Escrituras:

      “Pois Deus disse: ‘Honra teu pai e tua mãe’ e ‘quem amaldiçoar seu pai ou sua mãe terá que ser executado’. Mas vocês afirmam que se alguém disser a seu pai ou a sua mãe: ‘Qualquer ajuda que vocês poderiam receber de mim é uma oferta dedicada a Deus’, ele não é obrigado a ‘honrar seu pai’ dessa forma. Assim vocês anulam a palavra de Deus por causa da tradição de vocês” (Mateus 15:4-6)

      Jesus cita versos bíblicos, de Êxodo 20:12 e Levítico 20:9, e chama aquilo de PALAVRA DE DEUS, que os fariseus estavam violando. Ou seja, para Jesus, a Bíblia era Palavra de Deus sim. É óbvio que o Novo Testamento não havia sido escrito ainda, mas se a natureza da Escritura é inspirada como Palavra de Deus, então o que ainda haveria de ser escrito e considerado parte integrante das Sagradas Letras também o seria. É aí que vem Paulo dizendo que “toda Escritura é divinamente inspirada” (2Tm.3:16), sendo que o próprio apóstolo considerava o Evangelho de Lucas (i.e, do NT) como Escritura (1Tm.5:18).

      Sobre a versão bíblica, será necessário explicar melhor o que você quer dizer com isso. Se você quer se referir ao CÂNON bíblico, ou seja, a quem tem os "livros certos" da Escritura, então a resposta é muito simples: aqueles que seguem o cânon judaico do AT, pois a Palavra de Deus na antiga aliança foi confiada aos judeus (Rm.3:2). A Igreja surgiu depois e foi responsável apenas pelo cânon do NT, do qual não se há discussão entre as três vertentes que você mencionou. Quem tem os mesmos livros do cânon judaico do AT? Os protestantes. Assunto encerrado.

      Agora, em relação a VERSÃO da Bíblia, não existe uma única versão que seja inerrante. Elas são traduções feitas por homens falíveis que podem errar e que de fato erram. O que é inerrante é o texto original. O que não significa que as versões que possuímos não sejam confiáveis ou bastante próximas dos originais.

      Abs.

      Excluir
    2. Obrigado, Lucas.
      Na sua opinião, por que várias igrejas de vários países cairam no liberalismo?
      ECUSA e PCUSA são apenas dois exemplos nos EUA. Várias igrejas Luteranas cairam no liberalismo também, inclusive no Brasil.
      Antes essas igrejas eram reformadas, e tinham um alto nível de ensino. De repente viraram liberais. Por que?
      E outra pergunta, eu sou calvinista de 4 pontos e acredito que Romanos 9 é totalmente dispensável da Bíblia. Sou liberal?

      Excluir
    3. Na minha opinião, é o Inimigo infiltrando agentes dele dentro das igrejas. Leia os dois livros do "Filho do Fogo", do ex-satanista Daniel Mastral, que você vai entender. Eles colocam lá agentes da irmandade infiltrados, os quais se fingem de cristãos sinceros, fazem com que eles alcancem cargos de liderança e então semeiam a semente do engano na igreja. Tudo isso está bem documentado no livro. Isso já estava sendo feito pelo menos desde a década de 90, mas só em tempos mais recentes começou a dar frutos, ou seja, mostrar os resultados desta infiltração.

      O que você considera por "dispensável"? Se for no sentido de não considerar este texto inspirado, então cai no liberalismo sim. Mas se for no sentido de achar que este texto não acrescenta algo de novo, embora seja inspirado, entendo que isso seja apenas uma opinião pessoal sua, da mesma forma que Lutero achava os livros de Paulo mais importantes que o de Tiago, ou que qualquer cristão pode achar que Levíticos ou Cântico dos Cânticos sejam pouco relevantes para a Igreja moderna, embora não neguem que estes livros tenham sido inspirados e cumpriram um propósito.

      Excluir
    4. Caio Fábio ou Nicodemus?27 de agosto de 2016 10:41

      Lucas, não creio que esse texto seja inspirado não, pois o que está em Romanos 9 vai ao contrário daquilo que Jesus e até mesmo o próprio apóstolo Paulo disse. Agora, minhas dúvidas:

      -Segundo Caio Fábio, quando se diz que Romanos 9 é totalmente dispensável da bíblia, as pessoas acusam de liberal, herege, entre outras coisas. Porém, João Calvino não queria que o livro de apocalipse estivesse no cânon do NT e nem por isso chamam ele desses nomes - pelo contrário, acham muito interessante o que ele diz. O que acha disso?

      -Dizer que o motivo destas igrejas caírem no liberalismo é apenas por culpa de Satanás é um pouco exagerado, não é? Li em um site que a discussão sobre inerrância/não inerrância bíblia começou em 1870 e até mesmo Augustus Nicodemus admitiu que liberais tem argumentos muito bons - claro que ortodoxos também têm.

      Obrigado, tenho bastante dúvida sobre esse tema, desculpa tantas perguntas kkkkkkkkkk

      Abraço.

      Excluir
    5. Que parte de Romanos 9 vai ao contrário do que Jesus e Paulo disseram?

      Tem alguma citação de Calvino dizendo expressamente que o Apocalipse não era para estar na Bíblia?

      Eu não me referia somente à questão da inerrância. Inerrância é debatida há muito tempo, embora todos os Pais da Igreja cressem nela. O que eu me referia era a preceitos liberais que entraram em algumas igrejas tais como casamento gay, aborto e mundanismo em geral. A questão da inerrância é fichinha em comparada a essas coisas.

      Vale ressaltar que é possível ser um teólogo ortodoxo sem crer na inerrância. Há muitos que entendem que a Bíblia é inerrante quando fala questões relativas à moral, conduta e doutrina, ou seja, a coisas referentes ou relevantes à salvação, mas não quando entra em detalhes sobre datas ou dados históricos, por exemplo. Particularmente, eu creio na inerrância e entendo ela ser bíblica, mas quando me refiro ao liberalismo, falo de coisa bem pior do que não crer na inerrância. Teólogos liberais descreem em praticamente toda a Bíblia, quase todos eles negam a ressurreição de Jesus, alguns chegaram à "conclusão" de que 83% das falas de Jesus nos evangelhos são falsas, e tem outros que aderiram ao deísmo ou ao ateísmo. E por aí vai.

      Abs!

      Excluir
  13. Lucas vc poderia fazer um artigo sobre qual igreja pertencia Santo Agostinho, quais as doutrinas que ele defendia que são contra o catolicismo e quais são a favor do protestantismo. Vc indicou o site do Bruno, mas a forma dele escrever, o tipo de letra, etc. Torna o site dele muito ruim pra ler e com didática péssima. Vc já escreve melhor, faz tudo caprichado e colorido e a leitura se torna melhor. Obrigado meu mestre, pois eu te acho um gênio da teologia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso fazer, obrigado pela sugestão. Abs!

      Excluir
    2. Lucas, você recomenda a leitura de Santo Agostinho para quem não tem muita noção de teologia? Se sim, quais livros?
      Tentei ler Confissões e me pareceu bem difícil... Na verdade, chato.

      Excluir
    3. "A Doutrina Cristã" é um livro bom para quem quer aprender questões relativas à exegese. Meu livro "Exegese de Textos Difíceis da Bíblia" é mais light e mais fácil de entender para os leitores leigos, o de Agostinho é mais complexo e detalhista, mas dá pra entender sim. A linguagem da época também complica às vezes, era um tom bem mais formal do que o usado habitualmente nos dias de hoje.

      Recomendo mais a leitura de Pais da Igreja mais antigos que Agostinho. Inácio, Policarpo, Clemente, Justino, Barnabé, Papias, Teófilo e a Didaquê tem uma linguagem bem mais leve e de fácil entendimento, e além disso tem a vantagem de estarem bem mais próximos dos apóstolos do que Agostinho século IV e V, ou seja, uma possibilidade maior de estarem ensinando uma doutrina realmente transmitida pelos apóstolos e conservada até aqueles tempos.

      Excluir
  14. Lucas, já viu o filme "Quem vê cara não vê coração"? Se viu, vai reparar a semelhança entre o "tio Buck" e o Conde: os dois já têm idade, têm má aparência e colecionam tudo aquilo que representa fracasso (pra ti ter uma noção, o Buck praticamente não trabalha, é drogado, beberrão e não sabe lidar com os próprios sobrinhos, sendo que ele já tem 40 anos, além de o carro dele ser velho e estar estragado). Vê a semelhança?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, tem razão, nem tinha lembrado. E o pior é que os dois são gordões HSUAHSUAHSUASH

      Mas há três diferenças cruciais entre ambos. Primeiro, o "tio Buck" não era um fanático católico fundamentalista extremista xiita com sérios sintomas de doença mental. Segundo, o tio Buck ao menos tinha um carro. O do "Conde" deve estar no nome da mamãe dele. E terceiro e principal de tudo: tio Buck é da ficção. Ele não existe de verdade. Conde é uma caricatura viva, um ser que parece que saiu dos quadrinhos animados e que só existe nos filmes, quando os roteiristas decidem retratar alguém tão fracassado e estereotipado que, se não fosse pela existência do Conde, eu diria que é utopia.

      Excluir
    2. E mais uma diferença: o "tio Buck" mostrou ser um cara digno no final.

      Excluir
    3. Veja só Lucas.
      Sidnei
      agosto 27, 2016 at 4:29 pm · Reply
      Marcos o que a Vivi está dizendo, e eu compreendo, é que toda regra tem uma exceção. Sendo assim, o exemplos que a Vivi trouxe demonstram claramente isto, e no que toca ao pecado e ao cumprimento de toda lei, JESUS como homem foi a exceção a regra de que todos pecaram e que todos não poderiam cumprir 100% a lei. Se JESUS foi a exceção nestes dois quesitos, onde pode haver uma exceção poderá haver duas, portanto a segunda exceção após JESUS caberia por lógica a sua mãe, já que JESUS herdou dela sua natureza humana e a teve como mãe, não é a toa que em Gen. 3,15 DEUS diz a serpente, que iria por inimizade entre a serpente e a mulher entre a descendência da mulher e da serpente. Nesta passagem podemos identificar que é o descendente da mulher que não iria ter nenhuma amizade com a serpente (que aqui é o diabo) e que iria esmagar a cabeça da serpente, neste caso, é JESUS, e a mulher que como seu descendente também não iria ter nenhuma amizade com a serpente, com o demônio tal como seu descendente, não podemos imaginar qualquer outra mulher que se não Maria. Tudo que a Vive trouxe esta suficientemente claro, e de fácil entendimento.

      Excluir
    4. Não há qualquer base para sustentar que Maria é a mulher de Gênesis 3:15. Essa é uma interpretação particular de mariólatras desesperados que não conseguem lidar com o fato de que a Bíblia fala tão pouco em Maria (para se ter uma ideia, de Atos até o Apocalipse ela só é mencionada uma única vez). Essa interpretação já foi completamente destruída neste artigo:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2012/09/maria-esmaga-cabeca-da-serpente.html

      Jesus era a exceção óbvia porque ele veio para TIRAR o pecado. Não é à toa que a Bíblia afirma essa exceção explicitamente, como não faz em relação a Maria em lugar nenhum:

      “Pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, SEM PECADO” (Hebreus 4:15)

      “Qual de vocês pode me acusar de algum pecado? Se estou falando a verdade, porque vocês não crêem em mim?” (João 8:46)

      Basta ler todo o contexto da própria carta aos Romanos para perceber a lógica de pensamento do apóstolo. Como todos os homens pecaram sem exceção, Deus teve que enviar Seu Filho unigênito, ou seja, alguém sem pecado, para destruir o pecado. Nada é dito a respeito de Maria, que nem ao menos é mencionada por Paulo em nenhuma de suas treze epístolas. E como eu já expliquei na minha outra resposta abaixo, se Maria tivesse cumprido toda a lei e vivido sem nenhum pecado (nem mesmo o original), Jesus seria totalmente desnecessário. Bastaria que ela morresse em nosso lugar e pronto. Expiação concluída.

      Deus precisou enviar Jesus justamente porque NINGUÉM antes dele, nem mesmo a sua mãe, conseguiram tal coisa.

      Excluir
  15. Porque esse gordo feio se intitula CONDE ? Porque esse título de riqueza nele ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mascarar e disfarçar sua triste e cruel realidade.

      Excluir
  16. Olá Lucas!
    Mais uma vez venho pedia sua ajuda .
    Eu fiz três perguntas ao catequista sobre o catecismo e veja o que ele me respondeu. Vc poderia comentar a resposta dele.de cara eu vir um equívoco dele ele trocou o nome de Tiago por Paulo .

    ResponderExcluir
  17. catecismo da igreja diz o seguinte:

    M.6.8 Fins dos mandamentos da Lei
    §578 Jesus, o Messias de Israel, portanto o maior no Reino dos Céus, tinha a obrigação de cumprir a Lei, executando-a em sua integridade até seus mínimos preceitos, segundo suas próprias palavras.Ele é o único que conseguiu cumpri-la com perfeição. Os judeus, conforme sua própria confissão, nunca conseguiram cumprir a Lei em sua integridade sem violar-lhe o mínimo preceito. Esta é a razão pela qual, em cada festa anual da Expiação, os filhos de Israel pedem a Deus perdão por suas transgressões da Lei. Com efeito, a Lei constitui um todo e, como recorda São Tiago, “aquele que guarda toda a Lei, mas desobedece a um só ponto, torna- se culpado da transgressão da Lei inteira” (Tg 2,10).
    O texto acima diz que JESUS foi o único que conseguiu cumprir toda a lei com perfeição. baseado no catecismo faço 3 perguntas:
    1. quem transgride os dez mandamento está em pecado?
    2. Como diz: São Tiago, “aquele que guarda toda a Lei, mas desobedece a um só ponto, torna- se culpado da transgressão da Lei inteira” (Tg 2,10).não era para está escrito no catecismo que a Maria e Jesus foram os únicos que cumpriram toda a lei?
    3. O dogma Imaculada conceição não está entrando em conflito com este parágrafo do catecismo e com a sagrada escritura?

    A Catequista
    agosto 27, 2016 at 1:43 pm · Reply
    Marcos, boa pergunta.
    A resposta é: o dogma da Imaculada Conceição não entra em conflito com essa passagem da Bíblia. O conflito é apenas aparente.

    São Paulo se referia a uma uma lei geral, que tem sentido coletivo. Mas sabemos que existem exceções a leis gerais, inclusive há várias exceções registradas nas Escrituras.

    Por exemplo, também está escrito: “Como está determinado que os homens morram uma só vez, e logo em seguida vem o juízo” (Hb 9,27).
    Porém, o filho da viúva que Elias ressuscitou, o morto que ressuscitou ao tocar nos ossos de Eliseu, Lázaro e tantos outras de pessoas que foram ressuscitadas, esses morreram duas vezes.

    Outro exemplo: na bíblia Almeida está dito: “E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo.
    (Mateus 10:22). Agora me diga, Marcos: TODOS, todos sem exceção odeiam os cristãos por causa do nome de Cristo? Óbvio que não! Jesus Cristo está se referindo a uma regra geral. O mundo odeia Cristo e odeia seus seguidores, bem sabemos. Mas há aqueles – e não são poucos – que não se enquadram nisso.

    Sobre o dogma da Imaculada Conceição, publicamos este post:
    http://ocatequista.com.br/archives/10790

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhum dos exemplos que eles passaram justifica essa contradição explícita. O texto de Hebreus não diz que TODOS os homens morreram uma só vez. Só diz que "os homens" morrem uma só vez, ou seja, está estipulando uma regra geral e não delimitando em toda a sua extensão. Em relação a Mateus 10:22, o grego não usa a mesma palavra que é usada em Romanos 3:23. Em Romanos 3:23 é "pas", que significa "todos", e em Mateus 10:22 é utilizado "pantos", que significa:

      3843 παντως pantos
      de 3956; adv
      1) completamente;
      1a) de todos os modos, por todos os meios;
      1b) com certeza, seguramente, certamente;
      1c) de modo nenhum, de forma alguma.

      Ou seja, Jesus estava simplesmente dizendo que seus discípulos seriam odiados de todas as formas, e não que literalmente todo mundo os odiaria.

      É exatamente porque ninguém foi capaz de cumprir toda a lei que Deus teve que enviar o Seu Filho unigênito “para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo.3:16). Se Maria, ou qualquer ser humano do mundo tivesse conseguido viver sem cometer nenhum pecado, cumprindo plenamente toda a lei, e ter nascido sem a mancha do pecado original, então Jesus seria desnecessário: bastaria que aquela pessoa morresse e nos salvasse.

      Sobre o falso dogma da imaculada conceição, confira estes artigos:

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/05/a-igreja-primitiva-nao-cria-na.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2015/02/maria-pecou.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.in/2012/08/os-pais-da-igreja-contra-imaculada.html

      http://respostascristas.blogspot.in/2016/05/papas-e-teologos-medievais-contra.html

      http://respostascristas.blogspot.in/2016/05/os-pais-da-igreja-e-imaculada-conceicao.html

      http://respostascristas.blogspot.in/2016/02/agostinho-e-imaculada-conceicao-de-maria.html

      Abs.

      Excluir
  18. Mais uma vez obrigado.

    ResponderExcluir
  19. Lucas, como você se sente e o que você acha de receber tantas perguntas que não tem absolutamente nada a ver com o tema do post?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ligo, tanto faz se perguntam sobre o tema do artigo ou sobre outro tema, contanto que seja sobre algo teológico que esteja ao meu alcance.

      Excluir
  20. Veja a resposta que me deram.
    Quando perguntei quem transgride um dos mandamentos está em pecado.
    Quem transgride sim. Quem dá uma derrapada, acho que depende do tamanho. Penso que não dá para colocar no mesmo barco o cidadão que uma vez na vida achou chato viver os mandamentos daquele que descumpriu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Derrapada" é um conceito que foge totalmente da Bíblia. Ou é pecado, ou não é pecado. Se "derrapada" for um pecado pequeno, isso ainda é pecado. Achar chato os mandamentos é um pecado de pensamento. É um pecado pequeno, mas ainda assim, é pecado.

      Excluir
  21. 2. Como diz: São Tiago, “aquele que guarda toda a Lei, mas desobedece a um só ponto, torna-se culpado da transgressão da Lei inteira” (Tg 2,10). Não era para está escrito no catecismo que a Maria e Jesus foram os únicos que cumpriram toda a lei?
    Se Maria é imaculada, Ela não cometeu pecado (ou não seria imaculada) e, se não cometeu pecado, não pode ter transgredido a Lei. Mas Ela não era Deus e, portanto, o cumprimento da Lei por parte de Jesus foi muito mais perfeito (e algum versado em teologia aí me corruja no “muito mais perfeito” já que perfeito ou é ou não é). Jesus, então, cumpriu de forma muito mais ampla que Ela. Agora, na questão do transgredir a lei em um só ponto significa transgredir a lei inteira: seguindo o texto de Tiago, a Lei é única (amar a Deus sobre todas as coisas (primeira parte) e ao próximo como a si mesmo (segunda parte)), e se não fosse única não seria Lei, descumprir uma parte é o mesmo que descumprir a Lei. Assim como um triângulo é único e se faltar uma parte ele deixa de ser um triângulo.

    3. O dogma Imaculada conceição não está entrando em conflito com este parágrafo do catecismo e com a sagrada escritura?
    Não. Temos vários mistérios na vida espiritual. Mistério é aquilo que nossa pobre condição humana não alcança mas, por uma graça da misericórdia de Deus, mesmo não entendendo totalmente, a gente percebe que é real. O da Santíssima Trindade é um deles. O da Imaculada Conceição é outro. O Levítico é um livro tanto de preceitos religiosos quanto de leis humanas, normas de higiene, determinações de Deus para a formação de Seu povo e tudo o mais que um povo precisa para não se desintegrar. Imagine o seguinte: alguém está na UTI e o médico avisa que ele não pode pegar infecção de jeito nenhum. Se algum parente teve algum possível contato com sangue por qualquer motivo não grave, estaria impuro para entrar lá, pois poderia carregar consigo germes e bactérias, que seriam riscos vitais para o paciente; estaria impuro mas não em pecado. Para mim é o sentido daquelas normas em relação à purificação como a de Maria. Era mais ou menos como o batismo é hoje. E, há alguma relação aí com rituais de passagem, foi criado um ritual para mostrar que a pessoa já tinha passado pelo contato com coisas potencialmente perigosa e que isso já tinha passado. É este um dos sentido da purificação a que Nossa Senhora participou. O outro sentido é que Ela, como seguidora fiel da Lei da época, participou de tudo. É mais ou menos como imaginar que se Maria vivesse hoje, ele iria se confessar pelo menos nos dias determinados, mesmo sem ter pecado algum, mas para seguir as determinações da religião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkk essa foi boa. Maria não teria pecado nenhum, mas iria SE CONFESSAR mesmo assim, só pra dissimular, manter as aparências e fingir que tinha pecado!

      Meu Deus, como ainda não internaram um cara desses?! O cidadão acaba de dizer que se Maria vivesse nos dias de hoje ela MENTIRIA para "seguir as determinações da religião", e ainda quer defender a total impecabilidade da mesma?

      Só pode ser piada...

      Excluir
  22. Lucas,eles estão falando que dar uma derrapada não está pecando.
    E que Maria foi se purificar por ser um ritual e que isso não faz dela uma pecadora. Também mencionei que ela esqueceu Jesus no templo, responderam que ela não esqueceu, ela pensava que ele estava com as outras crianças e que isso também não é sinal de imperfeição. E citaram se for assim Jesus pecou quando não quis receber a sua mãe e seus familiares. Vc poderia me ajudar mais uma vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre a "derrapada", respondi em comentários acima.

      Sobre a analogia que ele fez para justificar a purificação ritual de Maria, respondi no comentário anterior.

      Sobre Maria ter se esquecido de Jesus, isso não é pecado, é apenas um esquecimento. A Bíblia relata um pecado de Maria, mas não esse. Se eu perguntar a você se o fato de uma pessoa achar que Jesus estava louco é um pecado, você certamente responderá que sim. Este não é apenas um pecado, mas um dos mais graves – ainda que esta incredulidade seja temporária e não permanente. Leiamos então o seguinte texto bíblico:

      “Quando seus familiares ouviram falar disso, saíram para apoderar-se dele, pois diziam: ‘ELE ESTÁ FORA DE SI’” (Marcos 3:21)

      É claro que os papistas vão tirar Maria de cena e dizer que só os irmãos de Jesus (ops, eu quis dizer primos!) estavam presentes nesta ocasião. Mas não é o que o texto bíblico diz. Analisando o contexto, vemos que estes familiares eram sua mãe e seus irmãos, e não somente os seus irmãos:

      “Então chegaram A MÃE e os irmãos de Jesus. Ficando do lado de fora, mandaram alguém chamá-lo” (Marcos 3:31)

      Portanto, a mãe de Jesus também fazia parte dos familiares de Jesus que estavam do lado de fora da casa, mandando chamá-lo por achar que Jesus estava “fora de si”, ou seja, louco. Se isso não é pecado, eu não sei mais o que é!

      Excluir
  23. Lucas gostaria de dizer que eu comecei a pensar por mim e vir os erros da icr. Foi através dos seus artigos que comecei a prestar mais atenção.
    Estou aprendendo,por isso que recorro a vc. Mais uma vez obrigado.

    ResponderExcluir
  24. Vc poderia explicar sobre o esquecimento de Jesus no templo e se isto é sinal de imperfeição,e também sobre a purificação de Maria? Para eles Jesus cumpriu os mandamentos com mais ampla perfeição do que Maria, sendo que ela também cumpriu mas não com ampla perfeição que ele.
    Vc poderia me ajudar mais uma vez?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondi sobre isso acima. Sugiro escrever da próxima vez tudo dentro de um único ou no máximo dois comentários, senão fica uma coisa desconexa, eu respondo sobre uma coisa em um comentário e em comentários abaixo você questiona sobre a mesma coisa e eu tenho que ficar respondendo: "Respondi no comentário acima", ou "Respondi no comentário abaixo", ou "Respondi no comentário anterior", etc. Isso quebra a fluência da resposta e deixa os próprios leitores confusos. Se juntar tudo o que tem a dizer em um comentário só, em vez de postar vários com as mesmas coisas, eu respondo àquele comentário e já está tudo certo.

      Sobre Jesus cumprir com "mais perfeição" a lei do que Maria, isso é mais uma jogada sem sentido da apologética católica. Não existe "mais perfeição". Ou é perfeito ou não é. Se não é perfeito, é IMPERFEITO, e se é imperfeito, então comete pecados, porque o pecado é a transgressão da lei. Essa de que Maria é "perfeita" mas Jesus é "mais perfeito" é simplesmente um absurdo. É igual dizer que um download completou 100%, mas outro download completou "mais que 100%". Não tem sentido. Na prática, é apenas uma jogada desonesta e leviana para não admitir que Maria não cumpriu a lei perfeitamente, e que, portanto, pecou pelo menos alguma vez na vida.

      Excluir
  25. Lucas,eu as mesmas perguntas por que ainda não tinha saído os meus comentários.
    Eu utilizei as suas respostas mas com as minhas próprias palavras no debate. Só que eles deletaram todas as minhas respostas. E disseram se fizer mais comentários vão deletar. Me insultaram bastante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tranquilo, quando os comentários não saem não é porque eles não chegaram ou porque eu tenha me recusado a publicar, é simplesmente porque eu estou fora do painel do blogger (fazendo alguma outra coisa) e depois que eu chego eu abro o painel e libero os comentários. Ou seja, é só esperar que os comentários serão liberados e respondidos, eu nunca demoro mais que 1 dia pra isso, a não ser que tenha acontecido alguma coisa.

      Sobre os insultos deles, isso é normal, TODO apologista católico é assim. Arrogante, mal educado, boca suja, imoral, malcriado, covarde e picareta. Até hoje só encontrei um ou dois que não entravam neste perfil, ou que não entraram ainda. Diante disso, é totalmente natural que eles tenham te xingado e deletado seus comentários em vez de refutar alguma coisa. Isso é somente o que você deveria esperar dessa raça. Esperar algo diferente vindo deles seria loucura. Eles não são doutrinados a serem pessoas honestas com educação e dignidade; ao contrário, são doutrinados a destruir os "inimigos da Igreja Romana" a qualquer custo, por todos os meios, através de todas as formas. Não possuem freios e nem princípios morais. São apenas fanáticos, nada mais.

      Abs.

      Excluir
  26. Olá Lucas!
    Estou novamente aqui para pedir a sua ajuda.
    Tem alguns pontos do dogma Imaculada conceição que me deixaram em dúvida.
    Alguns dizem que a “prova” de que Maria não foi preservada do Pecado está no fato de ter cumprido os rituais de purificação (Lc 2,22) com uma oferenda pelo pecado (Lv 12,2-8). Mas o que o Evangelista diz é que “foram concluídos os dias da purificação de Maria segundo a Lei de Moisés”(Lc 2,22), e não que ela tivesse pecado. Nossa Senhora faz o sacrifício para submeter-se à Lei, assim como o próprio Cristo também o fez (Gl 4,4), mesmo sem precisar: para não ser causa de escândalo (Mt 17,26) e dar exemplo de obediência, para que saibamos obedecer à Lei de Cristo como Ele obedeceu à de Moisés.
    Eles comentaram que Maria era pura porque Jesus era puro e não que Jesus era puro por causa de Maria. Por isso não se enquadra a mãe de Maria,pois quem o carregou no ventre foi Maria.
    Outra colocação foi que Maria e nova arca da aliança. Se arca não podia ser tocada por um impuro.
    se para com a Arca da Antiga Aliança, – que guardava Tábuas de Pedra com a Lei do Antigo Testamento, – havia tanto rigor e era necessária tamanha pureza, o que não seria necessário para que a uma mulher fosse concedida a Graça incomensurável de ser, ela própria, o Tabernáculo da Nova e Eterna Aliança, que abrigaria em si mesma não tábuas de pedra, mas sim Corpo e Sangue, Alma e Divindade do Deus Vivo e Verdadeiro! Não teria que ser ela totalmente pura, imaculada.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro: não existe “Nossa Senhora”. Biblicamente, há UM SÓ SENHOR, Jesus Cristo. Não existem “senhoras”:

      “Para nós, porém, há um único Deus, o Pai, de quem vêm todas as coisas e para quem vivemos; e UM SÓ SENHOR, JESUS CRISTO, por meio de quem vieram todas as coisas e por meio de quem vivemos” (1ª Coríntios 8:6)

      Segundo, essa historinha de que “Maria é a arca da aliança” é piada e conto de fadas de apologistas católicos desesperados em exaltarem e glorificarem Maria acima de Deus. Não há NADA, absolutamente NADA na Bíblia que diga que “Maria é a arca”. Nem um só versículo.

      Mesmo se Maria fosse o cumprimento tipológico da arca (e cabe ressaltar que nada na Bíblia indica que a arca tipifica algo ou alguém), isso não implica no abuso do método tipológico de interpretação ao ponto de dizer que Maria nunca pecou porque a arca não tinha erros. Isso seria um abuso imperdoável na interpretação bíblica, um tiro na exegese. Seria o mesmo de interpretar que João Batista, por ser um tipo de Elias, tinha exatamente a mesma quantidade de pecado que Elias tinha. Isso já é ridículo, mas em relação à “arca-Maria” é ainda pior, pois com Elias-João ainda há uma confirmação bíblica da tipologia, enquanto com a “arca-Maria” não há absolutamente nada.

      E mesmo se a arca tipificasse mesmo Maria porque a arca carregava consigo a presença de Deus e Maria gerou Jesus, poderíamos fazer exatamente a mesma coisa e espiritualizar os textos bíblicos a tal ponto em que todos nós somos “arcas”, porque Paulo nos disse que, espiritualmente, Cristo é formado dentro de todos os cristãos, não apenas em Maria:

      “Meus filhos, novamente estou sofrendo dores de parto por sua causa, até que CRISTO SEJA FORMADO EM VOCÊS” (Gálatas 4:19)

      Este é o problema de se interpretar a Bíblia em termos excessivamente tipológicos: podemos colocar qualquer coisa nela. Até a insanidade de que Maria era uma arca, ou que todos nós somos.

      Em relação ao argumento de que Jesus também seguiu a lei, há uma diferença crucial e fundamental entre o que ele fez e o que Maria fez. Jesus nunca fez nada na lei que fosse exigido SOMENTE A PECADORES com a finalidade de EXPIAR SEU PRÓPRIO PECADO. Circuncisão, guarda do sábado, festas judaicas, etc, isso tudo era exigido por lei, mas não tinha qualquer relação com o pecado. Maria, em vez disso, cumpriu um ritual que só existia com a finalidade de expiação de pecado, o que é totalmente diferente:

      “E para darem a oferta, segundo o que está dito na Lei do Senhor, um par de rolas, ou dois pombinhos” (Lucas 2:24)

      Pela lei era desta maneira que era expiada a iniquidade da mulher que tinha dado à luz:

      "E, quando forem cumpridos os dias da sua purificação, seja por filho ou por filha, trará um cordeiro de um ano para holocausto, e um pombinho ou uma rola para oferta pelo pecado, à porta da tenda da revelação, ao sacerdote, o qual o oferecerá perante o Senhor, e fará, expiação por ela; então ela será limpa do fluxo do seu sangue. Esta é a lei da que der à luz menino ou menina. Mas, se as suas posses não bastarem para um cordeiro, então tomará duas rolas, ou dois pombinhos: um para o holocausto E OUTRO PARA A OFERTA PELO PECADO; assim o sacerdote fará expiação por ela, e ela será limpa" (Levítico 2:6-8)

      Se Maria fosse imaculada, o único sacrifício necessário seria o de um pombinho para o holocausto, mas nunca do outro, que era PELOS PECADOS. Maria, mais uma vez, mostra que se reconhecia como pecadora.

      Excluir
    2. O “argumento” de que “Maria era pura porque Jesus era puro” não prova nada. Se fosse assim, então a mãe de Maria também seria pura, já que Maria era pura. E outra coisa: biblicamente, ser puro não implica necessariamente em ser imaculado. Nós somos purificados mediante o perdão e a graça de Deus. Tal como Maria.

      Por fim, a alegação de que Maria tinha que ser imaculada porque ela carregou Jesus no ventre é um argumento totalmente materialista que não tem sentido e nem cabimento algum entre os cristãos que conhecem a Bíblia. Jesus foi o primeiro a colocar o espiritual ACIMA do natural em TODAS as vezes em que alguém mencionava sua mãe a ele. Como por exemplo:

      “Quando Jesus dizia estas coisas, uma mulher da multidão exclamou: ‘Feliz é a mulher que te deu à luz e te amamentou’. Ele respondeu: ‘ANTES, felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e lhe obedecem’” (Lucas 11:27-28)

      E também:

      “Falava ainda Jesus à multidão quando sua mãe e seus irmãos chegaram do lado de fora, querendo falar com ele. Alguém lhe disse: ‘Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem falar contigo’. ‘QUEM É MINHA MÃE, e quem são meus irmãos?’, perguntou ele. E, estendendo a mão para os discípulos, disse: ‘AQUI ESTÃO MINHA MÃE E MEUS IRMÃOS! Pois quem faz a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, minha irmã E MINHA MÃE’” (Mateus 12:46-50)

      Ou seja: para Jesus, sua família espiritual estava acima da sua família natural, e qualquer um que fizesse a vontade de Deus era bem-aventurado da mesma forma que Maria. O que vai além disso é devaneio romanista antibíblico e mariólatra.

      Excluir
  27. Lucas, se eu estiver errado peço que me corrija. Ninguém podia tocar na arca,por ela conter as tábuas da Lei e Se alguém tocasse morreria,neste caso ninguem poderia também tocar em Maria por ela ser nova arca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu acabei de explicar na minha resposta anterior que Maria NÃO é a arca, você lê as minhas respostas?

      Excluir
  28. Peço desculpas.
    Eu não estou falando que Maria é a nova arca. O que eu estou querendo dizer que se eu for seguir este raciocínio, dela ser a nova arca,ninguém poderia toca-lá. Pois arca ninguém podia tocar . SE este meu argumento estiver errado me corrija.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas se for seguir esse raciocínio, então ninguém poderia nem TOCAR em Maria, já que na arca ninguém podia tocar LITERALMENTE, em sentido físico mesmo. Já pensou que ridículo isso seria? Até em Jesus, muito mais importante que a arca, as pessoas tocavam (veja Lucas 6:19), mas em Maria, a "arca", não podiam tocar!

      Excluir
    2. Já pensou rapaz , José na mesma casa com a Arca, andando pra lá e pra cá - vendo a arca comer, tomar banho, dormir, roncar, acordar e escovar os dentes e cuidar de oito filhos pequenos fazendo mingau para os mais novos, Simão e Judas, arroz e feijão para os maiores, Jesus, Tiago e José, fora as irmãs, e agora me vem os católicos com essa de que Maria era Arca da aliança, intocável!

      Enlouqueceram!!!

      Excluir

    3. Veja se tem algum espaço salvífico para Maria aqui em Romanos 5:

      17 Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo.

      18 Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.

      19 Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.

      Excluir
    4. E aqui

      Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor, Rom 6:23

      Excluir
    5. E da parte de Maria, nada?

      A Timóteo, meu amado filho: Graça, misericórdia, e paz da parte de Deus Pai, e da de Cristo Jesus, Senhor nosso, 1 Tm 1:2

      Excluir
    6. Não tem mãe das misericórdias. Só alcançamos misericórdia através de Cristo. Quem está no trono não é Maria

      Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

      Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno, Hb 4:15,16.

      Excluir
    7. Misericórdia, graça e paz sem Maria:

      Graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, seja convosco na verdade e amor, 2 João 1:3.

      Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna, Jd 1:21

      Excluir
    8. Não é de admirar que católicos não gostem das Escrituras

      Excluir
    9. Os católicos levaram tudo para o domínio do sagrado, até as épocas. Tudo para eles é sagrado: Gente, pedra, roupa, pedaço de osso, lugares, ruas, casas e etc. Em tudo tem fantasmas. Não são santos não, são assombrações. Essa é a impressão que eles deixam nos de fora. O catolicismo é o mundo dos espíritos!

      Eles estão envolvidos com divindades de uma forma tão mística que não conseguem ver uma dona de casa comum (Maria) cuidando da seus afazeres domésticos como uma mulher judia normal. Ela era anormal, acreditam que era uma divindade.

      Não conseguem ver casas de pedra, ruas poeirentas, baldes de água na cabeça e etc, típico de uma região como Nazaré, não Roma. Aliás, eles jamais conseguiram romanizar as regiões da Judéia. Tiveram que sumir lá pelos lados de Roma.

      Esse povo ficou tão obcecado com divindades que transformaram Maria num ser, mesmo em sua época. Eles ainda veem Maria pegando o menino Jesus no colo - não conseguem ver nada além daquilo que está nos seus altares, a imagem que levaram para o domínio do sagrado; essa é a imagem que tem da Maria judia. Os católicos retornaram com ela lá para Nazaré e conseguem vê-la num canto da sala com o menino Jesus nos braços. Mas eu falo da própria Maria, não de uma imagem - eles a transformaram num objeto sagrado dentro de sua própria casa, a casa católica romana em Nazaré da Judeia. Quem aguenta uma coisa dessas? Só mesmo o catolicismo romano para transformar a nação judaica numa nação católica. Uma cena trágica criada pelo misticismo romanista que não permite a Jesus e Maria uma mente humana - eram seres divinos!

      Imagine você quantos espíritos demoníacos esse povo coloca dentro de casa com esses objetos sagrados, Imagens e objetos que estão ao mesmo tempo nas catedrais católicas, nos centros de macumba e nas encruzilhadas. Imagens abençoadas, dizem eles, mas que são vistas tambem ao lado de frango assado e garrafas de cachaça.

      Já viram alguma Imagem de Lutero, Calvino, Wesley e outros em encruzilhadas no meio de velas e fitas? Não tem não né? Não serve para os propósitos malignos... Tem que ser imagens de santos católicos!

      Que vergonha!

      Excluir
  29. Realmente eu não me expressei direito. As suas explicações foram bem claras para mim.

    ResponderExcluir
  30. Marcos, já passei pelo mesmo que você...
    Fica de boa que o Lucas é um bom garoto. = )

    ResponderExcluir
  31. Senhor LB, nem todo católico concorda com absurdos em sua religião, como Cruzadas, Inquisições e outros, da mesma forma que nem todo protestante concorda com absurdos em sua religião, como Erototerapias (Terapias do Amor), Prosperismos (Teologias da Prosperidade) e assim sucessivamente. Proselitismos e radicalismos não salvam ninguém. Este Leonardo Bruno e este Olavo de Carvalho, que se dizem "intelectuais", deveria tomar vergonha na cara e parar de usar estas pornofonias. Agradeço-lhe de todo o meu coração! Obrigado!

    ResponderExcluir
  32. O cara que vc parece gostar de ler, Luciano Ayan, cita alguns dos artigos ou vídeos desse tal Conde

    https://lucianoayan.com/2016/01/01/belissimo-video-de-leonardo-bruno-da-uma-dica-de-postura-para-2016/

    A primeira vez que li desse tal Conde foi a umas semanas atrás, refutando um libertário chamado Rafael Hide, dono do canal Ideias Radicais. Igual a vc, não quis responder o Conde por causa dos palavrões, mas respondeu o Nando Moura que tem mt mais representatividade (seguidores).

    Pode ser q não seja um completo ignorante, já que é citado pelo Ayan, mas esse comportamento ta longe de ser cristão. Até um ateu (Ayan) tem mais categoria.

    ResponderExcluir
  33. Lucas, veja isso: http://cavalarico.blogspot.com.br/2007/09/psicologia-patrimonial.html?m=1
    Andei pesquisando sobre esse tal conde e encontrei o blog dele. Olha o que ele disse:
    "As sociedades liberais e capitalistas modernas, em especifico, as sociedades anglo-saxônicas, desenvolveram sua ética social pautada na confiança e no respeito ao direito alheio. Se os latinos possuem o culto do poder, os americanos e ingleses desenvolveram uma saudável desconfiança do poder."

    Inacreditável ver um católico fanático elogiar as sociedades protestantes (calvinistas puritanas)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que esse ser disforme já disse que o mérito dos países protestantes se deve à MAÇONARIA, acredite se quiser, apenas para não admitir que a moral protestante é realmente mais elevada do que a católica. Curiosamente, quando o assunto é por que os países católicos estagnaram, ele responde com a maçonaria também, mas desta vez a maçonaria é a culpada, é a vilã que atrasou o crescimento, enquanto o catolicismo coitadinho não pôde fazer nada para evitar isso. Ou seja, o cara inventa uma teoria de conspiração para justificar o atraso católico e o progresso protestante, basta responsabilizar uma sociedade secreta pelos méritos de algo que você detesta e pelas desgraças de algo que você apóia...

      Excluir
  34. Você que dizer que Afonso de Vasconcelos Lopes tem um canal de pseudociência, não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Refuta ele então. Mas não com os seus achismos, me mostre o seu currículo que eu comparo com o dele:

      https://www.escavador.com/sobre/2366020/afonso-emidio-de-vasconcelos-lopes

      Excluir
  35. Olá, achei bem interessante o seu artigo e concordo em praticamente tudo.
    Mas infelizmente uma das pessoas que você citou como exemplos positivos pareceu pra mim fazer algo parecido com o que os primeiros youtubers que você citou fizeram.
    O DR. Afonso, alguém que respeito muito e que gosto bastante de assistir os vídeos fez um vídeo dizendo que acredita na teoria da terra plana.
    Como que ele, um geofísico respeitado faz um vídeo apoiando uma teoria tão absurda? Ele é influente, sinceramente acho bem triste isso, e pra mim pareceu que o que ele fez foi justamente isso, usar esse tema para crescer e ganhar parcerias como a do canal 100 hipocrisia.
    Não sei se você é um terraplanista, mas sinceramente ver o DR. Afonso falando aquilo foi dolorido.
    Ele falar que duvida da ida do homem a lua até vejo como aceitável, não que eu concorde, mas passa, agora, dizer que a terra é plana, acreditar em toda essa conspiração global, domo, que acima do domo tem um monte de água, que os planetas e estrelas estão dentro da terra.
    Tudo isso, vindo de uma mente brilhante como a dele é absurdo, triste e desanimador de ver.

    ResponderExcluir
  36. A TERRA PLANA vem sendo discutida cada vez mais. O interesse pelo tema aumenta exponencialmente, assim como o criacionismo. Tais assunto são defendidos pela mente brilhante do Dr. Afonso. A verdade é que a TERRA PLANA comprovante a existência de Deus e isso incomoda, impacta muita gente. No início também achei absurdo, fiz piadas, etc. Mas tive a humildade de pesquisar sobre os argumentos da Terra Plana e hoje, sinto uma paz e conforto jamais tidas. Izaias 40:22.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após passar pela moderação. Ofensas, deboches, divulgação de páginas católicas (links), control c + control v e manifestações de fanatismo não serão aceitos. Todos os tipos de perguntas educadas são bem-vindas e serão respondidas cordialmente. Caso o seu comentário ainda não tenha sido liberado dentro de 24h, é possível que ele não tenha chegado à moderação, e neste caso reenvie o comment.