14 de setembro de 2015

Meu novo livro - "Exegese de Textos Difíceis da Bíblia"



Sinopse

A Bíblia é o livro mais vendido, mais lido e mais comentado no mundo todo, e é justamente pela sua importância singular que é necessária uma interpretação igualmente qualificada. Por ser o livro sagrado de milhões de cristãos, são muitas as polêmicas, os debates e as interpretações de cada lado, e o leitor sincero, em busca da verdade, muitas vezes acaba sendo enganado pela interpretação errônea que um pastor, padre ou rabino possa lhe dar. De gente que terceiriza a tarefa de interpretação colocando-a por inteiro nas mãos de uma pessoa falível, até pessoas que vão ao extremo oposto e desprezam as riquezas da história eclesiástica, é necessário recorrer a parâmetros que sirvam de norte ao leitor que busca honestamente a verdade.

Para isso, este livro disponibiliza dez princípios exegéticos básicos que devem ser aplicados pelo intérprete, além de vinte exemplos práticos em torno de textos considerados polêmicos na Bíblia, que dividem opiniões e entendimentos. Em uma linguagem simples mas não simplista, o leitor mais modesto e o já estudioso poderão se aprofundar na arte da hermenêutica bíblica, ampliando seus horizontes e descobrindo os métodos que guiam uma teologia séria e pautada pela verdade.


Sumário

Introdução  
CAP. 1 – Princípios básicos para uma boa exegese       
• Análise do contexto          
• Análise da linguagem      
• Análise de normatividade           
• Análise de anacronismo  
• Análise de eisegese          
• Análise do sentido
• Análise do fundo cultural
• Análise do original grego ou hebraico  
• Análise da história
• Análise de comentários bíblicos 
CAP. 2 – Quem eram os filhos de Deus, de Gênesis 6:1-4?
CAP. 3 – Jefté sacrificou sua filha?
CAP. 4 – O dom de línguas em 1ª Coríntios 14
CAP. 5 – Um será levado, o outro será deixado
CAP. 6 – O que é o batismo com fogo?
CAP. 7 – Pedro disse que a Escritura não pode ser interpretada individualmente?
CAP. 8 – O que é o batismo pelos mortos?
CAP. 9 – Tatuagem, véu, roupas, cabelo comprido e barba
CAP. 10 – Quem são os 144 mil?
CAP. 11 – O que é o corpo espiritual de 1ª Coríntios 15:44?
CAP. 12 – 1ª Coríntios 3:15 fala do purgatório?
CAP. 13 – O nome do diabo é Lúcifer?
CAP. 14 – Ausente do corpo para habitar com o Senhor
CAP. 15 – Enoque morreu?
CAP. 16 – A Igreja é a coluna e sustentáculo da verdade?
CAP. 17 – A proibição ao homossexualismo em Levítico 18:22 já chegou ao fim?
CAP. 18 – João Batista era a reencarnação de Elias?
CAP. 19 – Os discípulos podiam perdoar pecados?
CAP. 20 – Quem é a mulher de Apocalipse 12?
CAP. 21 – Samuel apareceu a Saul em En-Dor?
Considerações Finais


Download do e-book gratuito

O download do PDF completo pode ser baixado em um destes dois links:

• Opção 1:


Se alguém não conseguir baixar o arquivo , ou se deseja receber o arquivo em Word e não em PDF, é só enviar um e-mail para mim (lucas_banzoli@yahoo.com.br) que eu mando por anexo.


Compra do livro em impresso

Para quem quiser comprar o livro em impresso, poderá fazê-lo através do site Clube de Autores, comprando online neste link:


Após a compra, o livro chega por correio na casa de cada um, dentro de uma ou duas semanas (é só seguir as orientações do site).

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,
Lucas Banzoli (www.lucasbanzoli.com)


-Meus livros:

- Veja uma lista completa de livros meus clicando aqui.

- Acesse o meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros sites:

LucasBanzoli.Com (Um compêndio de todos os meus artigos já escritos)
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Artigos devocionais e estudos bíblicos)
Desvendando a Lenda (Refutando a imortalidade da alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)
Estudando Escatologia (Estudos sobre o Apocalipse)
Fim da Fraude (Refutando as mentiras dos apologistas católicos)

16 comentários:

  1. Lucas faltou o ministério pastoral feminino...vc poderia tb colocar aquela dos galos que não eram galos e sim o sino...

    Matheus Carrel

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante este blog, aprendo com ele.

    Gostaria de fazer 2 comentários sobre o livro, que me parece muito bom.

    1) Será que Samuel realmente foi invocado? A Bíblia claramente condena tais práticas, e também diz que o "Oculto pertence a Deus". Seria o caso de tais práticas possuírem um poder simbólico que não nos pertence, e que Samuel foi envocado por tais práticas ocultistas?

    2) Sobre as tatuagens, elas não são associadas ao paganismo em dezenas ou centenas de culturas diferentes em todos os cantos do mundo? Não seria o caso de evitar tatuagens a todo custo pelo mesmo motivo que evitamos símbolos cabalísticos e de nova era?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, a paz.

      1) Como eu argumentei no capítulo 21 do livro, Samuel não apareceu, e sim um espírito maligno se passando por Samuel.

      2) Não vejo uma ligação intrínseca entre tatuagens e paganismo da mesma forma que existe em relação a símbolos cabalísticos e nova era. A maioria das pessoas que se tatua não tem este pensamento, e sequer sabem que há essa relação em alguns lugares. Muitos cristãos fazem uma tatuagem sem qualquer conotação "pagã", para ganhar a atenção de um deus pagão, mas apenas e tão somente por razões estéticas e de gosto pessoal. Mas se em alguma cultura o conceito-padrão e o pensamento dominante é de que a tatuagem tem relação com paganismo da mesma forma que os símbolos cabalísticos, neste caso seria melhor evitar as tatuagens. Eu só não vejo de que forma que isso se aplica ao nosso caso (no Brasil), onde a cultura é bem diferente e onde quase ninguém vai associar alguém ao paganismo pelo simples fato de ter uma tatuagem no corpo.

      Abraços.

      Excluir
  3. Oi Lucas tenho uma duvida e pecado ir a prai pois la não estariasmos ao redor de incredulos e a Biblia fala que n pode haver comunhão entre a luz e as trevas e tbm não estariamos em um lugar onde a sexo,prostituição,nudes,traição e etc... coisas que são cotra Deus ha vatios testemunhos e artigos que falão sobre isso inclussie tem um que me deixou muito intrigado e so pesquisar assim:por que o crente salvo nunca pode ir a praia outra coisa e peado ir ao cinemas pois vai saber que esta do nosso lado se for um bruxo um incredulo e ai como e que fica sera que comvem um cristão frequenat esses tipos de lugares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lucas. O apóstolo Paulo responde a esta questão em 1 Coríntios 5:9-11, onde diz:

      "Já lhes disse por carta que vocês não devem associar-se com pessoas imorais.Com isso não me refiro aos imorais deste mundo, nem aos avarentos, aos ladrões ou aos idólatras. Se assim fosse, vocês precisariam sair deste mundo. Mas agora estou lhes escrevendo que não devem associar-se com qualquer que, dizendo-se irmão, seja imoral, avarento, idólatra, caluniador, alcoólatra ou ladrão. Com tais pessoas vocês nem devem comer" (1 Coríntios 5:9-11)

      Ou seja, para Paulo não havia problema em comer à mesa ou a fazer alguma atividade (como as citadas por você) com um descrente. O próprio Senhor Jesus comia e bebia na mesa junto com os pecadores. Por isso não há qualquer problema em ir no cinema, por exemplo. A única exceção que Paulo faz é sobre um CRENTE que decide viver deliberadamente em pecado, com esse sim nós temos que manter distância.

      A questão da praia eu acho mais complicado, eu diria que depende da praia, porque algumas praias são um convite aberto à tentação (especialmente no caso dos homens). Quando minha família e eu vamos à praia (bem raramente) procuramos ir em uma que tem pouca gente, o que eu acho mais recomendável. O problema não é a praia em si, mas as tentações, que devemos evitar, mas sem levar aos extremos, porque se levássemos aos extremos não poderíamos nem sair de casa, e nem usar um computador. Um cristão vai procurar se ausentar de locais onde reina imoralidade (como bares e boates, por exemplo), mas há locais "neutros" (como cinema, shopping, clubes, jogos de futebol, etc), onde não há problema algum em ir, ainda que eventualmente possa haver tentações, mas neste caso é inevitável e não seria culpa sua já que você não procurou ir a um local onde sabe que seria tentado.

      Abraços.

      Excluir
  4. Lucas, me envia por e-mail esse seu livro em pdf por favor.

    Obrigado ... Aguardando

    ResponderExcluir
  5. Olá. Poderia, quando possível, fazer um post sobre a Igreja Ortodoxa? Sei que este é um blog para os romanos, mas como Protestante me sinto atraído pelos Orientais e gostaria de uma comparação.

    É fácil achar uma análise comparativa de catolicismo romano v.s. catolicismo ortodoxo, e de protestantismo v.s. catolicismo romano, mas não de protestantismo v.s. catolicismo ortodoxo.

    Uma pergunta, por que os Reformadores não se aproximaram da Igreja do Oriente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela pergunta. Respondi sobre isso aqui:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com.br/2015/09/semelhancas-e-diferencas-entre.html

      Abraços!

      Excluir
  6. Olá lucas, por gentileza, me envie por e-mail, este livro em PDF.

    Grato.


    ResponderExcluir
  7. Boa noite, Lucas.
    Gostaria de receber este seu livro por email. Me envie, por favor. Ficarei grato.

    Lucas, tenho uma dúvida. Se possível, quando tiveres um tempo responda-me: Se os protestantes/evangélicos pregam que é necessário se converter ao protestantismo para sermos salvos, como ficam os povos que morreram antes do nascimento da igreja protestante?
    Já que a igreja protestante surgiu no século XVI com Martinho Lutero.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Abraão, eu preciso primeiro do seu e-mail para que eu possa enviar o livro por anexo.

      Sobre a sua pergunta, eu nunca disse que alguém precisa se converter ao protestantismo para ser salvo, o que precisa é ser um cristão genuíno e sincero, e mesmo neste caso há exceções. Os índios que nunca ouviram falar nem do protestantismo nem do catolicismo não estão necessariamente condenados, Deus vai julgar cada um de acordo com o conhecimento que recebeu em vida e com a forma com que cada indivíduo corresponde à lei da consciência no íntimo do ser. E vale lembrar ainda que, mesmo antes da Reforma, existiam grupos menores que não estavam ligados a Roma e que ensinavam um Cristianismo mais sincero, como é o caso dos hussitas, dos anabatistas, dos valdenses e até da Igreja Ortodoxa oriental.

      Abs!

      Excluir
  8. Lucas Jesus disse: "Porquanto, quando ressuscitarem dentre os mortos, nem casarão, nem se darão em casamento, mas serão como os anjos que estão nos céus". Marcos 12:25. Se os anjos são assexuados, como posso interpretar Genesis 6.1, dessa forma dos anjos se materializarem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os anjos são assexuados em sua forma natural no Céu. Mas quando eles "não conservaram suas posições de autoridade, mas abandonaram sua própria morada" (Jd.6), eles deixaram essa condição natural de assexuados e tomaram forma humana sexuada (no caso, a forma de homem). Eu sei que a analogia é imprecisa, mas de certa forma, foi algo semelhante com o que Deus fez na forma do Senhor Jesus. Ele era assexual, imaterial, onipotente, onisciente, onipresente, imortal, possuidor de toda a glória, etc, mas quando veio à terra, se tornou um de nós, viveu em um corpo físico material, com sexualidade masculina, abriu mão da sua glória, etc. Ou seja, o fato de Jesus ser algo no Céu, não o impediu de tomar outra forma na terra, da mesma forma que não impediu aqueles anjos.

      Excluir

Seu comentário será publicado após passar pela moderação. Ofensas, deboches, divulgação de páginas católicas (links) e manifestações de fanatismo não serão aceitos. Todos os tipos de perguntas educadas são bem-vindas e serão respondidas cordialmente. Caso o seu comentário ainda não tenha sido liberado dentro de 24h, é possível que ele não tenha chegado à moderação, e neste caso reenvie o comment.