3 de setembro de 2012

O paganismo da Igreja Católica

 
Muitas das suas doutrinas adotadas pela Igreja de Roma foram fruto da ambição de poder, temporal e espiritual, dos bispos de Roma, e do sincretismo da Igreja Católica com a cultura romana e grega pagã do século V, após o Cristianismo ter se tornado a religião oficial do império, sendo invadido por massas de pagãos que trouxeram com eles o hábito de venerar imagens. Com isso, o "panteão de deuses" dos romanos foi sendo gradualmente substituído por um "panteão de santos", mantendo-se consigo a essência do paganismo. Vejamos alguns deles:
 
 
PANTEÃO DE DEUSES DO PAGANISMO ROMANO
 
Abundita - Abonde ou Abundantia, Deusa romana da agricultura, cujo nome significa e invoca a abundância.
Acca Larentia - Mãe dos lares, protetores romanos dos lares.
Aestas - Deusa romana do verão e da colheita do milho.
Angerona - Deusa romana do silêncio, do medo e da ordem.
Angitia - Deusa romana da cura, invocada para curar mordidas de serpentes.
Aradia - Filha da deusa Diana, regente da Lua e da Terra.
Apolo - Sol e patrono da verdade.
Baco – Deus do vinho, festas.
Befana - Representação romana da magia, transformada em personagem folclórico.
Bellona - Deusa romana da guerra, identificada a Vacuna, Nério e assimilada a Mah-Bellona.
Bona Dea - A Boa Deusa, padroeira romana da cura, reverenciada somente por mulheres, semelhante a Angitia, Ops, Ceres, Rhea e Tellus Mater.
Bruma - Deusa romana do inverno.
Cardea - Deusa romana guardiã da vida doméstica, protetora das portas e das crianças contra os espíritos malignos.
Carmenta - Deusa romana da cura, detentora de poderes proféticos e protetora dos nascimentos.
Carna - Deusa romana do bem-estar físico.
Ceres - Deusa romana da fertilidade da terra, da agricultura e dos cereais, protetora das mulheres, da maternidade e da vegetação.
Cupido – Amor.
Dea Dia - Antiga deusa romana da agricultura, identificada com Acca Larentia e Ceres.
Diana - Deusa romana da lua, da caça e das florestas, padroeira dos animais, das crianças e das mulheres. Equivalente da grega Ártemis, tornou-se a padroeira das bruxas medievais.
Egeria - Deusa romana da sabedoria e das profecias.
Fauna - Deusa romana representando a fertilidade da Terra, associada a Bona Dea, Cibele, Mater Matuta, Ops e Tellus Mater.
Febo – Luz do Sol, poesia, música, beleza masculina.
Februa - Deusa romana da purificação.
Felicitas - Deusa romana da felicidade, equivalente a Eutychia.
Flora - Deusa romana da primavera, das flores, das alegrias e prazeres da juventude.
Fortuna - Deusa romana da sorte, identificada com a grega Tyche.
Fortuna Redux- Deusa romana protetora das viagens.
Justicia - Deusa romana da justiça.
Júpiter - Rei de todos os deuses, representante do dia.
Juno - Rainha dos deuses.
Juturna - Deusa romana das fontes e dos lagos.
Juventas - Deusa romana da juventude.
Larunda - Deusa romana protetora do lar.
Libera - Deusa romana da viticultura e fertilidade.
Libertas - Deusa romana da liberdade.
Lucina - Deusa romana da luz e dos nascimentos, formando uma tríade juntamente com Diana (o crescimento) e Hécate (a morte).
Luna - Deusa lunar romana, reguladroa dos meses e das estações do ano.
Maia - Deusa romana da primavera e do calor vital.
Mana - Deusa romana protetora das casas.
Marte – Deus romana da guerra.
Mania - Deusa romana protetora das casas.
Mater Matuta - Deusa romana da alvorada, protetora das crianças, das mães e dos marinheiros.
Meditrina - Deusa romana da cura.
Mens - Deusa romana padroeira da mente, dos meses, dos números e dos calendários.
Mercúrio – Mensageiro dos deuses, protetor dos comerciantes.
Minerva - Personificação romana do pensamento, dos cálculos e das invenções, padroeira das habilidades criativas e guerreiras, semelhante a Athena.
Moneta - Deusa romana da riqueza.
Muta - Deusa romana do silêncio.
Neria - Deusa romana da guerra, esposa do deus Marte.
Netuno – Deus romano dos mares e oceanos.
Ops - Deusa romana da terra, protetora da agricultura e dos recém-nascidos, esposa de saturno.
Orbona - Deusa romana, protetora das crianças.
Pales - Deusa romana dos animais domésticos.
Parcas - Deusas romanas do destino, equivalentes às gregas Moiras e às Norns nórdicas.
Pax - Deusa romana da paz e da ordem.
Plutão – Deus romano dos mortos, mundo subterrâneo.
Poena - Deusa romana da retaliação.
Pomona - Deusa romana das árvores frutíferas.
Praxidike - Deusa romana dos juramentos.
Proserpina - Antiga deusa romana da germinação das sementes, transformada depois em equivalente de Perséfone.
Psique – Deus da alma.
Robigo - Deusa romana dos cereais.
Rumina - Deusa romana, protetora das mães e das crianças.
Sabina - Deusa romana da fertilidade.
Salácia - Deusa romana da água salgada.
Salus - Deusa romana da saúde e da cura.
Saturno – Deus do tempo.
Sapientia - Deusa romana da sabedoria.
Strenia - Deusa romana da saúde, protetora dos jovens.
Tácita - Deusa romana da ordem e do silêncio.
Tanith - Deusa romana da lua, das estrelas e da noite.
Tellus Mater - Deusa romana da terra, da natureza, da fertilidade e dos juramentos.
Vagitanus - Deusa romana dos recém-nascidos.
Vanth - Deusa romana da morte.
Vênus - Deusa romana do crescimento, da beleza, da natureza e do amor sensual, equivalente a Turan e a Afrodite.
Vesta - Deusa romana, protetora do lar e da lareira, guardiã da chama sagrada idêntica à grega Héstia.
Vulcano – Deus dos metais, metalurgia, fogo.
Victoria - Deusa romana da vitória, análoga à Sabina Vacuna e à grega Nike.
 
Assim como no panteão romano de deuses havia um deus da paz, um deus da da guerra, outro do amor, um da força, outro da sabedoria, e assim por diante, da mesma forma na Igreja Católica Romana passou a haver um "santo" responsável por cada uma destas coisas, além de muitas outras categorias. Assim como muitas cidades romanas tinham um deus específico para ela, também a Igreja Romana providenciou "santos padroeiros" para as cidades.
 
Vejamos como a Igreja Romana absorveu para si toda a essencia do paganismo romano, apenas substituindo os nomes dos “deuses” por “santos”, mas conservando os mesmos atributos do pagansmo:
 
 
PANTEÃO DE SANTOS DO CATOLICISMO ROMANO
 
Abuso físico (contra) – Santa Louise de Marillac; Santa Fabiola.
Aborto (contra) – Santa Dorothea; Santa Brigida da Suécia .
Abuso infantil (contra) – Santa Alodia.
Acidentes de trabalho (contra) – Santa Catarina de Alexandria
Afonia (contra) – São Brás, São Bernardino de Senna e São Mauro
Afogamento (contra) – São Adjutor.
Acusado falsamente – São Raymond Nonnatus.
Alcoolismo (contra) – São João de Deus e Santa Mônica.
Abelhas (contra) – São Ambrósio.
Adultério (contra) – São Gangulfo.
Almas perdidas – São Nicholas de Tolentino.
Amizade – São João Batista.
Ambição (contra) – São Inocêncio.
Amamentação – São Giles.
Animais domésticos – Santo Antônio Abade.
Arranhões – Santa Amalburga.
Assaltos (contra) – Santo Antonio Maria Claret.
Aprender a nadar – São Sabiano e São Zenon.
Aprovar um exame – Santa Gema Galgani e Santa Rita.
Artes Cênicas – São Genésio e São João Bosco.
Atrair um marido – Santa Isabel.
Ataques do coração (contra) – Santa Teresa d’ Ávila.
Aves – São Franciso de Assis.
Azar – São Agricola de Avignon.
Boa viagem – São Cristóvão.
Bom tempo – São Agrícola de Avignon.
Bruxaria (contra) – São Benedito de Núrsia.
Cães – São Roque.
Câimbras – São Paulo.
Calafrios (contra) – São Plácido.
Calúnia (contra) – São João Nepomuceno.
Câncer – São Peregrine Laziosi; São Bernardo de Clairvaux.
Cegueira – Santa Odília e São Rafael.
Ciúmes (contra) – Santa Isabel de Portugal.
Complicações no parto (contra) – São Ulric.
Chuva (para) – São Isidro e São Swithun.
Ciúme (contra) – Santa Isabel de Portugal.
Cobras mordidas (contra) – São Paulo.
Cobras para afastar – São Patrício.
Cólera (Contra) – São Roque.
Cólicas (contra) – São Pancrácio.
Conversão – Santo Agostinho e Santa Flora.
Convertidos – Santa Helena.
Dançarinos – São Vito.
Depressão – Santa Helena e Santa Dymphna.
Desordem intestinal (contra) – São Elmo e São Bonaventure de Potenza.
Desordem mental (contra) – São Dymphna.
Desordens Glandulares (contra) – São Cadoc.
Desgraças familiares (contra) – São Eustaquio.
Desastre (contra) – Santa Genoveva.
Desinteria – Santa Matrona
Dialogo ecumênico – São Cyrilo e São Methodius.
Dor (contra) – São Madron.
Dor de dente (contra) – Santa Apolonia.
Dor de ouvido (contra) – São Polycarpo.
Dor de cabeça (contra) – São Denis, São Avertinus e Santa Teresa de Ávila.
Dor de estômago (contra) – São Wolfgang.
Dor na coluna (contra) – São Bernardo.
Doenças nos braços – Santa Amélia.
Doenças na cabeça – São Atazano e Santa Catarina de Siena.
Doenças do coração – São João de Deus.
Doenças do estômago (contra) – Santa Juliana Falconiere e São Brice.
Doenças da garganta – São Braz.
Doenças da infância (contra) – São Aldegundo e São Pharaildis.
Doenças das juntas – São Lorenzo.
Doenças da língua – São Romão.
Doenças nos olhos (contra) – Santa Luzia e São Hervé.
Doenças nas pernas (contra) – São Servatius.
Doenças nos pés – São Roque e São Victor de Marseilles.
Doenças da pele (contra) – São Peregrine Laziosi.
Doenças dos rins (contra) – São Albino.
Doenças do reto (contra) – São Fiacre.
Doenças nos seios doenças (contra) – Santa Ágata.
Drogas (contra) – São Maximilian Kolbe.
Dúvida (contra) – São Tomé.
Ecologia – São Franciso de Assis.
Enamorados – Santo Antônio de Pádua e São Valentin e São Jorge.
Endividados – Santa Edwigis.
Engenheiro Florestal – São João Gualberto.
Encontrar objetos perdidos – São Donato, São Bento e São Longuinhos.
Ecumenismo – São Cyrilo e São Methodius.
Estudantes – São Tomas de Aquino e São Jerônimo.
Emigrantes – Santa Francisca Xavier Cabrini.
Enjoo do mar (contra) – São Elmo.
Eczemas (contra) – Santo Antônio, o grande.
Enxaqueca (contra) – São Gereon.
Emergências – São Expedito.
Epidemia (contra) – Santa Godberta.
Epilépcia (contra) – São Dymphna; São Vito.
Esposas Maltratadas – Santa Monica.
Esterilidade (contra) – São Henry II.
Erupções vulcânicas – Santa Agatha.
Furto (contra) – São Leonardo.
Fome (contra) – São Domiciliano, Santa Walburga.
Febre (contra) – São Antoninus de Florence, São Remigio.
Fugitivos – Santa Alodia e São Dimas.
Fogo (contra) – Santa Catarina de Siena e Santa Barbara e São Lorenzo.
Filhos ilegítimos – São João Francis Regis Clet.
Furto (contra) – São Leonardo.
Furúnculo – Santo Antonio Abade.
Guardas Florestais – São João Gualberto.
Gripe (contra) – São Maurus.
Gota (contra) – São Maurice.
Guerra (contra) – Santa Isabel de Portugal.
Hepatite – São Odilon.
Histeria – São Vito e São Columbago.
Hemorragia (contra) – Santa Luzia.
Hemorroidas (contra) – São Fiacre.
Hérnia (contra) – São Conrado e São Drogo.
Histeria – São Vito e São Columbago.
Idosos – São Antônio de Pádua.
Indiferença (contra) – São Remígio.
Impotência (contra) – São Winwaloe e São Gummarus.
Inverno rigoroso (contra) – São Sebaldo.
Inundações (contra) – São Floriano e São Gonçalves do Amarante.
Infertilidade (contra) – Santa Rita.
Infidelidade (contra) – Santa Monica; Santa Fabiola e São Gengulphus.
Injuria (contra) – Santa Aldegonda.
Insanidade (contra) – São Fillan e Santa Dymphna.
Incêndios (contra) – São Benito de Aniano, Santa Irene e São Egidio.
Inválidos – São Roque.
Inveja (contra) – Santa Isabel de Portugal.
Intoxicação – São Benito e São Benedito de Nursia.
Intervenção Divina — Santa Margarete.
Icterícia (contra) – São Albert de Trapani.
Idosos – Santo Antônio de Pádua.
Jogadores (vicia-contra) – São Bernardino de Siena.
Leprosos – São Lázaro e São Job.
Ladrões arrependidos – São Dimas.
Loucos (contra) – São Romanus.
Longevidade – São Pedro.
Lunáticos – Santa Christina e São Vito.
Lobos (contra) – São Hervé e São Francisco de Assis.
Má sorte (contra) – São Agricola de Avignon.
Mau tempo (contra) – Santa Eurosia.
Mãe de família – Santa Ana.
Mães solteiras – Santa Margaret de Cortona.
Moças solteiras – Santa Catherina da Alexandria.
Mulher grávida – Santa Margaret da Antiopia.
Mulheres em trabalho de parto – Santa Ana e São Leonardo.
Malária (contra) – São Pedro de Alcantara.
Mordida de cães – São Vito.
Mortos – Santa Gertrudes de Nivelles.
Morte súbita (contra) – São André Avellino.
Mentira (contra) – São Felix.
Má sorte (contra) – São Agricola de Avignon.
Maus Espíritos (contra) – Santa Agripina.
Míope – São Clarus.
Náufragos – São Antônio de Padua.
Naufrágios (contra) – Santa Amalia e São Clemente.
Neuroses (contra) – Santa Dymphna.
Ossos quebrados (contra) – São Stanislaus Kostka.
Obsessão (contra) – São Quirinus.
Órfãos – São Esperidião e São Caetano.
Pai de família – São José.
Pedras na vesícula (contra) – São Albinus.
Paralíticos – São Osmund e São Giles.
Pesadelos (contra) – São Cristovão.
Perjúrio (contra) – São Pancrácio e São Felix de Nolasco.
Perseguições (contra) – Santa Brígida.
Possessão demoníaca (contra) – São Quirinus e São Benedito de Nursia.
Pobreza (contra) – São Martin de Tours.
Problemas matrimoniais (contra) – Santa Isabel de Portugal.
Pragas (contra) – Santa Genevieve; São Roque e Santa Walburga.
Piolhos e pulgas (contra) – São Inacio de Loyola.
Presos – São Roque e São Pedro Nolasco.
Poliomielite (contra) – Santa Margarete Mary.
Padrastos – Santa Adelaide.
Paraplégicos – Santa Alphais de Culot.
Para que não chova no dia do seu casamento – Santa Clara.
Procrastinação (contra) – São Expedito.
Prostitutas Arrependidas – Santa Maria Madalena.
Raios (contra) – Santa Barbara.
Ronco (contra) – São Bernardino de Siena.
Ratos (contra) – Santa Gertrudes.
Reconciliação – São Theodore.
Reumatismo (contra) – São Tiago, o maior.
Ressaca (contra) – Santa Bibliana.
Situações desesperadas – São Judas Tadeu e Santa Rita.
Sol (bom tempo) – Santa Clara, Santa Sabina e São Osvaldo.
Solteiros – São Theobaldo.
Sangramentos (contra) – Santa Rita.
Segundo casamento – Santa Adelaide.
Separação do cônjuge – São Gummarus e São Nicholas von Flüe.
Sequestros (contra) – Santo Antonio Maria Clarete.
Surdos – São Francisco de Sales.
Sonambulismo (contra) – São Dymphna.
Soluções rápidas – São Expedito.
Stress (contra) – São Walter de Portnoise e Santa Dymphna.
Sífilis (contra) – São Fiacre.
Seca (contra) – São Swithin e São Godberta.
Teatro – São Genésio.
Tonteira (contra) – São Avertinus.
Trabalho de parto – São Ramon Donato e São Bartolomeu.
Trovões-medo de (contra) – Santa Agrippina.
Tuberculose (contra) – São Pantaleon; Santa Gemma Galgani.
Tosse (contra) – São Quentin.
Terremotos (contra) – São Emiglio e São Felipe Neri.
Tempestades (contra) – Santa Scholastica.
Verrugas (contra) – São Antônio Abade –Santo Antão.
Vitimas de extremo frio – São Sebaldo e São Valeriano.
Vitimas de rapto – São Arthelius, Santa Agatha e Santa Maria Goretti.
Vitimas de tortura – São Albano; São Eustaquio; Santa Regina.
Viúvas – Santa Paula; Santa Clotilde; Santa Fabíola.
Viúvos – São Rei Edgar o Pacifico.
Veneno (contra) – São Benedito de Nursia.
 
Os templos pagãos também foram modificados convenientemente, mas mantidos, bem como as suas imagens de escultura, cujos nomes foram apenas modificados, porque a essência daquele povo romano não poderia ser assim retirada do dia pra noite. O Partenão, templo ateniense da deusa grega Atena, foi dedicado a Maria, no século VI. O mesmo aconteceu com vários outros templos pagãos. Todo o paganismo romano, que envolvia “santos”, imagens e falsas doutrinas, foi em grande parte absorvido pelo Catolicismo, que tomou para si a essencia do paganismo romano.
 
E aquilo que tinha apa­rência de Cristianismo realmente ficou só na aparência. Estava feito! A partir de então se iniciou o processo. A Igreja Católica realmente despontou como líder absoluta e começou a propagar para o mundo um sistema religioso deturpado e falido, antibíblico e cheio de engano. Isso foi estrategicamente bem planejado por Satanás. Porque o Cristianismo puro não poderia crescer! O engano foi semeado... e floresceu, deu frutos que perduram até hoje.
 
E a partir daí foi só induzir mais e mais ao erro. A raiz da idolatria já existia dentro do Catolicismo. Na Idade das Trevas, as cruzadas, a “Santa” Inquisição e a venda de indulgências apenas aceleraram o processo da influência maligna na Igreja de Roma. E outros dogmas marianos foram surgindo, trazendo junto com eles a semente da idolatria.
 
A Igreja Católica que vemos hoje não é nada a menos senão o fruto do mais puro paganismo e sincretismo religioso. Disso atesta a própria História, deixando-nos marcas incontestáveis de tal sincretismo, que podem ser facilmente notadas por qualquer bom observador.
 
Paz a todos vocês que estão em Cristo.
 
Por Cristo e por Seu Reino,
Lucas Banzoli (apologiacrista.com)
 
 
-Artigos relacionados:
 
 
-Atenção: Não deixe de conferir o nosso site, apologiacrista.com, o maior compêndio apologético em defesa da fé cristã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário passará por moderação e em seguida será exibido ao público. Comentários que contenham insultos ou ofensas não serão aceitos.